FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
COMENTÁRIO

A Casa que Jack Construiu

(House That Jack Built, The, 2018)
Por Cassionei Niches Petry Avaliação:                   9.0
Este comentário é recomendado pela equipe Cineplayers.

Este comentário revela detalhes da história do filme.

Era uma casa nada engraçada

Outro filme perturbador de Lars von Trier, A casa que Jack construiu tem um tema inquietante, que é o assassinato como obra de arte. Penso, por exemplo, em O silêncio dos inocentes e na série Hannibal, assim como em outra série, The Following, em que os protagonistas matam e discutem sobre a questão estética dos seus atos. É um tema que me interessa não pela violência, mas sim pela metáfora (ah, metáforas, que as pessoas, por sua ideologias, pouco entendem hoje em dia!) da criação artística, mais precisamente, para mim, do fazer literário.
Jack (interpretado por Matt Dillon) é um pacato morador de uma pequena cidade dos EUA. Ao ajudar, ainda que contrariado, uma mulher (vivida, por pouco tempo, por Uma Thurman) a dar um jeito de consertar o macaco do carro (em inglês, jack) e depois trocar os pneus numa rua deserta, vê-se intimidado por ela, que não cala a boca e diz que ele parece um psicopata. Como ele nega ser um assassino (e até aquele momento realmente não era) e não demonstra reação, ela o chama de covarde. Tem início, aí, uma série de assassinatos (mais de 60) cometidos durante 12 anos, sendo que apenas alguns deles são contados.
As histórias são narradas em off pelo próprio Jack a um velho chamado Virgílio (encarnado por Bruno Ganz, famoso pelo seu papel de Hitler em A queda!), numa espécie de travessia que estão fazendo, conforme vamos deduzindo ao longo do diálogo, pois não os vemos nesse trajeto inicial. Pelo nome do velho, já se desconfia que Jack está sendo conduzido ao inferno, tal qual Dante na Divina Comédia. No epílogo, essa suspeita é confirmada, em cenas que reproduzem trechos e quadros inspirados no poema dantesco, como por exemplo um quadro de Delacroix.
As referências artísticas dão conta da busca de perfeição artística, principalmente as reproduções das cenas de um documentário sobre Glenn Gould, em que o excêntrico pianista aparece tocando e buscando a interpretação mais exata possível da peça musical. Jack também busca essa perfeição ao fotografar as vítimas (além de sofrer de TOC, o que quase o leva a ser preso) e busca também a fama, mesmo que no anonimato, ao mandar as fotos para imprensa sob o pseudônimo Sr. Sofisticação. A experimentação artística é simbolizada na tentativa de empalhar o corpo de uma criança (um dos seus enteados que ele mata, numa das cenas mais chocantes do filme), moldando seu rosto para parecer estar sorrindo, porém com resultado insatisfatório. Todos os corpos, aliás, são guardados num câmara frigorífica abandonada, como se representasse a obra de arte que fica na “geladeira” e não é mais apreciada pelo público.
A casa do título é uma referência a uma cantiga popular americana, mas também à profissão de Jack, engenheiro, e o que ele deseja ser, arquiteto. “Um engenheiro lê música. Um arquiteto toca a música”, explica ele a uma de suas vítimas. Durante o filme, aparecem tentativas de construir sua própria casa, em formas e estilos diferentes, sendo demolida se esteticamente fica aquém do desejado. É sua grande frustração. A casa final, no entanto, o satisfaz esteticamente, mas não vou revelar aqui como ela acaba sendo construída.
Lars von Trier faz também referências a seus próprios filmes, demonstrando mais ainda que A casa que Jack construiu não é sobre um serial killer, mas sim sobre o artista, talvez o próprio Lars, sendo o filme mais um tijolo que edifica sua obra (o lugar-comum é inevitável). Esta resenha também é só um tijolo para compreender a obra. Assista o filme contribua com o seu tijolo, caro leitor.

Por Cassionei Niches Petry, em 09/01/2019 Avaliação:                   9.0
Notas - Equipe
• Rodrigo Cunha 7.0
• Marcelo Leme 6.5
• Francisco Carbone 2.0
•  Média 5.2
Notas - Usuários
6.1/10 (48 votos)
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Cineplayers não se responsabiliza pelo conteúdo deste comentário. Ajude-nos a manter a integridade do conteúdo. Se você tiver provas de cópia ou plágio do texto, entre em contato conosco, denunciando (passe o link do material original).
 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
#61 O Senhor dos Anéis
#60 Scarface
#59 Infiltrado na Klan
#58 Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
#57 O Legado de Stan Lee
#56 O Roteiro de Cinema
#55 Halloween (2018)
#54 O Primeiro Homem
#53 Nasce Uma Estrela
#52 Musicais no Século XXI
#51 70 anos de John Carpenter
#50 Breaking Bad - 10 Anos
#49 Neorrealismo Italiano
#48 O Exorcista
#47 Wall-E
#46 The Last of Us
#45 60 anos de Tim Burton
#44 Meu Amigo Totoro
#43 Missão: Impossível - Efeito Fallout
#42 Filmes da Sessão da Tarde
#41 Batman: O Cavaleiro das Trevas
#40 100 anos de Ingmar Bergman
#39 Os Incríveis 2
#38 Era Uma Vez no Oeste
#37 Jurassic Park e Jurassic World
#36 O Bebê de Rosemary
#35 A Noite dos Mortos-Vivos e Despertar dos Mortos
#34 Han Solo: Uma História Star Wars
#33 Deadpool 2
#32 Um Corpo que Cai
#31 Stephen King no Cinema
#30 Vingadores: Guerra Infinita
#29 A Franquia 007
#28 Um Lugar Silencioso
#27 2001: Uma Odisseia no Espaço
#26 Jogador Nº1
#25 Planeta dos Macacos
#24 Quentin Tarantino
#23 75 anos de David Cronenberg
#22 Projeto Flórida
#21 Trama Fantasma
#20 Três Anúncios Para um Crime e Lady Bird
#19 Oito e Meio de Fellini
#18 A Forma da Água
#17 The Post e os filmes de Jornalismo
#16 Indicados ao Oscar 2018!
#15 20 Anos de Titanic
#14 Nostalgia Cinéfila - Especial 15 Anos!
#13 Melhores de 2017
#12 Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi
#11 Especial Natalino
#10 Assassinato no Expresso Oriente
#9 Onde os Fracos Não Têm Vez
#8 Liga da Justiça
#7 Stranger Things
#6 45 anos de O Poderoso Chefão
#5 Branca de Neve e os Sete Anões
#4 Halloween
#3 Blade Runner / Blade Runner 2049
#2 De Volta Para o Futuro
#1 Os Goonies
#0 O Piloto
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Casa que Jack Construiu, A
(House That Jack Built, The, 2018)
 MAIS COMENTÁRIOS
• Stalker (1979), por André Oliveira de Araujo Ferreira
• Taylor Swift: Reputation Stadium Tour (2018), por Pedro Sobral Rocha Silveira
• Vá e Veja (1985), por Alex Vieira
• WiFi Ralph: Quebrando a Internet (2018), por Victor Mendonça
• Trauma (2017), por Mickaella Gonçalves Correa
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2019) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2019)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE