FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS HOME CINEMA TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
CRÍTICA
Aos Treze
(Thirteen, 2003)
Por Andy Malafaya Avaliação:         4.0
Um retrato de como os adolescentes podem entrar para a vida marginal de maneira fácil.

Christiane F. fez escola. Se a menina de 13 anos, drogada e prostituída, marcou toda uma geração na década de 80 (tanto o livro quanto o filme), agora ela tem uma sucessora. É a atriz Rachel Evan Wood, ou melhor, Tracey, sua personagem no longa de estréia de Catherine Hardwicke. Tracey é uma adolescente normal como qualquer outra - veste-se como as meninas de sua idade, possui bichinhos de pelúcia e ainda tem aquele ar angelical. Mas ao se sentir inferiorizada na escola por garotas moderninhas e mais "descoladas", acaba se aproximando da mais popular delas, Evie (Nikki Reed, que é uma das autoras do roteiro baseado em suas próprias experiências), uma garota que acaba levando a inocente Tracey para um mundo envolvendo drogas, sexo e pequenos crimes.

O que deveria ser uma interessante visão sobre como os jovens atualmente se desvirtuam em uma sociedade cada vez mais rala, puritana, hipócrita e voltada para o mundo da beleza e do consumo, acaba se tornando um trabalho incapaz de fazer uma observação mais profunda e eficaz sobre o assunto. As situações criadas pelo roteiro são inverossímeis e a constante tentativa de forçar a barra (o desenvolvimento da história parece uma colagem de fatos pretensiosamente chocantes que não se alinham direito) acabam por diluir o conteúdo - Hardwicke tenta criar um clima de realidade, usando câmeras digitais principalmente, mas consegue no máximo aproximar seu filme do mundo-cão dos noticiários da tevê.

Evan Rachel Wood, mesmo elogiadíssima pela crítica no papel, esforça-se em um papel superficial (até mesmo a sua transformação soa falsa, por culpa do roteiro) e a moça acaba sendo diminuída em cena pela colega Nikki Reed (que parece ser a irmã mais nova de Eva Mendez). Quem se sobressai mesmo é Holly Hunter, como a mãe esforçada, mas ao mesmo tempo bastante relapsa na criação dos filhos, além de ter um envolvimento amoroso com um viciado. Hunter rouba todas as cenas em que aparece e, mesmo recorrendo a alguns clichês (unhas sujas, nudez gratuita), acaba sendo o alívio em meio a um filme tão fraco. Hunter inclusive chegou a ser indicada ao Oscar de atriz coadjuvante.

Curioso é como constatar que a sociedade se torna cada vez mais moralista. Há mais de 20 anos a nossa garotinha, Christiane F., fazia coisas muito mais fortes do que esconder um piercing da mãe. Sinal dos tempos.

Por Andy Malafaya, em 03/11/2004 Avaliação:         4.0
Notas - Equipe
• Alexandre Koball 0.0
• Daniel Dalpizzolo 4.0
• Rodrigo Cunha 4.0
• Priscila Sampaio 5.0
• Régis Trigo 7.0
• Silvio Pilau 8.0
• Emilio Franco Jr. 7.0
• Heitor Romero 4.0
•  Média 4.9
Notas - Usuários
5.6 (330 votos)
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Todas as informações aqui contidas são propriedades de seus respectivos produtores. Sugestões? Reclamações? Elogios? Faça valer sua opinião, escreva-nos!
 
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Aos Treze
(Thirteen, 2003)
• Direção:
- Catherine Hardwicke
• Elenco Principal:
- Evan Rachel Wood
- Vanessa Hudgens
- Sarah Clarke
• Sinopse: Tracey é uma adolescente normal como qualquer outra - veste-se como as meninas de sua idade, possui bichinhos de pelúcia e ainda tem aquele ar angelical. Mas ao se sentir inferiorizada na escola por garotas moderninhas e mais "descoladas", acaba se a...
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2014) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
MAPA DO SITE
ANUNCIE CONOSCO