FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
CRÍTICA

Homem-Formiga e a Vespa

(Ant-Man and the Wasp, 2018)
Por Cesar Castanha Avaliação:             6.5
O padrão de qualidade Marvel.
imagem de Homem-Formiga e a Vespa
Quando Edgar Wright deixou a direção do filme Homem-formiga (2015) por divergências criativas com o Marvel Studios, resultando no filme de Peyton Reed, uma série de problemas então recorrentes dos filmes realizados pelo estúdio se expunha: a relação difícil entre a companhia e a equipe criativa, a crescente padronização dos filmes no universo cinematográfico e o desinteresse geral por se investir em um projeto minimamente alternativo a esse padrão estabelecido. Se o tempo no circuito tem aos poucos transformado os filmes da Marvel — tornando-os, digamos, mais carismáticos —, ajudando o estúdio, pelo menos desde Guardiões da Galáxia Vol. 2, a disfarçar um pouco essa faceta mais industrial, os novos filmes começam a mostrar suas próprias repetições e um cansaço, também, desse “novo” formato.

Pode não ser coincidência que o segundo filme de Peyton Reed com a casa seja, mais uma vez, aquele a apresentar os problemas que passam pelo universo cinematográfico da Marvel como um todo. Não digo que o diretor não tenha um trabalho criativo específico com que contribuir — ele o tem, e bem mais em Homem-Formiga e a Vespa (2018) que no filme anterior —, mas é de algum modo ainda surpreendente como Reed adota o estilo do estúdio de maneira tão característica.

Apesar do que o título sugere, a mudança em relação ao filme anterior é bem menos em termos dos personagens e da dinâmica entre eles que em termos de estilo. Scott Lang, o Homem-Formiga interpretado por Paul Rudd, ainda é basicamente o protagonista do filme. A sua companheira de equipe, Hope Van Dyne, ou Vespa (Evangeline Lilly), tem mais espaço nas sequências de ação, mas Homem-Formiga e a Vespa ainda é conduzido pela trajetória do personagem de Lang e por seu próprio percurso de formação como herói. O filme, por outro lado, como outros recentes da Marvel, está mais confortável com a comédia e apropriadamente adaptado ao gênero. Há também uma maior disposição por perceber a trama como uma continuidade do universo cinematográfico mais amplo, sem se limitar a um texto particular aos personagens ou ao investimento dramático em desenvolvimentos independentes do contexto de outros filmes.

Embora isso não seja um problema por si só (acho interessante que a Marvel assuma e dê conta dessa continuidade mais sofisticada com os outros produtos, inclusive, em algum nível, os da televisão), a tentativa de apresentar novos personagens e conflitos, quando vinculada a um desinteresse de levar esses mesmos personagens e conflitos adiante, mostra-se o problema mais sério do filme, que é incoerente e empobrecido no tratamento de personagens como a vilã Ava (Hannah John-Kamen) e o cientista Bill Foster (Laurence Fishburne), desperdiçados em uma subtrama atrapalhada e incongruente. A insistência em se recorrer a um antagonismo bem demarcado para os heróis (outro problema que já vem de outros filmes da Marvel) impede, inclusive, que o texto do filme desenvolva com mais cuidado a relação de Hank Pym (Michael Douglas) e a filha com a ausência da Vespa original, Janet Van Dyne (Michelle Pfeiffer), e o esforço para trazê-la de volta do mundo quântico.

Enquanto o texto se perde nesses problemas de estrutura, a direção de Reed já é (até certo ponto e sempre dentro dos limites de adequação aos padrões da Marvel) mais acertada. O primeiro ato do filme, até a apresentação das motivações da antagonista, demonstra um domínio muito apropriado do diretor tanto do gênero do super-herói e da comédia quanto do formato do estúdio. As cenas de ação são sempre bem dirigidas (embora distribuídas de maneira um tanto afobada pela narrativa), utilizando-se bem da visualidade que os personagens oferecem, e inclusive se aproveitando acertadamente da especificidade cinematográfica dessa dinâmica. Isso por si só já justifica a opção por um personagem mais cômico no traje do herói, considerando que o sisudo Hank Pym não permitiria a Reed o mesmo exercício formal que as interações de Scott Lang e Hope Van Dyne com seus poderes e com o espaço cênico permitem.

É preciso dizer, também, que mesmo na enorme (e ainda em crescimento) sequência de heróis cômicos da Marvel — os bobos carismáticos que vão de Thor (Chris Hemsworth) ao Homem-Aranha (Tom Holland) — o trabalho de Paul Rudd como Scott Lang consegue se destacar muito bem. A boa realização do elenco (não só Rudd, como Lilly, Michael Peña, a excelente revelação Abby Ryder Forston e até participações menores, como Bobby Canavale, Judy Greer, T.I., David Dastmalchian e Randall Park) opera mais organicamente o humor do filme, uma grande vantagem que Homem-Formiga e a Vespa tem em relação à franquia Guardiões da Galáxia, por exemplo.

O equilíbrio do filme, entre a comédia e a construção dos personagens, prejudica-se precisamente na incapacidade de Reed de comprometer o arranjo típico dos filmes deste universo cinematográfico. A expansão da Marvel já tem forçado o estúdio a buscar algum tipo, por mais mínimo que seja, de diferenciação ao padrão geral a partir do qual os primeiros filmes foram organizados. Mas, se dois anos desta repaginação já foi o bastante para expor seus pontos fracos, talvez seja necessário ao estúdio realmente repensar esse tipo de controle criativo e permitir a cada filme o seu próprio apreço para o quão confortáveis eles se devem fazer dentro do sistema. É evidente que Peyton Reed e o estúdio trabalham satisfatoriamente bem juntos, mas há muito ainda a ser dissuadido desse dito padrão Marvel de qualidade.

Por Cesar Castanha, em 05/07/2018
Avaliação:             6.5
Notas - Equipe
• Régis Trigo 5.0
• Cesar Castanha 6.5
• Rafael W. Oliveira 8.0
•  Média 6.5
Notas - Usuários
6.8/10 (62 votos)
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Todas as informações aqui contidas são propriedades de seus respectivos produtores. Sugestões? Reclamações? Elogios? Faça valer sua opinião, escreva-nos!
 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
• #45 60 anos de Tim Burton
• #44 Meu Amigo Totoro
• #43 Missão: Impossível - Efeito Fallout
• #42 Filmes da Sessão da Tarde
• #41 Batman: O Cavaleiro das Trevas
• #40 100 anos de Ingmar Bergman
• #39 Os Incríveis 2
• #38 Era Uma Vez no Oeste
• #37 Jurassic Park e Jurassic World
• #36 O Bebê de Rosemary
• #35 A Noite dos Mortos-Vivos e Despertar dos Mortos
• #34 Han Solo: Uma História Star Wars
• #33 Deadpool 2
• #32 Um Corpo que Cai
• #31 Stephen King no Cinema
• #30 Vingadores: Guerra Infinita
• #29 A Franquia 007
• #28 Um Lugar Silencioso
• #27 2001: Uma Odisseia no Espaço
• #26 Jogador Nº1
• #25 Planeta dos Macacos
• #24 Quentin Tarantino
• #23 75 anos de David Cronenberg
• #22 Projeto Flórida
• #21 Trama Fantasma
• #20 Três Anúncios Para um Crime e Lady Bird
• #19 Oito e Meio de Fellini
• #18 A Forma da Água
• #17 The Post e os filmes de Jornalismo
• #16 Indicados ao Oscar 2018!
• #15 20 Anos de Titanic
• #14 Nostalgia Cinéfila - Especial 15 Anos!
• #13 Melhores de 2017
• #12 Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi
• #11 Especial Natalino
• #10 Assassinato no Expresso Oriente
• #9 Onde os Fracos Não Têm Vez
• #8 Liga da Justiça
• #7 Stranger Things
• #6 45 anos de O Poderoso Chefão
• #5 Branca de Neve e os Sete Anões
• #4 Halloween
• #3 Blade Runner / Blade Runner 2049
• #2 De Volta Para o Futuro
• #1 Os Goonies
• #0 O Piloto
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Homem-Formiga e a Vespa
(Ant-Man and the Wasp, 2018)
• Direção:
- Peyton Reed
• Elenco Principal:
- Paul Rudd
- Evangeline Lilly
- Michelle Pfeiffer
• Sinopse: Enquanto Scott Lang se equilibra entre o trabalho e a paternidade, ele deve se juntar à Vespa em uma nova missão.
 FILMES RELACIONADOS
• Guardiões da Galáxia Vol. 2
• Homem-formiga
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE