FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
CRÍTICA

O Último Trago

(Último Trago, O, 2016)
Por Francisco Carbone Avaliação:                 8.5
Sinal de muitos tempos.
imagem de O Último Trago
Os meninos da Alumbramento provavelmente não têm espaço no cenário cinematográfico que se avizinha hoje. Há mais de 10 anos atrás, os quatro amigos criaram o coletivo cearense e rasgaram a cena ao meio ao entregar uma bruxaria atrás da outra, alquimias anárquicas pra explodir na tela do cinema que eles mesmos ajudaram a formatar. Correu a boca pequena que eles faziam parte da 'geração Aurora', pra designar um grupo de cineastas nascidos e celebrados na competição principal da Mostra Tiradentes, das mais potentes e reflexivas do país. Estrada para Ythaca parecia panfleto avisando uma 'nueva onda' libertária e efervescente. Os irmãos Luiz e Ricardo Pretti, Pedro Diogenes e Guto Parente eram o que se devia ver na nossa cinematografia. Então, os meninos seguiram...

A Alumbramento definitivamente não acabou, mas hoje os longas que contém a participação deles vão além da ousadia formal e estética, apesar de ainda contarem com ela. Se é que houve um amadurecimento, o que mais fácil se observa é um aprofundamento na provocação sem torná-la gasta, a observação do estado das coisas em um caráter mais direto, ainda que a poesia das imagens permaneça intacta. Esse lançamento tardio de O Ultimo Trago (o longa competiu e ganhou 3 prêmios no Festival de Brasília 2016) se identifica como uma ponte entre extremos, já delicados em sua virulência, um elo perdido entre os jovens inquietos lá de trás e os homens de hoje, ainda inquietos.

Os irmãos Pretti e Diogenes são os capitães dessa nau que passeia pelo tempo através da intolerância. A partir do resgate de uma índia ferida na beira da estrada, o filme forma blocos de eventos com diferentes abordagens sobre a violência às minorias espalhadas em passagens nunca bem esclarecidas em calendário. Ainda por isso, talvez seja tão fácil enxergar conexões com o cenário social de 2019, que já encontrava fagulhas quando o trio concebeu e filmou sua epopeia. Como cada segmento se entrelaça com o posterior e cria ressignificância pro olhar geral, o trabalho de montagem de Clarissa Campolina é um dos principais trunfos para manter a pulsão de urgência do projeto, e canalizar a mesma de uma pra outra.

O extermínio indígena, o feminicídio institucionalizado, o racismo estrutural e as formações dos padrões e das bases que alicerçaram a sociedade infame que vivemos hoje são elaboradas sem panfletagem ou paternalismo. Em seu lugar, uma abordagem que transforma os sujeitos de tragédia e resistência dessas lutas em signos a serem trabalhados no registro de fábulas naturalistas, misturando a um só tempo o horror da realidade e a transformação dele em peças de um experimento típico da Alumbramento, significando os sinais em parábolas amplificadas por sons e cores, corpos e vozes. Da dança sinestésica inicial, indo até o cotidiano informal de um bar perdido no nada, e encontrando as 'mulheres do fim do mundo' como cantadas por Elza, O Ultimo Trago consegue uma tarefa nada simples de sintetizar a força da representação minoritária em levante com a relevância do tempo reconstruído em segmentos, sem neutralizar discursos ou incomodar não-afeitos ao mesmo.

Ao lado do trio de diretores que conhece suas próprias potencialidades e que mais uma vez investiga o conceito de luta política - aqui na poesia, embora urgente - como em Com os Punhos Cerrados, está um elenco de sonho, que incluem Samya de Lavor, Mariana Nunes, Rômulo Braga e Demick Lopes. A premiada luz do mestre Ivo Lopes Araújo é um capítulo a parte em um projeto que precisava arrebatar imageticamente para reverberar também as posições de seus espaços e sujeitos filmados, e talvez Ivo nunca tenha estado superior; como no "balé cantado" por Elisa Porto, ele passeia com sua lente por uma plateia de bêbados inebriados pela sereia moderna. Cenas como essa empreendem a força de um longa nem sempre claro, mas continuamente sedutor e impactante, um bicho vivo que bombeia indignação e atitude.
Por Francisco Carbone, em 28/02/2019
Avaliação:                 8.5
Notas - Equipe
• Francisco Carbone 8.5
•  Média 8.5
Notas - Usuários
aguardando 3 votos
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Todas as informações aqui contidas são propriedades de seus respectivos produtores. Sugestões? Reclamações? Elogios? Faça valer sua opinião, escreva-nos!
 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
#69 Indicados ao Oscar 2019
#68 Creed II
#67 Vidro
#66 Homem-Aranha no Aranhaverso
#65 WiFi Ralph e O Retorno de Mary Poppins
#64 Melhores Filmes de 2018
#63 Duro de Matar
#62 Roma
#61 O Senhor dos Anéis
#60 Scarface
#59 Infiltrado na Klan
#58 Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
#57 O Legado de Stan Lee
#56 O Roteiro de Cinema
#55 Halloween (2018)
#54 O Primeiro Homem
#53 Nasce Uma Estrela
#52 Musicais no Século XXI
#51 70 anos de John Carpenter
#50 Breaking Bad - 10 Anos
#49 Neorrealismo Italiano
#48 O Exorcista
#47 Wall-E
#46 The Last of Us
#45 60 anos de Tim Burton
#44 Meu Amigo Totoro
#43 Missão: Impossível - Efeito Fallout
#42 Filmes da Sessão da Tarde
#41 Batman: O Cavaleiro das Trevas
#40 100 anos de Ingmar Bergman
#39 Os Incríveis 2
#38 Era Uma Vez no Oeste
#37 Jurassic Park e Jurassic World
#36 O Bebê de Rosemary
#35 A Noite dos Mortos-Vivos e Despertar dos Mortos
#34 Han Solo: Uma História Star Wars
#33 Deadpool 2
#32 Um Corpo que Cai
#31 Stephen King no Cinema
#30 Vingadores: Guerra Infinita
#29 A Franquia 007
#28 Um Lugar Silencioso
#27 2001: Uma Odisseia no Espaço
#26 Jogador Nº1
#25 Planeta dos Macacos
#24 Quentin Tarantino
#23 75 anos de David Cronenberg
#22 Projeto Flórida
#21 Trama Fantasma
#20 Três Anúncios Para um Crime e Lady Bird
#19 Oito e Meio de Fellini
#18 A Forma da Água
#17 The Post e os filmes de Jornalismo
#16 Indicados ao Oscar 2018!
#15 20 Anos de Titanic
#14 Nostalgia Cinéfila - Especial 15 Anos!
#13 Melhores de 2017
#12 Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi
#11 Especial Natalino
#10 Assassinato no Expresso Oriente
#9 Onde os Fracos Não Têm Vez
#8 Liga da Justiça
#7 Stranger Things
#6 45 anos de O Poderoso Chefão
#5 Branca de Neve e os Sete Anões
#4 Halloween
#3 Blade Runner / Blade Runner 2049
#2 De Volta Para o Futuro
#1 Os Goonies
#0 O Piloto
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Último Trago, O
(Último Trago, O, 2016)
• Direção:
- Luiz Pretti
- Pedro Diógenes
- Ricardo Pretti
• Elenco Principal:
- Rodrigo Fischer
- Samya De Lavor
- Rômulo Braga
• Sinopse: Uma mulher resgatada à beira da estrada incorpora o espírito de uma guerreira indígena desencadeando uma série de eventos que atravessam os tempos e os espaços. Do sertão nordestino ao litoral, séculos de lutas de dominação e resistência.
 FILMES RELACIONADOS
• Com os Punhos Cerrados
• Estrada para Ythaca
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2019) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2019)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE
Apoiadores
Promobit: O site para encontrar aquela promoção imperdível