FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
CRÍTICA

Creep 2

(Creep 2, 2017)
Por Francisco Carbone Avaliação:           5.0
Tudo nos ombros de Josef.
imagem de Creep 2
É estranho observar a abrangência popular de um título como Creep, um terror mais curioso que necessariamente assustador de 2 anos atrás. Sem passar pelos cinemas, o filme adquiriu um status cult que permitiu uma continuação a ganhar vida. Sabendo do impulso e a visibilidade que o original tinha alcançado, a Netflix preparou esse segundo encontro com o psicopata sincero Josef, vivido por Mark Duplass, que já tinha fãs ardorosos aguardando a estreia desde o anúncio da produção, num processo muito veloz de assimilação de uma... 'marca', porque não? Sem saber necessariamente o que o público queria de volta, o roteiro constrói uma outra personagem espelho ao de Duplass, que expande o discurso do mesmo às raias do inesperado. Mas é curioso observar que mesmo um produto livre da obrigação do retorno financeiro claro e imediato como é uma produção exclusiva de um canal de streaming sofre de uma certa observação sobre o politicamente correto, tirando um tanto de naturalidade e injetando ao mesmo tempo uma ironia fina, talvez num contraste provocado.

Numa estrutura de câmera na mão, que é constantemente manipulada por um dos dois personagens do filme, não se trata de mais um 'found footage' (a técnica que Atividade Paranormal ajudou a difundir e divulgar no cinema), mas sim de um falso documentário - o 'mockumentary' - que justamente irá unir os dois perdedores protagonistas, uma pretensa cineasta que ganha a vida com uma webserie no YouTube assistida por quase ninguém e um serial killer em crise existencial após 40 assassinatos. Como ambos estão em momento de acerto de contas com suas trajetórias, acabam se unindo depois que o assassino propõe a ela um trabalho imperdível: acompanhá-lo por 24 horas, e então filmar sua morte. Seria um grande final pra ele e um grande começo para ela, e ambas as histórias seriam resolvidas. Mas óbvio que nada é tão certinho assim no que contam os personagens, um ao outro e também ao espectador.

Mas o filme meio que decalca a estrutura de ação do primeiro, o serial killer Josef e sua vítima da vez, em ambos os casos cinegrafistas que se prestam ao sadismo de filmar um louco. Se no primeiro Aaron ia atrás de um anúncio de classificado simples, dessa vez a obstinada Sara tem apenas em mente deslanchar como YouTuber. Como o recorte é bem parecido, caberia ao diretor Patrick Brice jogar molho em Josef, que não podemos negar que seja um assassino cheio de carisma. Seduzindo público e futuras vítimas com uma desconcertante sinceridade, o trabalho de Duplass é memorável e se refina aqui, porque o personagem se encontra no auge da elegância e da lábia, apesar de tudo. Os problemas provenientes de Creep 2 não são nunca da ordem dele, que faz um trabalho exemplar e consegue mais uma vez uma interessante parceria, agora com Desiree Akhavan a química se repete e logo o jogo entre eles se mostra sedutor uma vez mais, com o plus de que Josef anuncia a própria morte de cara.

O que o ator Mark Duplass faz de especial pelo filme, o roteirista Mark Duplass desfaz. Escrito de novo a quatro mãos junto do diretor, o ato de repetir o arco poderia até não ser um problema tão grande se ao menos o combo direção + roteiro não parecesse tão perdido entre o que querem contar e o que precisam contar. Sem uma estrutura de planos minimamente interessante, a direção de Brice se não é burocrática com todas as letras, também não alimenta nenhuma discussão longa. Uma cena de nu frontal parecia apontar para um esforço de falar além do que a trama precisa, mas essa cena surpreende o espectador tão rapidamente quanto se mostrar não tão adequada, já que no minuto seguinte a esse esforço o filme tem uma virada machista e até ligeiramente misógina em relação a personagem Sara; triste é perceber que em tempos politicamente corretos, a equipe do filme com certeza o vê da forma mais correta possível, quando o cerceamento dos direitos iguais aos personagens diz exatamente o contrário. Aos poucos, mesmo a situação envolvendo a coragem de Sara (a personagem não tem medo de nada) depõe contra uma das metas desse tipo de filme, que é gerar medo. Quando a vítima não sente, porque o espectador sentiria?

No fim das contas, essa aparente franquia do maníaco Josef parece apenas contribuir para a manutenção do talento como ator de Mark Duplass do que outra coisa qualquer. Do primeiro filme, restou a novidade e a apresentação do personagem principal; desse segundo, a manutenção desse mesmo personagem. Do conjunto dos dois, não consigo salvar uma narrativa necessariamente excitante ou uma pegada mais original que justifique a empolgação geral. Resta um excelente personagem, que merecia algo além do que as emoções baratas que o gênero oferece tão facilmente e que nesse segundo nem são uma constante. Se tem algo muito curioso a se observar nas duas partes é a absoluta torcida que o espectador empreende por um homem que de fato é o vilão, pois no fim das contas ele é a fonte inesgotável de charme do produto.
Por Francisco Carbone, em 30/12/2017
Avaliação:           5.0
Notas - Equipe
• Alexandre Koball 5.0
• Daniel Dalpizzolo 5.0
• Francisco Carbone 5.0
•  Média 5.0
Notas - Usuários
5.1/10 (18 votos)
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Todas as informações aqui contidas são propriedades de seus respectivos produtores. Sugestões? Reclamações? Elogios? Faça valer sua opinião, escreva-nos!
 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
#55 Halloween (2018)
#54 O Primeiro Homem
#53 Nasce Uma Estrela
#52 Musicais no Século XXI
#51 70 anos de John Carpenter
#50 Breaking Bad - 10 Anos
#49 Neorrealismo Italiano
#48 O Exorcista
#47 Wall-E
#46 The Last of Us
#45 60 anos de Tim Burton
#44 Meu Amigo Totoro
#43 Missão: Impossível - Efeito Fallout
#42 Filmes da Sessão da Tarde
#41 Batman: O Cavaleiro das Trevas
#40 100 anos de Ingmar Bergman
#39 Os Incríveis 2
#38 Era Uma Vez no Oeste
#37 Jurassic Park e Jurassic World
#36 O Bebê de Rosemary
#35 A Noite dos Mortos-Vivos e Despertar dos Mortos
#34 Han Solo: Uma História Star Wars
#33 Deadpool 2
#32 Um Corpo que Cai
#31 Stephen King no Cinema
#30 Vingadores: Guerra Infinita
#29 A Franquia 007
#28 Um Lugar Silencioso
#27 2001: Uma Odisseia no Espaço
#26 Jogador Nº1
#25 Planeta dos Macacos
#24 Quentin Tarantino
#23 75 anos de David Cronenberg
#22 Projeto Flórida
#21 Trama Fantasma
#20 Três Anúncios Para um Crime e Lady Bird
#19 Oito e Meio de Fellini
#18 A Forma da Água
#17 The Post e os filmes de Jornalismo
#16 Indicados ao Oscar 2018!
#15 20 Anos de Titanic
#14 Nostalgia Cinéfila - Especial 15 Anos!
#13 Melhores de 2017
#12 Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi
#11 Especial Natalino
#10 Assassinato no Expresso Oriente
#9 Onde os Fracos Não Têm Vez
#8 Liga da Justiça
#7 Stranger Things
#6 45 anos de O Poderoso Chefão
#5 Branca de Neve e os Sete Anões
#4 Halloween
#3 Blade Runner / Blade Runner 2049
#2 De Volta Para o Futuro
#1 Os Goonies
#0 O Piloto
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Creep 2
(Creep 2, 2017)
• Direção:
- Patrick Brice
• Elenco Principal:
- Karan Soni
- Mark Duplass
- Desiree Akhavan
• Sinopse: Uma jovem que sonha ser cineasta vê a oportunidade perfeita para fazer um filme de sucesso, quando aceita anúncio para passar um dia filmando homem que diz ser serial-killer. Mas logo percebe a óbvia besteira que fez.
 FILMES RELACIONADOS
• Atividade Paranormal
• Creep
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE