FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
COMENTÁRIO

O Castelo Animado

(Hauru No Ugoku Shiro, 2004)
Por Luiz Fernando de Freitas Avaliação:                   9.0
Este comentário é recomendado pela equipe Cineplayers.

"Ainda que um passo aquém de suas maiores obras-primas, "O Castelo Animado" se apresenta como uma das melhores animações da Ghibli"

Com os inúmeros prêmios e bilheterias expressivas conquistados pelo estúdio Ghibli ao longo dos anos no mercado nipônico, Hayao Miyazaki atentou os olhos para o mercado exterior, depois da enorme repercussão conquistada por "A Viagem de Chihiro". Para isso escolheu adaptar a obra da escritora britânica Diana Wynne Jones, sem que com isso, perdesse sua marca e estilo tão particulares.

O enredo de "O Castelo Animado" gira em torno da personagem de Sofie, uma jovem simples e humilde que trabalha numa chapelaria, e que após um desentendimento com uma poderosa bruxa é amaldiçoada e passa a ter a aparência de uma senhora de 90 anos. Para não ser descoberta por seus familiares, foge em busca de um novo recomeço, sem esperanças de quebrar a maldição (afinal, ela não poderia contar a ninguém sobre o feitiço). O roteiro mirabolante é uma marca registrada de Miyazaki, que conseguiu adaptar a obra de forma que seu estilo não se perdesse.

Os personagens da animação, são extremamente carismáticos, apesar de complexos e tridimensionais, e com seus próprios conflitos pessoais. O destaque, além de Sofie, vai para Calcifer, o demônio de fogo mal-humorado que controla o castelo e tem uma estranha ligação com Howl, responsável pelos momentos mais engraçados da projeção. Os personagens de Miyazaki não são arquétipos do bem e do mal, como pode ser comprovado no personagem da "Bruxa das terras abandonadas" que com o poder era arrogante e gananciosa, mas após perdê-los devido a uma emboscada de Madame Suliver, se torna uma senhora até mesmo gentil.

O visual apresentado pela Ghibli é de encher os olhos, sendo que a equipe se supera a cada nova animação lançada. As cores, os detalhes, os personagens e os efeitos são de um perfeccionismo notável. Joe Hisaichi, compositor habitual de Miyazaki, realiza outro trabalho memorável, com notas belas e melancólicas, ideais ao estilo do filme.

Mesmo não sendo tão arrebatador quanto "A Viagem de Chihiro", "O Castelo Animado" é mais um trabalho marcante e original de Miyazaki. Numa jornada onde a descoberta de valores é conquistado pela companhia de seres mágicos, só nos resta render-se a esse mundo de magia e aventuras inimagináveis.

Por Luiz Fernando de Freitas, em 26/06/2012 Avaliação:                   9.0
Notas - Equipe
• Alexandre Koball 7.0
• Rodrigo Cunha 8.0
• Heitor Romero 10.0
•  Média 8.3
Notas - Usuários
8.5 (246 votos)
Top Usuários #107
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Cineplayers não se responsabiliza pelo conteúdo deste comentário. Ajude-nos a manter a integridade do conteúdo. Se você tiver provas de cópia ou plágio do texto, entre em contato conosco, denunciando (passe o link do material original).
 
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Castelo Animado, O
(Hauru No Ugoku Shiro, 2004)
 MAIS COMENTÁRIOS
• Comentários deste filme
« anterior » todos (4) « próximo »
• Outros comentários
• 8 Mile - Rua das Ilusões (2002), por Lucas Souza
• Fuga de Nova York (1981), por Cristian Oliveira Bruno
• O Martírio de Joana d'Arc (1928), por Ygor Amarante Rodrigues Gouvêa
• 42: A História de uma Lenda (2013), por Eduardo Gomes Beserra
• Silent Hill: Revelação (2012), por Eduardo Gomes Beserra
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2014) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
MAPA DO SITE
ANUNCIE CONOSCO