FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
CRÍTICA

Legalize Já!

(Legalize Já!, 2016)
Por Pedro Tavares Avaliação:                 8.0
Entre os arcos.
imagem de Legalize Já!
Da escola dos videoclipes, Johnny Araújo dirigiu seu primeiro longa-metragem em 2007, O Magnata. O filme trazia grande vigor estético, mas esbarrava em problemas de roteiro e na megalomania do projeto, desenvolvido por Chorão, falecido vocalista do Charlie Brown Jr. Legalize Já! parte por outro caminho, mas encontra problemas semelhantes e arruma saídas à fórceps.

É nítido que há uma gama de elementos para abraçar no sentido narrativo e que é inviável que todos sejam dominados em sua totalidade pela obrigatoriedade de um filme para o grande público – do contrário teríamos um filme próximo às 3 horas de duração. Para narrar a amizade de Marcelo e Skunk em tempos de Collor e que cantam suas revoltas através do Planet Hemp, banda que ganhou os holofotes por volta de 1995, Legalize Já! é um filme mais econômico esteticamente que O Magnata. Sua aparência 100% esfumaçada pode remeter sim às letras do grupo, mas principalmente à ideia de um flashback, de que o futuro – e a noção do sucesso do grupo - domina o que está na tela. É um filme sujo a fim de captar a aura do centro e do subúrbio do Rio de Janeiro e o caos de dois jovens sem muitas esperanças.

E sem uma espinha dorsal, cabe ao filme caminhar em doses homeopáticas por todos os polos que Araújo e Gustavo Bonafé julgam condizentes com Marcelo e Skunk e o momento político que o Brasil passava. Essa escolha dá ritmo frenético ao filme e que traz a falsa percepção de um mundo construído, de elos que se fecham perfeitamente. E nada há de errado nisso. Cabe dizer que Legalize Já! é um projeto de 2008 e que passou por muitos obstáculos para sair do papel, e parece ideal a forma de lutar contra arcos maiores através do básico – planos gerais e closes – como maneira viável de implosão de um sentimento geral na metade dos anos 90 e explica o real sentido da frase “Legalize já”.

Essa sentença explica as reais necessidades de sustento em um país afundado na lama e que a alma deve ser vendida ou amada conforme sua necessidade – muito bem executada aqui. Imageticamente essa dicotômica também toma força, dividida entre Skunk e Marcelo com as doses reais para cada um deles. 

Desta aposta mais humilde vem a sugestão de um tributo muito justo à figura de Skunk, o verdadeiro responsável pela existência do Planet Hemp no cenário do rock nos 90 e que perdura até hoje. Dela vem a afirmação de uma história de amor, amizade e convicção, justificando a necessidade de contar essa história – se há a noção do futuro por todo o filme, que se explique o passado, mesmo que seja correndo contra o tempo. Que se conheça o âmago dos jovens daquela época – e que sem coincidências, perdura até hoje. 

Visto no Festival do Rio 2017.

Por Pedro Tavares, em 09/10/2017
Avaliação:                 8.0
Notas - Equipe
• Pedro Tavares 8.0
•  Média 8.0
Notas - Usuários
aguardando 3 votos
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Todas as informações aqui contidas são propriedades de seus respectivos produtores. Sugestões? Reclamações? Elogios? Faça valer sua opinião, escreva-nos!
 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
• #003 Blade Runner / Blade Runner 2049
• #002 De Volta Para o Futuro
• #001 Os Goonies
• #000 O Piloto
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Legalize Já!
(Legalize Já!, 2016)
• Direção:
- Johnny Araújo
- Gustavo Bonafé
• Elenco Principal:
- Renato Góes
- Ícaro Silva
- Ernesto Alterio
• Sinopse: O jovem músico Skunk, inconformado com o preconceito e a opressão vividos pelas comunidades de baixa renda, usa a música para expressar seu inconformismo. Durante uma fuga, ele esbarra em Marcelo, um vendedor de camisetas. O gosto pela música e a hab...
 FILMES RELACIONADOS
• O Magnata
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2017) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2017)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE