FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
CRÍTICA

As Filhas do Fogo

(Las hijas del fuego, 2019)
Por Francisco Carbone Avaliação:                 8.0
Labaredas libertárias.
imagem de As Filhas do Fogo
Raras vezes o circuito de cinema tem o privilégio de descortinar propostas não apenas novas, como também importantes e bem-vindas; parece clichê e é, mas ele se faz necessário diante da possibilidade cada vez menor de encontrar diferenciação de segmentos em tempos de crise como a atual, onde a aposta é descartada em detrimento à segurança. Ao ter contato com o longa de Albertina Carri e constatar seu arrojo de linguagem, de proposta dramática e de sua ousadia temática e imagética, a primeira opção de observação deveria ser o privilégio por estar diante de tamanha audácia, ou cobrar do produto final não apenas coerência, como também clareza dramatúrgica que desse uma moldura de correção a uma obra que claramente abdica de uma?

A personagem que se masturba em close logo no início de projeção é a mesma que declara logo a seguir em off "o problema não é a representação do corpo, mas como esse corpo vira representação e paisagem na frente da câmera", e partir desse seu discurso o filme se posiciona e tenta travar diálogo, com uma busca progressiva de desconstrução de signos de arquétipos estéticos femininos, onde também logicamente um vasto discurso feminista será empreendido através da imagem, com muito mais força do que a própria palavra. Não é de se estranhar que essa mesma personagem é uma diretora que acaba de voltar à sua cidade com uma ideia de fazer um filme pornográfico de teor lésbico, e esse alter ego que Carri constrói aos poucos começa a explorar as muitas possibilidades de realização, ao mesmo tempo em que tem sua própria relação com a namorada testada.

Apresentado em esquema de road movie, As Filhas do Fogo não é apenas o título do filme, como também a alcunha que ganharam as primeiras mulheres a embarcar para regiões geladas, como a Antártida, apresentadas com o pioneirismo que as próprias personagens pretendem aos poucos assegurar também para si. O casal protagonista antes de cair na estrada (com a desculpa narrativa de visitar a mãe de uma delas) se envolve com um terceiro elemento, sexualmente e amorosamente. Logo, o casal se transforma em trio e cai na estrada. Ao longo da viagem, elas passam a dar carona à todas as mulheres que queiram a elas se juntar e assim vão criando um microcosmos ao mesmo tempo ideal para elas como completamente onírico e sensual, agregando tipos físicos dos mais diversos para provar uma ideia de diversidade completamente pertinente ao nosso tempo, e didaticamente pontuando a gama de possíveis personas femininas que podem caber no pensamento, sem estereotipar nenhuma.

Sem medo de provocar, Carri reivindica pra si a atividade de sua protagonista e aos poucos constrói ela mesma sua própria visão de filme pornô, começando da forma mais delicada e íntima até ir livrando gradualmente os mínimos dogmas que pudessem existir naquele universo ao propor uma visão sem qualquer pudor do poliamor, da prática do amor livre e de uma vida em comunidade plena de prazer. Com cenas conceitualmente polêmicas (como uma orgia no altar de uma igreja, com imagens católicas por testemunhas de um jogo de iniciação), As Filhas do Fogo é parte integrante de um movimento de cinema que une performance e captura de imagens, dando tanto relevo às suas situações e personagens quanto ao balé de corpos e imagens que é criado para dar ênfase à um pensamento. Aqui no caso parece ser uma retirada dos estigmas que o feminino ainda carrega, colocando suas integrantes dentro de uma linha de normalidade, e que nenhuma das peoas desse tabuleiro deixem de conquistar protagonismo em algum momento, com seus corpos e rostos fora dos padrões e tratados em igual condições.

Se no ato final impera a exacerbação do experimentalismo estético e narrativo, é porque o longa de Albertina Carri desde o princípio trafegou por esse caminho até que sua proposta fosse completamente assimilada pelo público. A partir daí, as perguntas começam a não precisar de respostas e o longa se encaminha para coroar essas performances em seus estados naturais, sem cobrar significação a elas. Trata-se portanto da constatação de um grito de liberdade, de uma identidade fílmica transgressora para cobrar uma postura tanto de si mesmas quanto da própria indústria, com seu take final coroando a liberdade que cada uma das personagens adquirem ao longo do filme e que precisam firmar enquanto alcance de direitos, não só no cinema, como principalmente na sociedade.
Por Francisco Carbone, em 11/03/2019
Avaliação:                 8.0
Notas - Equipe
• Francisco Carbone 8.0
•  Média 8.0
Notas - Usuários
aguardando 3 votos
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Todas as informações aqui contidas são propriedades de seus respectivos produtores. Sugestões? Reclamações? Elogios? Faça valer sua opinião, escreva-nos!
 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
#69 Indicados ao Oscar 2019
#68 Creed II
#67 Vidro
#66 Homem-Aranha no Aranhaverso
#65 WiFi Ralph e O Retorno de Mary Poppins
#64 Melhores Filmes de 2018
#63 Duro de Matar
#62 Roma
#61 O Senhor dos Anéis
#60 Scarface
#59 Infiltrado na Klan
#58 Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
#57 O Legado de Stan Lee
#56 O Roteiro de Cinema
#55 Halloween (2018)
#54 O Primeiro Homem
#53 Nasce Uma Estrela
#52 Musicais no Século XXI
#51 70 anos de John Carpenter
#50 Breaking Bad - 10 Anos
#49 Neorrealismo Italiano
#48 O Exorcista
#47 Wall-E
#46 The Last of Us
#45 60 anos de Tim Burton
#44 Meu Amigo Totoro
#43 Missão: Impossível - Efeito Fallout
#42 Filmes da Sessão da Tarde
#41 Batman: O Cavaleiro das Trevas
#40 100 anos de Ingmar Bergman
#39 Os Incríveis 2
#38 Era Uma Vez no Oeste
#37 Jurassic Park e Jurassic World
#36 O Bebê de Rosemary
#35 A Noite dos Mortos-Vivos e Despertar dos Mortos
#34 Han Solo: Uma História Star Wars
#33 Deadpool 2
#32 Um Corpo que Cai
#31 Stephen King no Cinema
#30 Vingadores: Guerra Infinita
#29 A Franquia 007
#28 Um Lugar Silencioso
#27 2001: Uma Odisseia no Espaço
#26 Jogador Nº1
#25 Planeta dos Macacos
#24 Quentin Tarantino
#23 75 anos de David Cronenberg
#22 Projeto Flórida
#21 Trama Fantasma
#20 Três Anúncios Para um Crime e Lady Bird
#19 Oito e Meio de Fellini
#18 A Forma da Água
#17 The Post e os filmes de Jornalismo
#16 Indicados ao Oscar 2018!
#15 20 Anos de Titanic
#14 Nostalgia Cinéfila - Especial 15 Anos!
#13 Melhores de 2017
#12 Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi
#11 Especial Natalino
#10 Assassinato no Expresso Oriente
#9 Onde os Fracos Não Têm Vez
#8 Liga da Justiça
#7 Stranger Things
#6 45 anos de O Poderoso Chefão
#5 Branca de Neve e os Sete Anões
#4 Halloween
#3 Blade Runner / Blade Runner 2049
#2 De Volta Para o Futuro
#1 Os Goonies
#0 O Piloto
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Filhas do Fogo, As
(Las hijas del fuego, 2019)
• Direção:
- Albertina Carri
• Elenco Principal:
- Cristina Banegas
- Andres Ciavaglia
- Sofía Gala
• Sinopse: Bem no fim do mundo, três mulheres se encontram por acaso, começando uma jornada poliamorosa que irá transformar as suas vidas. Uma viagem ao longo de estradas e através do tempo que se transforma em pura alegria, rios de prazer e diversão. Elas lent...
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2019) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2019)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE
Apoiadores
Promobit: O site para encontrar aquela promoção imperdível