FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
CRÍTICA

Djon Africa

(Djon Africa, 2018)
Por Francisco Carbone Avaliação:                 8.0
Em busca de um novo eu.
imagem de Djon Africa
O Olhar de Cinema não poderia ter começado de maneira mais significativa. Em ano de homenagem a Jean Rouch e Djibril Diop Mambéty, a dupla Filipa Reis e João Miller Guerra aparecer revelando sua influência direta de um cinema que esses mestres difundiram é mais que especial. Vindo diretamente do Festival de Rotterdam, a co-produção Portugal e Brasil abre o festival da forma certa: o filme expõe seu conflito, sua trama e suas ambições, espera o público ligar suas sinapses, e parte para avançar terreno em outras vias. É o filme perfeito para dar o pontapé em uma reunião de filmes tão de vanguarda quanto esses, onde tudo parece se encaminhar para o lugar esperado. Aí o filme abre suas intenções e as costuras ficam exatamente no centro da narrativa. 

Os temas abordados no longa talvez não sejam os mais inéditos de qualquer cinematografia (a busca por si mesmo, a conexão do homem com seu lugar de origem, os elos que a sociedade atual cria com o passado, conexões familiares perdidas), mas o molho diferenciado se dê pela união entre esses elementos, tratados todos com respeito e cuidado pelo roteiro e elencado de maneira cadenciada e gradativa, com uma situação determinando seu término para entrar em nova seara, até termos um caleidoscópio de imagens e sensações por igual.

A influência dos homenageados está impressa, mas ao mesmo tempo conseguimos observar a evolução narrativa de quem bebeu em inúmeras outras fontes e se tornou algo desprendido de obrigações formais. O longa parte dessas influências atemporais para criar seus próprios vínculos filmicos e poder também inspirar e mover o cinema para além. O material tratado de maneira espiral por Filipa e João permite conectar o espectador com o rito de passagem com que o protagonista Djon vai lentamente acessando, saindo de si para tornar-se Miguel, com direito a uma passagem de bastão tão inesperada quanto simbólica.

Djon é um homem que sai do lugar de origem e da zona de conforto marginal para descobrir uma transcendência insuspeita, através de um encontro fortuito na rua, que o leva de Portugal à Cidade do Cabo e de repente lhe dá o norte que lhe escapava, e do qual ele estava destinado a se tornar. Observar essa ânsia brotar de maneira natural até alcançar o lugar do inescapável é um dos fascínios de um longa que trata de criar um processo de imersão dentro e fora da tela.

Aos poucos, o sujeito Djon vai se conectando ao redor, passando pelo processo de metamorfose que seu entorno provoca, a volta literal às raízes, o reencontro com um eu desconhecido e não sabido, vai permitindo a chegada de Miguel, esse ser desconectado do todo que vai tendo a real percepção do seu passado para desconstruir o seu presente. A busca pelas imagens empreendida pela direção rompe com a estrutura inicial exatamente como a personagem, criando uma alegoria perfeita sobre o processo de inclusão do homem com o espaço que ele ocupa, e a modificação pelo mesmo.

Filme visto no Olhar de Cinema de Curitiba
Por Francisco Carbone, em 07/06/2018
Avaliação:                 8.0
Notas - Equipe
• Francisco Carbone 8.0
•  Média 8.0
Notas - Usuários
7.7/10 (3 votos)
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Todas as informações aqui contidas são propriedades de seus respectivos produtores. Sugestões? Reclamações? Elogios? Faça valer sua opinião, escreva-nos!
 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
#69 Indicados ao Oscar 2019
#68 Creed II
#67 Vidro
#66 Homem-Aranha no Aranhaverso
#65 WiFi Ralph e O Retorno de Mary Poppins
#64 Melhores Filmes de 2018
#63 Duro de Matar
#62 Roma
#61 O Senhor dos Anéis
#60 Scarface
#59 Infiltrado na Klan
#58 Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
#57 O Legado de Stan Lee
#56 O Roteiro de Cinema
#55 Halloween (2018)
#54 O Primeiro Homem
#53 Nasce Uma Estrela
#52 Musicais no Século XXI
#51 70 anos de John Carpenter
#50 Breaking Bad - 10 Anos
#49 Neorrealismo Italiano
#48 O Exorcista
#47 Wall-E
#46 The Last of Us
#45 60 anos de Tim Burton
#44 Meu Amigo Totoro
#43 Missão: Impossível - Efeito Fallout
#42 Filmes da Sessão da Tarde
#41 Batman: O Cavaleiro das Trevas
#40 100 anos de Ingmar Bergman
#39 Os Incríveis 2
#38 Era Uma Vez no Oeste
#37 Jurassic Park e Jurassic World
#36 O Bebê de Rosemary
#35 A Noite dos Mortos-Vivos e Despertar dos Mortos
#34 Han Solo: Uma História Star Wars
#33 Deadpool 2
#32 Um Corpo que Cai
#31 Stephen King no Cinema
#30 Vingadores: Guerra Infinita
#29 A Franquia 007
#28 Um Lugar Silencioso
#27 2001: Uma Odisseia no Espaço
#26 Jogador Nº1
#25 Planeta dos Macacos
#24 Quentin Tarantino
#23 75 anos de David Cronenberg
#22 Projeto Flórida
#21 Trama Fantasma
#20 Três Anúncios Para um Crime e Lady Bird
#19 Oito e Meio de Fellini
#18 A Forma da Água
#17 The Post e os filmes de Jornalismo
#16 Indicados ao Oscar 2018!
#15 20 Anos de Titanic
#14 Nostalgia Cinéfila - Especial 15 Anos!
#13 Melhores de 2017
#12 Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi
#11 Especial Natalino
#10 Assassinato no Expresso Oriente
#9 Onde os Fracos Não Têm Vez
#8 Liga da Justiça
#7 Stranger Things
#6 45 anos de O Poderoso Chefão
#5 Branca de Neve e os Sete Anões
#4 Halloween
#3 Blade Runner / Blade Runner 2049
#2 De Volta Para o Futuro
#1 Os Goonies
#0 O Piloto
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Djon Africa
(Djon Africa, 2018)
• Direção:
- João Miller Guerra
- Filipa Reis
• Elenco Principal:
- Bitori Nha Bibinha
- Isabel Muñoz Cardoso
- Miguel Moreira
• Sinopse: Miguel Moreira, também conhecido como Tibars, também conhecido como Djon África, descobre que a genética pode ser cruel quando sua fisionomia - bem como alguns de seus fortes traços de personalidade - o denunciam imediatamente como o filho de seu pai...
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2019) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2019)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE