FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
CRÍTICA

Uma Aventura na Martinica

(To Have and Have Not, 1944)
Por Demetrius Caesar Avaliação:               7.0
Os bastidores de um clássico de Hawks, uma espécie de Casablanca inferior.

Quem tiver o prazer de assistir ao DVD de Uma Aventura na Martinica, filme de Howard Hawks com Humphrey Bogart e Lauren Bacall (o primeiro do casal, quando a história de amor deles começou), não deixe de ver o desenho animado da Warner que parodia o filme que está nos extras: é hilário e uma graça. Mas a grande atração mesmo é o filme, lendário por uma série de fatos, entre eles o de ter sido o começo de um dos casamentos mais famosos de Hollywood de todos os tempos. Segundo a mítica, Bacall saiu de Nova York, vinda de uma família paupérrima, e foi escolhida para o filme apenas porque o diretor queria comê-la, tanto que ficou puto de ela ter dado para o Bogart, não para ele.

Howard Hawks referia-se ao romance de Ernest Hemingway que deu origem ao filme como “aquele lixo de To Have or Not to Have”. Tanto que mandou a história original às favas e chamou ninguém menos que William Faulkner para adaptá-la. Faulkner, na época, era o grande rival de Hemingway na literatura. Viviam espetando-se pelos jornais. Eles só concordavam quando falavam mal de Scott Fitzgerald, o terceiro escritor da trinca de ouro do romance americano do início do século. Faulkner ganhou o Nobel, o Pulitzer, passou para a história como o maior deles – e também como o mais bizarro, difícil e irascível.

Faulkner e Hawks transformaram o filme num Casablanca sem charme. Tudo é passado num hotel, no meio de uma ilha (a Martinica), também na época da Segunda Guerra Mundial, com os nazistas (sem vestir cinza) atazanando a vida do pacato Bogart, que não quer nada com política, mas será obrigado a tomar partido, uma vez que não lhe restava alternativa.

Dessa vez pelo menos ele consegue ficar com a mocinha - Bacall faz uma vagabunda que vive de dar golpes para conseguir comprar a passagem de volta. Não há os diálogos vibrantes de Casablanca (“Lembra-se da primeira vez que nós nos conhecemos? Os nazistas vestiam cinza e você, azul”) nem o punch satírico (Casablanca é grande porque nunca se levou a sério).

O melhor filme do casal ainda é À Beira do Abismo, adaptado de Raymond Chandler, com Bogart no papel de Philip Marlowe. Traz Bacall igualmente salafrária, fumando que nem uma chaminé e dando o tombo em todos os homens, menos em Bogart, porque nenhuma mulher passou a perna em Bogart que, do alto de seus 1,60m, foi o maior dos homens do cinema.

Por Demetrius Caesar, em 13/08/2006 Avaliação:               7.0
Notas - Equipe
• Alexandre Koball 6.0
• Daniel Dalpizzolo 8.5
• Régis Trigo 6.0
• Demetrius Caesar 7.0
• Silvio Pilau 7.0
• Vlademir Lazo 9.0
• Heitor Romero 7.5
•  Média 7.3
Notas - Usuários
7.8 (82 votos)
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (6)
Por João Paulo , em 26/08/2012 | 12:51:52 h
Nem é uma crítica, para falar a verdade.[2]

E gosto mais deste do que de Casablanca, e ler esse serviu para descobrir que Bogart tinha apenas 1,60m de altura e só.
Por Victor Ramos, em 26/08/2012 | 08:20:35 h
Nem é uma crítica, para falar a verdade.
Por Daniel Mendes , em 06/02/2012 | 03:20:53 h
Vi o filme hj e achei bem mediano....mas essa crítica tá parecendo que foi feita por reporter da Caras ou de Tv Fama. A preocupação é em fazer fofoca sobre os bastidores!
Por Victor Ramos, em 06/01/2012 | 20:52:07 h
Tá interessante, convenhamos. hehehe, apesar de tudo, estou passando a gostar das críticas do Demetrius.
Por Yuri Ramos Ferreira, em 16/10/2011 | 10:46:16 h
"foi escolhida para o filme apenas porque o diretor queria comê-la, tanto que ficou puto de ela ter dado para o Bogart, não para ele."

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Por Marcus Almeida, em 12/09/2011 | 18:50:52 h
Uma das piores do Cp, com certeza.
Comente no Facebook
Todas as informações aqui contidas são propriedades de seus respectivos produtores. Sugestões? Reclamações? Elogios? Faça valer sua opinião, escreva-nos!
 
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Aventura na Martinica, Uma
(To Have and Have Not, 1944)
• Direção:
- Howard Hawks
• Elenco Principal:
- Walter Brennan
- Humphrey Bogart
- Lauren Bacall
• Sinopse: O capitão de um pequeno barco (Humphrey Bogart) enfrenta várias complicações após ajudar um fugitivo da Resistência Francesa a fugir dos nazistas, em plena Segunda Guerra Mundial.
 FILMES RELACIONADOS
• Casablanca
• À Beira do Abismo
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2014) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
MAPA DO SITE
ANUNCIE CONOSCO