FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
CRÍTICA

Mulheres Divinas

(Die göttliche Ordnung, 2017)
Por Marcelo Leme Avaliação:           5.5
1971 é logo ali.
imagem de Mulheres Divinas
Mulheres Divinas é tipo As Sufragistas (Suffragette, 2015), um filme bem razoável que só não é completamente dispensável graças ao tema que retrata. Aqui representa um grupo de mulheres na Suíça, lá no início dos anos 70, lutando pela oportunidade de irem as urnas enquanto vários outros países vizinhos já haviam conquistado o direito ao voto. Ora, a Suíça? Quem diria. 

O que é questionável na obra é a forma que a diretora Petra Volpe decidiu contar a história. Didaticamente e previsivelmente – previsível no sentido de antecipar piadas ou até mesmo frases de seus personagens, o que irrompe com expectativas narrativas –, o filme termina como uma retratação bem intencionada de um período muito importante da história daquele país. Todavia, portanto, não parece preocupar-se com qualquer coisa além disso. 

Acompanhamos Nora, mulher que atende todos os estereótipos de uma tradicional dona de casa de cidades interioranas pré-anos 60, tempos de revolução sexual, entre outras idealizações e conquistas que movimentavam o globo. O mundo parecia estar em progresso, mas tal progresso não havia chegado até a vila provinciana em que Nora residia, povoada por moralismos. O filme faz questão de demonstrar isso a partir do ponto de vista de vários personagens, inclusive de uma mulher que defende que mulheres não devem se meter com política. 

Uma viagem até Zurique muda tudo. Grandes passeatas e movimentos rasgam as ruas com bandeiras e cartazes pedindo igualdade. Homens e mulheres integram os grupos que desfilam sem medo, sob ofensas e piadas de alguns contrariados. Nora volta para casa e inicia uma ação transgressora e inesperada, cujas consequências e realizações avivam o simples roteiro. 

Há alguns bons momentos. Gosto especialmente de uma cena bastante clichê, mas que sintetiza o reconhecimento que aquele grupo de mulheres busca: um padre reflete sobre a vida de uma mulher que faleceu contando aspectos pessoais incondizentes à sua luta nas ruas, até que é interrompido por alguém que escancara dentro da igreja todo o idealismo daquela mulher que pereceu sem se ajoelhar. Afinal, o que importa é quem ela foi e não o que esperavam que fosse. Também interessa a discussão sexual em torno de mulheres casadas, num encontro onde dividem suas apreensões e experiências, relatando com pudor que jamais haviam tido um orgasmo e tampouco parado para olharem suas vaginas.

Simples em forma, mas tem conteúdo e vale acompanhar a luta dessas mulheres nas ruas e, quem sabe, perceber que 1971 não está tão longe. 

Visto na 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo
Por Marcelo Leme, em 25/10/2017
Avaliação:           5.5
Notas - Equipe
• Marcelo Leme 5.5
•  Média 5.5
Notas - Usuários
6.6/10 (9 votos)
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Todas as informações aqui contidas são propriedades de seus respectivos produtores. Sugestões? Reclamações? Elogios? Faça valer sua opinião, escreva-nos!
 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
#55 Halloween (2018)
#54 O Primeiro Homem
#53 Nasce Uma Estrela
#52 Musicais no Século XXI
#51 70 anos de John Carpenter
#50 Breaking Bad - 10 Anos
#49 Neorrealismo Italiano
#48 O Exorcista
#47 Wall-E
#46 The Last of Us
#45 60 anos de Tim Burton
#44 Meu Amigo Totoro
#43 Missão: Impossível - Efeito Fallout
#42 Filmes da Sessão da Tarde
#41 Batman: O Cavaleiro das Trevas
#40 100 anos de Ingmar Bergman
#39 Os Incríveis 2
#38 Era Uma Vez no Oeste
#37 Jurassic Park e Jurassic World
#36 O Bebê de Rosemary
#35 A Noite dos Mortos-Vivos e Despertar dos Mortos
#34 Han Solo: Uma História Star Wars
#33 Deadpool 2
#32 Um Corpo que Cai
#31 Stephen King no Cinema
#30 Vingadores: Guerra Infinita
#29 A Franquia 007
#28 Um Lugar Silencioso
#27 2001: Uma Odisseia no Espaço
#26 Jogador Nº1
#25 Planeta dos Macacos
#24 Quentin Tarantino
#23 75 anos de David Cronenberg
#22 Projeto Flórida
#21 Trama Fantasma
#20 Três Anúncios Para um Crime e Lady Bird
#19 Oito e Meio de Fellini
#18 A Forma da Água
#17 The Post e os filmes de Jornalismo
#16 Indicados ao Oscar 2018!
#15 20 Anos de Titanic
#14 Nostalgia Cinéfila - Especial 15 Anos!
#13 Melhores de 2017
#12 Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi
#11 Especial Natalino
#10 Assassinato no Expresso Oriente
#9 Onde os Fracos Não Têm Vez
#8 Liga da Justiça
#7 Stranger Things
#6 45 anos de O Poderoso Chefão
#5 Branca de Neve e os Sete Anões
#4 Halloween
#3 Blade Runner / Blade Runner 2049
#2 De Volta Para o Futuro
#1 Os Goonies
#0 O Piloto
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Mulheres Divinas
(Die göttliche Ordnung, 2017)
• Direção:
- Petra Biondina Volpe
• Elenco Principal:
- Marie Leuenberger
- Maximilian Simonischek
- Rachel Braunschweig
• Sinopse: Na Suíça de 1971, Nora, uma jovem dona de casa, vive uma vida tranquila com seu marido e seus dois filhos numa pequena aldeia. Eles ainda não tinham sido afetados com as grandes revoltas sociais e o movimento de 1968, mas, é aí que Nora começa a faze...
 FILMES RELACIONADOS
• As Sufragistas
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE