FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS HOME CINEMA TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
CRÍTICA

Na Companhia do Medo

(Gothika, 2003)
Por Flávio Augusto Avaliação:         4.5
Pouco original, de soluções irrisórias e mal interpretado. Precisa de algo mais?

Os filmes de terror adoram abordar assuntos espirituais, obviamente. Isto quando não têm por tema os famosos assassinos sanguinários e as adolescentes estereotipadas que só se põem a correr. Mas há excelentes obras deste gênero, que não apelam para a violência exagerada ou a fórmula básica e nem um pouco inovadora de sustos recorrentes - O Sexto Sentido, por exemplo.

Ringu, no Oriente, é certamente um filme de terror que ficará marcado por muito tempo na cabeça de muitos espectadores. O sucesso da maldição da fita de vídeo foi tão grande que chegou a ser disseminado também no Ocidente, com O Chamado. A partir de então, seria perfeitamente normal que esse novo estilo, o que joga mistérios assustadores para cima do espectador e que usa de elementos não muito comuns, fosse copiado. E então, surgiu Na Companhia do Medo.

Na Companhia do Medo conta a história de Miranda Grey (Halle Berry), uma psiquiatra que trabalha num lugar não muito agradável. Ela tem que lidar com todo o tipo de loucos (ou melhor, loucas, pois se trata de um local destinado a mulheres apenas), e o próprio aspecto físico do prédio - um emaranhado de concreto, grades, corredores e pequenos quartos - não é muito animador. Miranda tem seu trabalho bem reconhecido, é bonita e tem um casamento estável. Ela tem uma boa casa, um bom carro... enfim, um status perfeito para o tipo de sociedade em que vive.

Porém, certa noite, após ter de lidar com uma paciente definitivamente assustadora (interpretada por Penélope Cruz) e sua história aterrorizante sobre o Diabo e um estupro, ela sai do trabalho e vai dirigindo até a sua casa. No meio do caminho, ela encontra um desvio, tem de tomar outro caminho e, após um certo acontecimento, acorda no local em que trabalha: agora, ela é a paciente - e foi acusada de matar o próprio marido. Algo interessante sobre a inversão de papéis que sofre a doutora Miranda Grey é que se permite uma melhor análise sobre como os loucos são subestimados e carecem de confiança.

Halle Berry, atriz que já levou um Oscar para casa, aparentemente cai bem em sua personagem. Depois, entretanto, observa-se que ela se rende a ataques histéricos, e ela passa grande parte do filme correndo, gritando e fazendo cara de assustada: enfim, transforma-se numa completa louca. Penélope Cruz, que não está com a bola toda, soube segurar sua personagem com decência. Há a participação menor de outros atores, como a de Charles Dutton (no papel de Dlougas Grey, marido de Miranda Grey) e Robert Downey Jr. (interpretando Pete Graham, também psiquiatra), mas tais participações são tampouco suficientes para se afirmar que o filme consta de boas atuações.

Na Companhia do Medo teve muitos de seus elementos copiados de outros filmes, como O Sexto Sentido ou O Chamado. Algumas falas foram plagiadas, como "O que você quer de mim?", ditas com a mesma entonação e com exatamente as mesmas palavras, no mesmo contexto; Rachel, a "vilã" do filme, interpretada por Kathleen Mackey, lembra bastante a garota Samara (de O Chamado), embora seu papel seja só andar pelos corredores, perseguir a protagonista ou ficar parada no meio da rua.

A trama é contada de tal modo que as situações tornam-se muito previsíveis. Lá pela metade do filme você imagina mais ou menos como tudo aconteceu. O final do filme reserva algumas revelações, que são atiradas ao espectador de uma forma tão rápida que se corre o risco de não entendê-las. O clima de tensão estabelece-se exatamente pela previsibilidade dos fatos: o espectador fica tenso porque sabe que vai se assustar - diferentemente de Ringu ou O Chamado, por exemplo, em que a tensão é estabelecida simplesmente porque a situação é, por si só, tensa. Quando o espectador não é assustado, é presenteado com algum acontecimento simplesmente risível, ou por ser ridículo ou estranhamente fora de contexto.

A produção técnica foi pouco original, mas houve alguns efeitos interessantes e inteligentes. Enquanto a iluminação é a mesma de sempre (as situações assustadoras decorrem à noite) e as músicas não chegam a variar, há jogadas inteligentes de câmera (que atravessa até mesmo paredes) e efeitos especiais surpreendentes.

Enfim, Na Companhia do Medo não é exatamente um bom filme - poderia ser outro, bem diferente, se a execução não patinasse ou se a trama fosse contada de outra maneira. A cena final sugere uma continuação. Se contiver os mesmos erros que o primeiro teve, é melhor que não exista.

Por Flávio Augusto, em 14/04/2004 Avaliação:         4.5
Notas - Equipe
• Alexandre Koball 2.0
• Daniel Dalpizzolo 1.0
• Rodrigo Cunha 1.0
• Silvio Pilau 4.0
• Heitor Romero 1.0
•  Média (Bottom Editores #4) 1.8
Notas - Usuários
4.6 (214 votos)
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Todas as informações aqui contidas são propriedades de seus respectivos produtores. Sugestões? Reclamações? Elogios? Faça valer sua opinião, escreva-nos!
 
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Na Companhia do Medo
(Gothika, 2003)
• Direção:
- Mathieu Kassovitz
• Elenco Principal:
- Halle Berry
- Robert Downey Jr.
- Charles S. Dutton
• Sinopse: Miranda, uma psiquiatra, tem seu trabalho bem reconhecido, é bonita e tem um casamento estável. Ela tem uma boa casa, um bom carro... enfim, um status perfeito para o tipo de sociedade em que vive. Até que deve lidar com uma paciente - interpretada p...
 FILMES RELACIONADOS
• O Chamado
• O Sexto Sentido
• Ringu
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2014) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
MAPA DO SITE
ANUNCIE CONOSCO