FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS HOME CINEMA TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
COMENTÁRIO
O Grande Ditador
(Great Dictator, The, 1940)
Por Carlos Wjuniski Santa Mônica Jr. Avaliação:                     10.0
Este comentário revela detalhes da história do filme.

Charles Chaplin e sua magia em modificar o episódio mais trágico da História em uma linda comédia


A guerra

A Segunda Guerra Mundial ficou na história por ser altamente desumana e ocasionar muitas mortes, uma verdadeira chacina em populações diferentes, principalmente os judeus, grupo que me incluo, a guerra é tão brutal que a definição dada por Marlon Brando no maravilhoso final de Apocalypse Now (apesar de se ambientar em outra guerra, a do Vietnã) é a mais fiel possível, porque nada a explica, o objetivo da guerra se perde quando ela começa.
Essa Segunda Guerra foi cenário de muitos filmes em todo mundo, um dos mais recentes, o Bastardos Inglórios, do Quentin Tarantino, também satirizou o exército nazista e a maior figura desse fato, Hitler. Digo, também satirizou porque O Grande Ditador faz isso com maestria.


Chaplin e sua obra

Charles Chaplin sempre protagonizava, dirigia e roteirizava seus filmes, com este não foi diferente, o inglês que teve uma infância difícil, enfrentando um problema muito conhecido em todo mundo, a pobreza, se tornou um dos maiores gênios do cinema. Há rumores que alegam que Chaplin era judeu, independente de ser ou não, a guerra o tocou profundamente e ele projetou esse espetáculo que é O Grande Ditador. Somente Chaplin para fazer um lindo filme de uma ferida dolorosa na humanidade, ainda com grandes pitadas de humor, fazendo dois papéis opostos, o do barbeiro judeu e um Hitler satirizado.
O personagem título é Adenoid Hynkel, um louco temperamental que pensa ter o mundo em suas mãos, essa alusão pode ser vista na bela cena do ditador brincando com o globo do mundo, mostrando que seu personagem, como Hitler, não tinha ideia dos absurdos que fazia e muito menos valores humanitários.
Já o barbeiro era o típico tramp que estava presente nos filmes do Chaplin, atrapalhado, confuso e dono de um coração imenso, ingênuo e alheio à guerra, o barbeiro torna a sua fuga, do exército nazista, uma diversão aos espectadores.
Com vários elementos hilários e dotados de sarcasmo, como o encontro do pseudo Hitler com o pseudo Mussolini, O Grande Ditador é um filme ímpar, só que o que o faz um filme extraordinário é o discurso final.


O discurso final, o desabafo de Chaplin

Nesse filme Chaplin finalmente fala, Chaplin sempre foi magnífico sem usar nenhuma palavra em seus longas, sua linguagem dizia muitas coisas sem formar nenhum som. Só que O Grande Ditador tem excelentes diálogos e seu tradicional tramp faz um dos maiores discursos que o cinema já viu. Com um texto inspirado, o barbeiro, ao ser iludido com o ditador (acontecimento irônico, dando a entender que o somos muito mais parecidos do que podemos imaginar), faz um discurso, na verdade é nesse momento que não fala o personagem, fala o homem, Chaplin, olhando para câmera com vivacidade, falando diretamente com o espectador, Chaplin faz uma análise sobre o que nós precisamos, onde está a beleza da vida, completamente avessa à guerra, que parte quando ela se aproxima, as palavras de Chaplin ecoam no coração de todos nós, não há como não se sentir tocado, é marcante e arrepia.


"Eu não sei com que armas a Terceira Guerra Mundial acontecerá, mas a Quarta Guerra será lutada com paus e pedras."
Albert Einstein

Por Carlos Wjuniski Santa Mônica Jr., em 02/08/2011 Avaliação:                     10.0
Notas - Equipe
• Alexandre Koball 9.0
• Daniel Dalpizzolo 8.0
• Rodrigo Cunha 9.0
• Régis Trigo 8.0
• Silvio Pilau 8.0
• Emilio Franco Jr. 10.0
• Vlademir Lazo 8.5
• Heitor Romero 9.0
• Rodrigo Torres de Souza 9.5
•  Média (Top Editores #39) 8.8
Notas - Usuários
9.1 (613 votos)
Top Usuários #5
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Cineplayers não se responsabiliza pelo conteúdo deste comentário. Ajude-nos a manter a integridade do conteúdo. Se você tiver provas de cópia ou plágio do texto, entre em contato conosco, denunciando (passe o link do material original).
 
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Grande Ditador, O
(Great Dictator, The, 1940)
 MAIS COMENTÁRIOS
• Comentários deste filme
« anterior » todos (17) « próximo »
• Outros comentários
• O Sonho de Wadjda (2012), por Rui Alves de Sousa
• Instinto Materno (2013), por Rui Alves de Sousa
• O Homem que Sabia Demais (1956), por Rui Alves de Sousa
• No Mundo de 2020 (1973), por Rui Alves de Sousa
• Um Alguém Apaixonado (2012), por Guilherme Machado
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2014) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
MAPA DO SITE
ANUNCIE CONOSCO