FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
COMENTÁRIO

Mistério na Costa Chanel

(Ma Loute, 2016)
Por Pedro Garcia Avaliação:               7.0
Este comentário é recomendado pela equipe Cineplayers.

Este comentário revela detalhes da história do filme.

Dirigido por Bruno Dumont, "Mistério na Costa Chanel" consiste em uma experiência cinematográfica fora do lugar comum, ambientada no começo do século XX. Após o sumiço em série de turistas endinheirados, uma dupla de detetives é direcionada a uma região costeira no norte da França para investigar tal mistério. Lá encontram pescadores locais fechados e uma família burguesa excêntrica - basta notar que sua casa é construída numa arquitetura egípcia. Paralelamente a essa investigação, a chegada de Aude (Juliette Binoche) e seu filho Billie, ambos membros da abastada família, provocará mudanças na localidade, envolvendo inclusive Ma Loute, filho de um dos pescadores.

Bruno Dumont escolheu utilizar neste seu novo filme uma linguagem bastante curiosa e desafiadora. Para desferir suas críticas ao eterno tema do conflito de classes, faz uso de um tom cômico-sarcástico exageradíssimo. Os risos são o último dos objetivos do diretor ao decidir-se por esta forma de narração. Maior ainda do que o humor é o poder dessa linguagem em ridicularizar comportamentos e convenções sociais. Isso está sinalizado em diversos momentos nos quais as "piadas" são completamente destruídas, ora pela repetição, ora pelas distensões temporais.

A burguesia aristocrática não poderia ser retratada de forma mais espalhafatosa. Exuberantes trajes, gestual zombeteiro e, o que é particularmente potente devido à alta qualidade do elenco, cacoetes repletos de escárnio: as risadas de Aude Van Peteghem (Juliette Binoche, exemplar como sempre) e os gestos de mão e a corcunda de André Van Peteghem (Fabrice Luchini, em interpretação inspirada) são marcantes durante toda a história. Suas vidas são vazias em sentido, e suas existências parecem se justificar apenas em observar os pitorescos habitantes locais, a paisagem intocada e em dar festas e jantares.

Já os pescadores da vila são retratados, seguindo o "barroquismo" escolhido pelo diretor, de forma crua. Eles são os encarregados de transportar os ricos turistas e de servir suas refeições. Naturalmente, tentam sempre que possível ganhar algo em cima dos burgueses. Poderiam praticar preços abusivos. Poderiam praticar pequenos furtos. Essas duas alternativas, no entanto, são pouco para o estilo do filme. É extremamente coeso que tenha sido feita uma opção mais inusitada. No caso, a população local extrai vantagens dos turistas endinheirados os canibalizando, uma metáfora irretocável.

Entretanto nem tudo funciona tão bem em "Mistério na Costa Chanel". Há muitas pontas soltas e situações inexplicáveis no roteiro. Fica claro que a abordagem do filme não é surrealista (na qual a inexplicabilidade dos fatos é elemento essencial), já que é possível notar uma lógica interna cuidadosamente montada - de forma geral, os acontecimentos seguem todos a essa lógica. As exceções são, por exemplo, os elementos de realismo fantástico inseridos no fim do filme (os vôos), os quais em nada acrescentam à história.

Outra situação central que a trama não consegue dar tratamento adequado é a figura do personagem Billie, filho de Aude Van Peteghem. Essa é a maior falha do filme, e ela ganha proporções gigantescas porque o envolvimento de Billie com o Ma Loute é o ponto de virada dramática da obra. Fica claro que a relação dos pescadores com os burgueses da família Peteghem muda drasticamente após esse envolvimento terminar. A espécie de pacto de "não-agressão" rui, e temos na parte final da película a abasta família sendo tratada pelos locais da mesma forma que são tratados os turistas. Billie é um personagem misterioso e pouco presente durante a história. A sua caracterização é rasa e a sua confusão de gênero é sempre marcada. Embora apresente essa característica, ela em nada acrescenta à trama e muito menos ganha o tratamento de algo importante. Sua existência per se, descolada de qualquer objetivo, seja crítico ou dramático, não se sustenta, compondo um exagero não artístico, mas vicioso.

Também me parece insatisfatória a construção dos personagens Machin e, principalmente, Malfoy. Eles são a dupla de detetives que investiga o sumiço dos turistas. Eles, uma espécie de "o gordo e o magro" (clássico de humor pastelão dos EUA), parecem presentes apenas para acrescentar mais doses de comicidade extravagante. E nesse sentido o personagem de Machin até funciona e respeita a padrões comportamentais. Malfoy, em contrapartida, não foi bem construído, e suas participações na história são poucas e insignificantes.

Em suma, "Mistério na Costa Chanel" é um filme narrado de forma bastante original e ousada, contando com um elenco estrelado e inspirado. As escolhas feitas pela película são difíceis e desafiadoras, portanto não assusta que muitos elementos acabam por não funcionar plenamente. Isso não tira a validade da experimentação de linguagem feita pelo diretor Bruno Dumont. Mesmo com pontas soltas, a história envolve e certamente rende muitas conversas e reflexões, não sendo, portanto, nem um pouco ignorável.

Por Pedro Garcia , em 31/01/2019 Avaliação:               7.0
Notas - Equipe
•  Média -
Notas - Usuários
6.3/10 (12 votos)
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Cineplayers não se responsabiliza pelo conteúdo deste comentário. Ajude-nos a manter a integridade do conteúdo. Se você tiver provas de cópia ou plágio do texto, entre em contato conosco, denunciando (passe o link do material original).
 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
#69 Indicados ao Oscar 2019
#68 Creed II
#67 Vidro
#66 Homem-Aranha no Aranhaverso
#65 WiFi Ralph e O Retorno de Mary Poppins
#64 Melhores Filmes de 2018
#63 Duro de Matar
#62 Roma
#61 O Senhor dos Anéis
#60 Scarface
#59 Infiltrado na Klan
#58 Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
#57 O Legado de Stan Lee
#56 O Roteiro de Cinema
#55 Halloween (2018)
#54 O Primeiro Homem
#53 Nasce Uma Estrela
#52 Musicais no Século XXI
#51 70 anos de John Carpenter
#50 Breaking Bad - 10 Anos
#49 Neorrealismo Italiano
#48 O Exorcista
#47 Wall-E
#46 The Last of Us
#45 60 anos de Tim Burton
#44 Meu Amigo Totoro
#43 Missão: Impossível - Efeito Fallout
#42 Filmes da Sessão da Tarde
#41 Batman: O Cavaleiro das Trevas
#40 100 anos de Ingmar Bergman
#39 Os Incríveis 2
#38 Era Uma Vez no Oeste
#37 Jurassic Park e Jurassic World
#36 O Bebê de Rosemary
#35 A Noite dos Mortos-Vivos e Despertar dos Mortos
#34 Han Solo: Uma História Star Wars
#33 Deadpool 2
#32 Um Corpo que Cai
#31 Stephen King no Cinema
#30 Vingadores: Guerra Infinita
#29 A Franquia 007
#28 Um Lugar Silencioso
#27 2001: Uma Odisseia no Espaço
#26 Jogador Nº1
#25 Planeta dos Macacos
#24 Quentin Tarantino
#23 75 anos de David Cronenberg
#22 Projeto Flórida
#21 Trama Fantasma
#20 Três Anúncios Para um Crime e Lady Bird
#19 Oito e Meio de Fellini
#18 A Forma da Água
#17 The Post e os filmes de Jornalismo
#16 Indicados ao Oscar 2018!
#15 20 Anos de Titanic
#14 Nostalgia Cinéfila - Especial 15 Anos!
#13 Melhores de 2017
#12 Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi
#11 Especial Natalino
#10 Assassinato no Expresso Oriente
#9 Onde os Fracos Não Têm Vez
#8 Liga da Justiça
#7 Stranger Things
#6 45 anos de O Poderoso Chefão
#5 Branca de Neve e os Sete Anões
#4 Halloween
#3 Blade Runner / Blade Runner 2049
#2 De Volta Para o Futuro
#1 Os Goonies
#0 O Piloto
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Mistério na Costa Chanel
(Ma Loute, 2016)
 MAIS COMENTÁRIOS
• Dogville (2003), por Bersilionin Gonçalves Costa Junior
• La Luna (2011), por Bersilionin Gonçalves Costa Junior
• Looper - Assassinos do Futuro (2012), por Bersilionin Gonçalves Costa Junior
• Poderia me Perdoar? (2018), por Victor Mendonça
• Se a Rua Beale Falasse (2018), por Cassio Lopes
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2019) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2019)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE