FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
CRÍTICA

Os Exterminadores do Além Contra a Loira do Banheiro

(Exterminadores do Além Contra a Loira do Banheiro, Os, 2018)
Por Francisco Carbone Avaliação:                 8.0
De igual para igual.
Fábio Bittar tem uma característica que talvez o aproxime do Adam McKay de outrora. Aproximado da comédia, desenvolveu uma maneira delicada de rastrear os lugares de relevo nos universos a que se dedica, portanto elevando além do seu potencial cômico, que já será o foco. Garantindo o humor  como amarra principal, seja através do seu elenco ou de uma prerrogativa de roteiro, Bittar parte para apoiar novas curvaturas dentro do material. No caso aqui é o terror, e não necessariamente o terror apenas, banal e corriqueiro; assim como fez com a sátira/homenagem às comédias escolares na colaboração anterior com o infame Danilo Gentilli - Como Ser o Pior Aluno da Escola - os anos 80 voltam a ser o alvo, mesmo que a base agora seja outra.

Dessa forma, Bittar vai além do que oferece os diretores de comédias comerciais nacionais das últimas décadas. Ele não apenas tem talento na condução das cenas, repletas de camadas imagéticas, planos bem compostos e de construção criativa, como também tem um conceito a seguir, uma diretriz de como montar um modelo de filmografia particular, investigando as matrizes do cinema de larga escala norte-americano da década de 80, e reimaginando essa paleta em narrativa nossa, que não apenas faça sentido aqui como principalmente seja verosímil ao nosso olhar. Acaba adaptando a nossa realidade, nossas lendas urbanas, para expandir um universo moderno e jovem, de interesse expandido. Seu talento chega a dar conta também de traduzir um ambiente tipicamente estrangeiro para cá, injetando vitalidade a um olhar que poderia se perder na transferência de tempo e de espaço.

O filme então, que abre da forma mais descompromissada possível, aos poucos revela não apenas sua própria natureza como abre esse olhar para a construção que Bittar está fazendo do próprio lugar enquanto cineasta. O que parecia uma sátira mordaz acaba tomando pra si elementos do 'gore' e do 'slasher' por excelência, não apenas como uma homenagem a uma década ou a uma subdivisão do terror, mas incorporando elementos definidores do mesmo, e se metamorfoseando num exemplar típico da categoria. O filme capta pra si então a atmosfera lúgubre, passa a apresentar quantidades cada vez maiores de sangue derramado (até literalmente chover!), abusa das cenas grotescas de embrulhar o estômago, e termina por conseguir reproduzir até mesmo alguns bons 'jump scares'. Tudo isso embalado em uma produção de primeira linha, com maquiagem e efeitos especiais capazes de impressionar.

Lógico que um filme estrelado por Danilo Gentilli e Dani Calabresa, com participações de figuras como o apresentador Ratinho, não seria necessariamente um filme de terror (ou comédia) comum. Aliás, se tem algo que o público pode fazer é tentar sublimar a presença de Gentilli, uma figura por quem muitos nutrem profunda e justa antipatia. Pode ser difícil (já que se trata de um dos protagonistas), mas tente centrar a atenção no melhor do elenco, o surpreendente Murilo Couto, uma revelação no cinema esse ano do quilate de Daniel Furlan ano passado, em atuação hilariante. A própria Dani como sempre demonstra a grande atriz que é, e só do filme trazer de volta a ótima Bárbara Bruno aos holofotes, poderíamos considerar o trabalho da produção como sendo bastante acima da média, não tivesse o próprio filme apresentado material de sobra pra elogios.

A história, mesmo que pareça um remix de tantas experiências gringas no cinema, marca o circuito não por chegar de mansinho e pedindo licença para existir. Há uma ousadia arregaçada em Os Exterminadores do Além..., uma vontade de brigar com os gigantes sem medo de ser inferior, até porque não o é mesmo. Essa coragem de se colocar no patamar igual e buscar o mesmo lugar ao sol que a concorrência conquista o espectador cena a cena, e fica claro que para o cinema nacional não basta mais o mérito de realizar, ou a qualidade das ferramentas mostradas; tudo isso já é uma realidade. O próximo público é o público se dar conta que nós não devemos mais nada a ninguém, em área nenhuma, pelo que podemos ver. 
Por Francisco Carbone, em 29/11/2018
Avaliação:                 8.0
Notas - Equipe
• Francisco Carbone 8.0
•  Média 8.0
Notas - Usuários
aguardando 3 votos
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (2)
Por Walter Sampaio, em 08/12/2018 | 19:24:58 h
concordo plenamente com o comentario anterior
Por Jules, em 05/12/2018 | 07:11:31 h
'Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola' e 'Os Dez Mandamentos' (Record) são os únicos dois filmes que não consegui terminar de ver, nem tenho a menor vontade de continuar. Não quero ter um terceiro no meu histórico.
Comente no Facebook
Todas as informações aqui contidas são propriedades de seus respectivos produtores. Sugestões? Reclamações? Elogios? Faça valer sua opinião, escreva-nos!
 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
#55 Halloween (2018)
#54 O Primeiro Homem
#53 Nasce Uma Estrela
#52 Musicais no Século XXI
#51 70 anos de John Carpenter
#50 Breaking Bad - 10 Anos
#49 Neorrealismo Italiano
#48 O Exorcista
#47 Wall-E
#46 The Last of Us
#45 60 anos de Tim Burton
#44 Meu Amigo Totoro
#43 Missão: Impossível - Efeito Fallout
#42 Filmes da Sessão da Tarde
#41 Batman: O Cavaleiro das Trevas
#40 100 anos de Ingmar Bergman
#39 Os Incríveis 2
#38 Era Uma Vez no Oeste
#37 Jurassic Park e Jurassic World
#36 O Bebê de Rosemary
#35 A Noite dos Mortos-Vivos e Despertar dos Mortos
#34 Han Solo: Uma História Star Wars
#33 Deadpool 2
#32 Um Corpo que Cai
#31 Stephen King no Cinema
#30 Vingadores: Guerra Infinita
#29 A Franquia 007
#28 Um Lugar Silencioso
#27 2001: Uma Odisseia no Espaço
#26 Jogador Nº1
#25 Planeta dos Macacos
#24 Quentin Tarantino
#23 75 anos de David Cronenberg
#22 Projeto Flórida
#21 Trama Fantasma
#20 Três Anúncios Para um Crime e Lady Bird
#19 Oito e Meio de Fellini
#18 A Forma da Água
#17 The Post e os filmes de Jornalismo
#16 Indicados ao Oscar 2018!
#15 20 Anos de Titanic
#14 Nostalgia Cinéfila - Especial 15 Anos!
#13 Melhores de 2017
#12 Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi
#11 Especial Natalino
#10 Assassinato no Expresso Oriente
#9 Onde os Fracos Não Têm Vez
#8 Liga da Justiça
#7 Stranger Things
#6 45 anos de O Poderoso Chefão
#5 Branca de Neve e os Sete Anões
#4 Halloween
#3 Blade Runner / Blade Runner 2049
#2 De Volta Para o Futuro
#1 Os Goonies
#0 O Piloto
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Exterminadores do Além Contra a Loira do Banheiro, Os
(Exterminadores do Além Contra a Loira do Banheiro, Os, 2018)
• Direção:
- Fabricio Bittar
• Elenco Principal:
- Danilo Gentili
- Léo Lins
- Murilo Couto
• Sinopse: O longa acompanha os passos de um grupo de youtubers especializados em eventos e aparições sobrenaturais. O grupo, que almeja conquistar o reconhecimento do público, tenta desvendar a lenda urbana da loira do banheiro, espírito que assombra o banheir...
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE