FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
COMENTÁRIO

All Girls Weekend

(All Girls Weekend, 2016)
Por Paulo Faria Esteves Avaliação:               7.5
Este comentário é recomendado pela equipe Cineplayers.

Este comentário revela detalhes da história do filme.

Candidato a pérola do cinema de Terror B, All Girls Weekend não erra feio e consegue surpreender.

Acreditem ou não, a principal razão pela qual eu gostei deste filme está MUITO relacionada com a sinopse que eu tentei escrever para ele...permitam-me que explique porquê. Há pouco tempo, eu preparei uma sinopse para a ficha deste filme e...bem, digamos que a dificuldade que tive em escrevê-la só reflete uma das principais qualidades dele. A minha sinopse, admito, pode ter ficado comprida demais. Podia nem ser uma boa sinopse para o longa, apesar de eu o ter visto e saber muito bem do que ele tratava. Com efeito, a minha sinopse original apresentava umas 4 ou 5 hipóteses sobre quem era o, caham!, "vilão" deste terror B. Mas a principal razão pela qual a minha sinopse fazia isso era porque o filme é bastante bom a esconder o seu jogo. E o simples facto de o espetador que veja este filme sem ter lido spoilers sobre ele ficar na dúvida sobre quem é o "vilão" ali torna difícil fazer uma sinopse sem denunciar. Porque uma das coisas mais interessantes de All Girls Weekend é justamente não saber o que esperar, não saber de onde vem o perigo. E, até certo ponto, não saber que tipo de filme se está a ver...porque o filme esconde bem o seu jogo. Já elogiei bastante a capacidade de um roteirista esconder o jogo no meu comentário para Pânico 4. Atenção, não me entendam mal, Lou Simon não é nenhum Kevin Williamson! Nem por sombras; Williamson's há poucos. Mas...mas...Simon mostra também qualidade em deixar no ar perguntas que só serão respondidas se o espetador continuar a ver o filme.

Até digo mais: o jogo do filme de Lou Simon começa ainda antes de o espetador começar a ver o filme, ou seja, começa no material de propaganda. Como pode alguém ganhar interesse por este terror? Pelo poster, por exemplo. Ah, mas os posters para este filme também fazem blefe! ;) Conheço pelo menos 2, um é o oficial do IMDB e o outro - melhor, na minha opinião - é o poster presente na ficha aqui do Cineplayers. Ambos cumprem bem a missão de esconder o jogo do filme, pois o do IMDB fá-lo parecer uma adaptação de video game com cheiro a Silent Hill e o do Cineplayers faz parecer um filme bem diferente, talvez sobre o lado negro da natureza humana (além do belo jogo de palavras entre weekeend e end). Então, que pode fazer o espetador? Ver o trailer? Pode...só que o trailer também não denuncia o "vilão" do filme! :D O trailer, embora mais concreto, é ambíguo o suficiente para não entregar o ouro, se é que me entendem. Então quê, o espetador deve ler a sinopse? Não exatamente, porque as (boas) sinopses para este filme também não revelam demasiado, yay! A sinopse do IMDB, por exemplo, é tão ambígua que pode dar a entender 1000 coisas. E a sinopse que eu escrevi...bem, é aquela coisa...como já dei a entender antes, tive dificuldade a fazer a sinopse, tanto que escrevi uma pequena bagunça que o Cineplayers preferiu arrumar (acho eu).

Ainda sobre a sinopse, mas continuando a explicar porque é que eu achei All Girls Weekend bom, a minha sinopse original tinha umas 5 perguntas a tentar deixar a dúvida sobre quem é o "vilão" do filme, justamente porque essas 5 perguntas me passaram pela cabeça durante a sessão - e adorei que o filme me fizesse colocar essas questões! Mas também coloquei essas perguntas porque é difícil terminar a sinopse. Se eu terminasse com "tudo começa a correr mal", daria a entender que o filme é um daqueles Terrores em que o pessoal vai a um local, tudo corre mal e o "vilão" acaba por ser os elementos. Esse sub-género do terror existe, como se pode ver em Pânico em Alto Mar, 119 Graus, Pânico na Neve e outros. E eu não queria dar a entender que o filme era isso. Mas se eu terminasse com "Mas tanto azar parece suspeito.", creio que haveria um risco muito grande de o espetador pensar que o "vilão" do filme seria o ser humano. Ou um ser humano que gosta de torturar psicologicamente os outros, vá. Também há filmes de terror assim. A questão é que, uma vez que eu queria que o espetador se sentisse tão intrigado pelo filme como eu me senti enquanto o via, tinha de deixar a dúvida no ar. Daí ter escrito as 5 perguntas. Pode ter sido má ideia, claro. Mas pareceu-me a melhor...ok, esqueçam, não é a melhor...pareceu-me a menos pior opção. A sério.

Muito bem, está explicado. Agora deixemos o material de propaganda de lado e passemos só ao filme e a mais nada. Como já disse, ao longo do filme, as perguntas iam passando pela minha cabeça porque eu, com efeito, nem percebia que tipo de filme de terror estava a ver. E isso foi fantástico, porque me senti quase tão perdido como as próprias personagens! Wow, bom trabalho, sr. Simon! Adiante...lembro-me da cena em que as moças chegam ao miradouro. Nada de especial, não é? Pois não. Mas depois elas começam a tentar voltar, e aí eu estava completamente à mercê do filme. Que iria acontecer, há um monstro na floresta? Um homem a tentar assustar as moças? A maldição do moinho? Ou será tudo causado pela, caham, "burrice" das personagens que não se preveniram o suficiente? Será que, no final, tudo o que correu mal seria uma alucinação de uma personagem devido à privação de alimento e de bebida? Juro que cheguei a pensar que era isso. Tudo porque o roteiro, com inteligência, ia deixando umas pistas aqui e ali a tentar apoiar cada uma das minhas teorias, mas sem nunca confirmar nenhuma. O que, para mim, funcionou bem.

Quando Annie feriu a perna, eu pensei que o mais provável seria o filme investir no enredo de "tudo corre mal". E fazia sentido, porque as moças não tinham quase nada para tratar de Annie e impedir que ela sangrasse até morrer. Mas depois apareceu a cabana no meio da floresta! Fiquei confuso; seria afinal um daqueles filmes do sub-género "cabin in the woods"? De repente parecia ser. Mas não, surpresa! O filme continua a causar a dúvida, pois as moças saem depois da cabana e não dão a entender que vão voltar. Bacana, hem? Depois passam pelo moinho. Aí eu pensei: "Será que afinal a culpa de tudo é da maldição do moinho?". Parecia ser. Mas eis que, finalmente, o roteiro decide mostrar um pouco mais sobre o "vilão" do filme! E mesmo ao mostrar, ainda deixa espaço suficiente para interpretação!


Aviso: aconselho sinceramente, vivamente e veementemente, qualquer pessoa que ainda não tenha visto o filme a não ler o comentário a partir daqui, pois saber à partida quem é o "vilão" é das piores coisas que um cinéfilo pode fazer antes de ver este filme.


A morte de Stephanie é, então, o filme a conceder ao espetador uma maior visão do "vilão" do filme. Aí, percebe-se perfeitamente: há qualquer coisa de sobrenatural naquela floresta. Isto não é um filme do género "tudo corre mal" ou filme sobre humanos a torturar humanos; é, sim, um filme sobre uma força sobrenatural que tem estado presente desde o início. Não há outra explicação para a morte nada normal de Stephanie. Quer dizer, até há...desde que o filme se passe na cabeça alucinada de uma personagem. Mas também pode não ser isso! Ah, que delícia, este filme vai continuar a intrigar até ao final! Gosto disso, venha mais! Pois, e vem mais...as moças que sobreviveram seguem caminho. Várias coisas se passam. Nancy desaparece, Gem morre...e o que acontece quando Gem morre? Daniela, numa cena com grande impacto devido à situação e ao silêncio ensurdecedor que se segue à pergunta que ela grita aos céus, grita a tal pergunta! Ok, claramente Daniela sabe desde há algum tempo que há um elemento extra naquela história! Mas que elemento? Ainda não se percebeu. Bacana! Mas...o que vai acontecer agora, se Daniela é a única sobrevivente? O espetador, se tudo tiver corrido bem, vai pensar exatamente o mesmo. E vai adorar a sensação de desorientação que All Girls Weekend está a passar usando a simples técnica de esconder o seu jogo. Tão simples e, contudo, tão eficaz...assim gosto! :)

Não seria mentira dizer que gostei bastante da reta final do filme, mesmo depois de dissipadas todas as dúvidas. Obrigada por Nancy, Daniela acaba por eliminar a ambiguidade do filme e finalmente sabe-se quem era o "vilão" do filme e como este funcionava. Gostei da resposta, sem dúvida, nem cliché demais nem rebuscada demais. Agora, também é verdade que a parte mais para o final do filme começa a ter cenas que ficam muito mal para uma obra que mostrou bastante qualidade até aí. A cena do urso atrás de Nancy ficou um pouco mal feita e...por favor, dá um tempo, Daniela está amarrada por ramos de árvores?! A sério? Não havia nada mais ridículo do que isso?! Vai bugiar, caramba! All Girls Weekend esteve tão bem até aí e de repente colocam um pormenor tão tonto? Bof! E não me interessa se as árvores da floresta eram mágicas por a floresta estar "viva", não há desculpa para Nancy amarrar Daniela daquela maneira tão estranha, pois Nancy não sabia que a floresta estava viva. Não podia saber que floresta podia agarrar Daniela por vontade própria. Não, detestei esse pormenor. Mas o final foi satisfatório o suficiente, na minha opinião. Tem um pouco o cliché de "lá vamos nós outra vez!", típico dos filmes de terror. Mas posso dizer sem mentira que, desta vez, esse tipo de final deixou-me minimamente desconfortável. Eu não rolei os olhos ao ver Nancy expressar esse cliché, senti realmente um desassossego devido à promessa que ela fez. O que é um feito de Lou Simon, acho eu.

Tudo isto é razão mais que suficiente para eu considerar All Girls Weekend uma possível pérola do cinema de Terror B. Agora, pode-se colocar a questão: e sem o fator surpresa, o filme é assim tão bom? Pergunta legítima. E a resposta é...até que não. :P Não é que eu não tenha apreciado outras qualidades do filme, como alguns arrepiantes planos da floresta - as florestas são sempre o meu ponto fraco nos terrores, basta um diretor filmar bem a floresta e eu já gosto! - e as atuações razoáveis. Razoaveizinhas, pronto. Mas duvido seriamente que eu fosse gostar tanto do filme se soubesse com antecedência qual é o jogo que ele está a esconder. É possível que, revisto, seja bem pior. Repito que o filme tem outras qualidades, mas honestamente diria que o interesse do filme para mim esteve 90% no mistério, na sensação de desorientação...e apenas 10% noutros fatores. É, não o acho exatamente o filme ideal para ver se já se souber o que se está ali a passar. Mas em condições normais - ou seja, quando o espetador não souber quase nada sobre o filme antes de o ver, já que o trailer, poster e sinopse são ambíguos - até funciona como uma boa sessão.

Também se pode perguntar se a ambiguidade não é destruída com a cena inicial. Bem, até que pode ser, se o espetador refletir um pouco sobre essa cena. O que é legítimo. Mas se o espetador preferir deixar-se levar pelo que tem à sua frente naquele momento (epicurismo, talvez? Nem sei...), então a dúvida fica lá até à reta final do filme, com Daniela a explicar tudo. E, francamente, eu acho a cena inicial ambígua o suficiente. Talvez por eu preferir ver o que o filme me apresenta em vez de me preocupar com o que ele vai fazer a seguir, não sei...

Em jeito de conclusão, escrevo: caro espetador hipotético, não é arriscar muito dar uma chance a All Girls Weekend, e não te esforces para saber que tipo de terror este é. Porque o seu jogo é muito esse: o de deixar o espetador quase tão perdido como Daniela, Nancy, Gem, Stephanie e Annie estão.

Ou não estarão?!
Ah, a arte de esconder o jogo! Só assistindo se descobre...;)

Por Paulo Faria Esteves, em 03/03/2018 Avaliação:               7.5
Notas - Equipe
•  Média -
Notas - Usuários
aguardando 3 votos
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Cineplayers não se responsabiliza pelo conteúdo deste comentário. Ajude-nos a manter a integridade do conteúdo. Se você tiver provas de cópia ou plágio do texto, entre em contato conosco, denunciando (passe o link do material original).
 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
• #45 60 anos de Tim Burton
• #44 Meu Amigo Totoro
• #43 Missão: Impossível - Efeito Fallout
• #42 Filmes da Sessão da Tarde
• #41 Batman: O Cavaleiro das Trevas
• #40 100 anos de Ingmar Bergman
• #39 Os Incríveis 2
• #38 Era Uma Vez no Oeste
• #37 Jurassic Park e Jurassic World
• #36 O Bebê de Rosemary
• #35 A Noite dos Mortos-Vivos e Despertar dos Mortos
• #34 Han Solo: Uma História Star Wars
• #33 Deadpool 2
• #32 Um Corpo que Cai
• #31 Stephen King no Cinema
• #30 Vingadores: Guerra Infinita
• #29 A Franquia 007
• #28 Um Lugar Silencioso
• #27 2001: Uma Odisseia no Espaço
• #26 Jogador Nº1
• #25 Planeta dos Macacos
• #24 Quentin Tarantino
• #23 75 anos de David Cronenberg
• #22 Projeto Flórida
• #21 Trama Fantasma
• #20 Três Anúncios Para um Crime e Lady Bird
• #19 Oito e Meio de Fellini
• #18 A Forma da Água
• #17 The Post e os filmes de Jornalismo
• #16 Indicados ao Oscar 2018!
• #15 20 Anos de Titanic
• #14 Nostalgia Cinéfila - Especial 15 Anos!
• #13 Melhores de 2017
• #12 Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi
• #11 Especial Natalino
• #10 Assassinato no Expresso Oriente
• #9 Onde os Fracos Não Têm Vez
• #8 Liga da Justiça
• #7 Stranger Things
• #6 45 anos de O Poderoso Chefão
• #5 Branca de Neve e os Sete Anões
• #4 Halloween
• #3 Blade Runner / Blade Runner 2049
• #2 De Volta Para o Futuro
• #1 Os Goonies
• #0 O Piloto
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 All Girls Weekend
(All Girls Weekend, 2016)
 MAIS COMENTÁRIOS
• O Predador (2018), por Danilo Calazans
• A Condenação (2010), por Bersilionin Gonçalves Costa Junior
• A Última Sessão de Cinema (1971), por Matheus Darswik
• Crô em Família (2017), por Victor Mendonça
• Guerra ao Terror (2008), por Matheus Darswik
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE