FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
CRÍTICA

Os Encontros de Anna

(rendez-vous d'Anna, Les, 1978)
Por Francisco Carbone Avaliação:                     10.0
Prisão social que liberta.
imagem de Os Encontros de Anna
Chantal Akerman se mostra cada vez mais uma referência constante e nunca valorizada. Todos conhecemos Jeanne Dielman. Todos assistimos No Home Movie. Mas a obra de Chantal segue sendo redescoberta e ressignificada, e a cada novo passo rumo ao passado, é tão comum constatar o tanto de moderno que existia, enquanto promovedora de discussões e enquanto cineasta. Nesse Os Encontros de Anna sua feliz obsessão pela simetria volta a se fazer presente, que tanto ajudou a construir um ideal imagético para ela e seu espectador, mergulhando em material que mais uma vez reconstroi o "ideal social" de mulher, para o futuro.

Os tais encontros do título vão se mostrando melancolicamente irônicos desde a primeira cena, quando Anna chega a estação de trem sozinha, sem encontrar ninguém. São sempre enquadramentos de profunda quietude e desconforto emocional, que transportam a protagonista a experiências fugidias. Na mise-en-scène, como já posicionado, prevalece a marcação forte ligando os quadros de maneira geométrica, com cada plano enquadrado com margem matematicamente correta. Essa é uma característica forte do cinema de Chantal, mas que em cada obra pode ser lida de uma maneira específica. Aqui vemos essa protagonista com extremo rigor em relação a si mesma, suas atitudes, suas falas, isso é o universo dela que nunca permite o descontrole.

Ao mesmo tempo que todos os encontros são fugazes, isso nunca parte do outro, deixando claro que os cortes são responsabilidades da personagem título. Seus coadjuvantes precisam dela e ela precisa... talvez somente reafirmar sua identidade, ser bem sucedida, não desmoronar diante do imponderável... ou seja, Anna precisa ser o que todos nós queremos e precisamos. Acima de tudo, é um processo de auto descoberta emocional, do qual os personagens de Chantal nunca estão livres. Essa auto análise interior é a chave do que precisa ser remexido para provocar a reviravolta. Anna realiza inúmeras atividades repetidas vezes, reafirmando a importância delas mas também mostrando como nada daquilo a mantém fora da inércia.

Anna vagueia pelo hotel, pela estação e por esses encontros fortuitos. Encontra um exibidor de seus filmes - a personagem é uma diretora de cinema - e com ele se deita. Encontra o pai de seu filho e com ele se deita. Encontra até mesmo sua mãe e também com ela se deita. Chantal não tinha vergonha de provocar e exibir essas camadas de entendimento que poderiam ser encarados como machismo, apropriação de identidade, nada disso hoje em dia é permitido sem cair em desgraça moral. A diretora tem talento de sobra para criar uma narrativa que seja à frente do tempo dela, que possua um teor emocional de fácil conexão, que exiba seu manancial técnico de maneira impressionante. 

Enquanto Aurore Clement desfila seu infinito talento como a protagonista, é Chantal quem consegue mover as peças desse jogo para criar uma obra superior. Seus longas foram moldados em conjunto uníssono, onde se alimentam um do outro e ampliam suas especificidades enquanto autora, tendo servido de inspiração a mestres como Abbas Kiarostami. Mesmo tendo sido rodado e lançado há 40 anos atrás, o Olhar de Cinema desse ano deu uma tacada de mestre ao apostar em cinema tão moderno e ainda assim ser chamado de clássico. 

Filme visto no Olhar de Cinema de Curitiba
Por Francisco Carbone, em 16/06/2018
Avaliação:                     10.0
Notas - Equipe
• Heitor Romero 8.5
• Francisco Carbone 10.0
•  Média 9.3
Notas - Usuários
8.5/10 (22 votos)
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Todas as informações aqui contidas são propriedades de seus respectivos produtores. Sugestões? Reclamações? Elogios? Faça valer sua opinião, escreva-nos!
 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
• #38 Era Uma Vez no Oeste
• #37 Jurassic Park e Jurassic World
• #36 O Bebê de Rosemary
• #35 A Noite dos Mortos-Vivos e Despertar dos Mortos
• #34 Han Solo: Uma História Star Wars
• #33 Deadpool 2
• #32 Um Corpo que Cai
• #31 Stephen King no Cinema
• #30 Vingadores: Guerra Infinita
• #29 A Franquia 007
• #28 Um Lugar Silencioso
• #27 2001: Uma Odisseia no Espaço
• #26 Jogador Nº1
• #25 Planeta dos Macacos
• #24 Quentin Tarantino
• #23 75 anos de David Cronenberg
• #22 Projeto Flórida
• #21 Trama Fantasma
• #20 Três Anúncios Para um Crime e Lady Bird
• #19 Oito e Meio de Fellini
• #18 A Forma da Água
• #17 The Post e os filmes de Jornalismo
• #16 Indicados ao Oscar 2018!
• #15 20 Anos de Titanic
• #14 Nostalgia Cinéfila - Especial 15 Anos!
• #13 Melhores de 2017
• #12 Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi
• #11 Especial Natalino
• #10 Assassinato no Expresso Oriente
• #9 Onde os Fracos Não Têm Vez
• #8 Liga da Justiça
• #7 Stranger Things
• #6 45 anos de O Poderoso Chefão
• #5 Branca de Neve e os Sete Anões
• #4 Halloween
• #3 Blade Runner / Blade Runner 2049
• #2 De Volta Para o Futuro
• #1 Os Goonies
• #0 O Piloto
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Encontros de Anna, Os
(rendez-vous d'Anna, Les, 1978)
• Direção:
- Chantal Akerman
• Elenco Principal:
- Aurore Clément
- Helmut Griem
- Magali Noël
• Sinopse: Anna é uma jovem cineasta que está viajando pela Bélgica, Alemanha e França para exibir seu novo filme. Em cada etapa desse trajeto ela encontra figuras que têm em comum apenas a solidão: um diretor escolar; uma antiga amiga; um desconhecido no trem;...
 FILMES RELACIONADOS
• Jeanne Dielman
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE