FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
COMENTÁRIO

Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola

(Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola, 2017)
Por Daniel Oliveira Avaliação:         4.0
Este comentário é recomendado pela equipe Cineplayers.

O politicamente correto impera em tempos atuais. Basta você fazer uma piada de humor negro em suas redes sociais e certamente uma discussão será gerada entre aqueles que defendem esse tipo de humor e os que repudiam, quase nunca chegando a um denominador comum, que de certo não existe. Eu, particularmente, penso que o excesso de pudor poda a criatividade, e isso nunca é bom quando falamos de artes como literatura e cinema.

Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola é uma adaptação do livro homônimo escrito pelo humorista e apresentador Danilo Gentili (Mato Sem Cachorro), que também estrela o filme, conhecido justamente por seu humor ácido e "anarquista", por assim dizer. A trama acompanha dois garotos que estão prestes a se formar no ensino fundamental, Bernardo (Bruno Munhoz) e Pedro (Daniel Pimentel), e que, após encontrar uma caixa cheia de bugigangas dos anos 80, resolvem partir em busca do dono (Gentili) para então se tornarem os piores alunos da escola. Uma premissa tola, mas que se bem desenvolvida, poderia soar interessante.

Podem esperar por piadas de mal gosto, humor escatológico, sem censura ou qualquer pudor (há piadas até com pedofilia). Essa é a proposta do longa. No entanto, ao produzir o politicamente incorreto pelo politicamente incorreto, a obra se perde em não passar qualquer mensagem ao seu espectador, por menor que fosse. Torna-se então um filme vazio, sem grandes atrativos, ainda que claramente tente trazer um certo saudosismo dos anos 80 a sua narrativa, sem grande sucesso.

Tecnicamente falando, Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola é competente, exceto pela sua péssima mixagem de som. Todas as cenas em que há diálogos com uma trilha sonora ao fundo, são muito mal balanceadas, com a música sempre sobrepondo a fala dos atores, tornando quase impossível ouvir o que estão falando em tela, especialmente se levarmos em conta que a dicção da dupla protagonista não é tão boa.

Se há algo a se destacar, certamente é a atuação de Moacyr Franco (O Palhaço), que vive o faxineiro da escola, um personagem sem qualquer pudor, cheio de vícios e que expele um palavrão a cada duas palavras. Uma persona que nunca imaginaríamos ser vivida por Franco, e que, graças a seu talento, rouba todas as cenas que participa. É também interessante ver Carlos Villagrán (Chaves), interpretando um papel diferente do Quico, pra variar.

Os protagonistas também não comprometem no que diz respeito a atuação, mas o mesmo não podemos dizer de Gentili. Como humorista e apresentador, a quem goste e quem desgoste de seu trabalho. Eu, pessoalmente, não sou fã de seu trabalho, porém também não repudia. O certo é que, como ator de cinema, falta carisma e talento. Fica evidente a marcação das falas em seus diálogos, algo que diminui um personagem que, na teoria, deveria ser o mais interessante da história. Ainda que uma piada ou outra funcione.

Em determinado momento do filme, dois personagens quebram a quarta parede e olham para a câmera, chamando, literalmente, o público de idiota por estar assistindo tudo aquilo. Se isso não diz tudo, o que mais eu vou dizer?


Crítica originalmente publicada em meu blog pessoal:
http://www.cinefiloemserie.com.br/2017/10/critica-como-se-tornar-o-pior-aluno-da.html

Por Daniel Oliveira, em 06/01/2018 Avaliação:         4.0
Notas - Equipe
• Alexandre Koball 1.0
•  Média 1.0
Notas - Usuários
3.6/10 (23 votos)
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (1)
Por Matheus Gomes, em 03/06/2018 | 00:14:27 h
Acho que esse é o tipo de filme que se você for assistir com um olhar crítico, não tem como avaliar positivamente. Fiz questão de deixar meu cérebro guardado numa caixinha para assistir à obra e pude ignorar a cena da perseguição da van escolar (forçadíssima), a da luta entre o Gentili e o protagonista; entre outras bizarrices e conseguir sair com muitas risadas. Funcionou comigo haha. No mais, boa crítica, brother.
Comente no Facebook
Cineplayers não se responsabiliza pelo conteúdo deste comentário. Ajude-nos a manter a integridade do conteúdo. Se você tiver provas de cópia ou plágio do texto, entre em contato conosco, denunciando (passe o link do material original).
 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
• #35 A Noite dos Mortos-Vivos e Despertar dos Mortos
• #34 Han Solo: Uma História Star Wars
• #33 Deadpool 2
• #32 Um Corpo que Cai
• #31 Stephen King no Cinema
• #30 Vingadores: Guerra Infinita
• #29 A Franquia 007
• #28 Um Lugar Silencioso
• #27 2001: Uma Odisseia no Espaço
• #26 Jogador Nº1
• #25 Planeta dos Macacos
• #24 Quentin Tarantino
• #23 75 anos de David Cronenberg
• #22 Projeto Flórida
• #21 Trama Fantasma
• #20 Três Anúncios Para um Crime e Lady Bird
• #19 Oito e Meio de Fellini
• #18 A Forma da Água
• #17 The Post e os filmes de Jornalismo
• #16 Indicados ao Oscar 2018!
• #15 20 Anos de Titanic
• #14 Nostalgia Cinéfila - Especial 15 Anos!
• #13 Melhores de 2017
• #12 Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi
• #11 Especial Natalino
• #10 Assassinato no Expresso Oriente
• #9 Onde os Fracos Não Têm Vez
• #8 Liga da Justiça
• #7 Stranger Things
• #6 45 anos de O Poderoso Chefão
• #5 Branca de Neve e os Sete Anões
• #4 Halloween
• #3 Blade Runner / Blade Runner 2049
• #2 De Volta Para o Futuro
• #1 Os Goonies
• #0 O Piloto
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola
(Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola, 2017)
 MAIS COMENTÁRIOS
• A Forma da Água (2017), por Vânia Diass
• O Amor Não Tira Férias (2006), por Vânia Diass
• Precisamos Falar Sobre o Kevin (2011), por Vânia Diass
• Fragmentado (2017), por Vânia Diass
• As Pontes de Madison (1995), por Vânia Diass
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE