FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
CRÍTICA

Vida

(Life, 2017)
Por Francisco Carbone Avaliação:             6.5
O divertido nascimento de um cara vulgar.
imagem de Vida
O filme de Daniel Espinosa abre com um plano-sequência, super orgânico e nada extravagante, apenas uma mola para abrir uma narrativa de maneira elegante. A qualquer apreciador de cinema mais exigente a sequência não passará despercebida, e o que irá segui-la será cercado de expectativa por conta dessa abertura; meia hora depois (se isso tudo), já com com a cabeça desanuviada, estaremos positivamente confortáveis. Nem todo mundo quer ser Iñárritu e esfregar seu infinito "rigor técnico" na cara do público; ainda bem. Espinosa quer apenas contar sua história da forma mais eficiente possível, mas isso não precisa ser definido como porco, pelo contrário. A abertura não é o único momento onde Espinosa poderá mostrar sua mão habilidosa.

A verdade é que todos sabem em que fonte Vida bebe, desde o trailer, mesmo nos stills: é um não-assumido remake de Alien: O Oitavo Passageiro, que aos poucos trata de criar uma narrativa particular. Podemos entender isso como um senhor risco, tendo em vista que o filme de Ridley Scott é um clássico atemporal, e quando falo isso (mesmo soando redundante) é porque quero dizer que Alien não está no lugar de um Amarcord da vida; todos já viram e continuam vendo Alien até hoje, e o filme continua funcionando e encantando. Acrescente ao risco o fato de que Scott entrega um novo capítulo da franquia já em poucas semanas, o que torna o passatempo de Espinosa ainda mais que arriscado, como descartável. E taí, podemos praticamente ouvi-lo durante toda a projeção gritando "e daí?". Temos a nossa frente um cara consciente. 

Além disso tudo, o espaço voltou a ser 'cool'. Gravidade, Avatar, Interestelar, Perdido em Marte, A Chegada e isso só pra citar os exemplares bem sucedidos estão na boca do povo e todos fazem parte da nossa década, nada mais natural que voltem a pensar no espaço como fonte de thrillers opressivos como nos anos 70; Espinosa não quer inventar a roda, apenas entregar diversão. E divertir. Ele já tinha sido bem sucedido nesse intento há 5 anos atrás no policial Protegendo o Inimigo, um hit com Denzel Washington e Ryan Reynolds, que retorna a ser dirigido por ele aqui. Tanto lá quanto cá, a consciência em entregar diversão sem compromisso aumentaram os resultados finais dos projetos. 

Que fique claro: ter a certeza do tamanho do seu alcance não limita sua competência. Não é por não ser um artesão imagético que Espinosa se furta em construir sequências de tirar o fôlego, e após a abertura voltamos a ficar impressionados com o surgimento da vida alienígena ao alcance dos dedos, os dois passeios fora da nave com desfechos bem distintos, o primeiro ataque de Calvin (uma sequência enorme e formidável que envolve todo o elenco do filme) e o plot twist final, que se não inacreditável ao menos é ultra bem construído. Por ter a certeza de que não tem em mãos um roteiro no nível dos listados acima, o sueco de pais chilenos constrói seu longa metragem em catarse emocional, entretendo e dando a seu elenco ao menos a possibilidade de se divertir tanto quanto o público. O sexteto capitaneado pelo já citado Reynolds e mais Jake Gyllenhaal e Rebecca Ferguson alem de tudo foi pensado de forma inclusiva, misturando etnias e nacionalidades sem parecer forçado, sem a necessidade de grandes voos dramáticos que nem são exigidos.

Pensando e conduzindo sua narrativa da maneira mais funcional possível, para entregar à plateia o material prometido com o mínimo de competência e esmero, Espinosa acaba esbarrando em pelo menos um longa hoje muito respeitado, O Enigma do Horizonte, do agora celebrado "autor vulgar" Paul W. S. Anderson. Sem os requintes de ambientação e mise-en-scene vistos lá, fica clara a intenção de Espinosa em observar quem já passeou pela seara antes dele, ao entregar o punhado de cenas eletrizantes descritas acima que, unidas ao material progresso do autor na Suécia e Dinamarca dedicados ao cinema de gênero, nos faz observar o amadurecer de um cineasta que sabe não ter nascido para alcançar prêmios e listas de festivais europeus. Que tenha percebido rápido o suficiente sua vocação para a diversão e seu talento para as emoções baratas é hoje um mérito digno de aí sim no futuro se projetar, ainda que de maneira vulgar.

Por Francisco Carbone, em 19/04/2017
Avaliação:             6.5
Notas - Equipe
• Alexandre Koball 6.0
• Silvio Pilau 7.0
• Francisco Carbone 6.5
•  Média 6.5
Notas - Usuários
6.7/10 (78 votos)
Minha nota:
0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 4.0 4.5 5.0 5.5 6.0 6.5 7.0 7.5 8.0 8.5 9.0 9.5 10.0
    --
• Todas as opiniões 
Comente no Cineplayers (0)
Não há opiniões dos usuários.
Comente no Facebook
Todas as informações aqui contidas são propriedades de seus respectivos produtores. Sugestões? Reclamações? Elogios? Faça valer sua opinião, escreva-nos!
 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
• #002 De Volta Para o Futuro
• #001 Os Goonies
• #000 O Piloto
 LEIA TAMBÉM

 FICHA DO FILME

 Vida
(Life, 2017)
• Direção:
- Daniel Espinosa
• Elenco Principal:
- Jake Gyllenhaal
- Ryan Reynolds
- Rebecca Ferguson
• Sinopse: A equipe de uma estação espacial internacional descobre vestígios de vida inteligente em Marte.
 FILMES RELACIONADOS
• A Chegada
• Amarcord
• Avatar
• Gravidade
• Interestelar
• O Enigma do Horizonte
• Perdido em Marte
• Protegendo o Inimigo
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2017) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2017)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE