FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
COMENTÁRIO

Em Ritmo de Fuga

(Baby Driver, 2017)
Por Pedro H. S. Lubschinski Avaliação:               7.0
Este comentário é recomendado pela equipe Cineplayers.

Este comentário revela detalhes da história do filme.

Os dois primeiros atos são realmente bem bons e conseguem criar cenas surpreendentemente marcantes ainda que não sejam as que envolvem o personagem ao volante - o plano sequência dele indo e voltando da cafeteria; o primeiro diálogo com a garota; as máscaras de Mike Meyers -, mas aí vêm aquele terceiro ato que eu ainda não entendi bem se era a intenção do Wright realmente ferrar com o próprio filme ou se ele só vacilou e não sabia como acabar tudo.
Tenho bem menos problema com um Kevin Spacey incompreensivelmente ajudando o casal de pombinhos e sacrificando a própria vida no processo e com a babaquice do Baby em dizer que a amada "não faz parte daquele mundo" depois de arrastar ela junto em pelo menos uns cinco crimes e bem mais com o fato de a ação despirocada desse final ser bem qualquer coisa. Porque nesse ponto da história a gente já tinha visto o Wright filmar um puta plano sequência em que o lance da música ditando o ritmo da ação enquanto o Elgort interage com o cenário e aquela cena de ação com Tequila tocando, então se esperava algo realmente de cair o cu das calças no clímax, afinal, é do cara que nos deu Scott Pilgrim né...
Mas as duas primeiras partes ainda estão lá e são bem o que se espera do Wright, é tudo cool demais, com alguns diálogos, brincadeiras de montagem, e etc. que não devem nada pros melhores momentos de Scott Pilgrim ou Todo Mundo Quase Morto e que a gente vai ver bastante sendo citado pra falar do sujeito. Eu até acho que se esses bons momentos viessem invertidos, após um começo bem genérico, eu teria gostado mais. Mas como não foi o que aconteceu, resta fazer a piadinha infame sobre torcer pro Wright seguir dirigindo e na próxima se sair melhor no trabalho.

Por Pedro H. S. Lubschinski, em 31/10/2017 Avaliação:               7.0
Notas - Equipe
• Daniel Dalpizzolo 7.5
• Silvio Pilau 7.5
• Heitor Romero 7.5
• Cesar Castanha 7.0
• Rafael W. Oliveira 7.0
• Felipe Leal 7.5
•  Média 7.3
Notas - Usuários
7.7/10 (149 votos)
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Cineplayers não se responsabiliza pelo conteúdo deste comentário. Ajude-nos a manter a integridade do conteúdo. Se você tiver provas de cópia ou plágio do texto, entre em contato conosco, denunciando (passe o link do material original).
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2017) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2017)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE