FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
NOTÍCIA

Cineplayers Cast 42 - Filmes da Sessão da Tarde

Categoria: Divulgação
Por Rodrigo Cunha
Nostalgia Cinéfila #2


Não precisamos viajar a 88 milhas por hora para poder voltar no tempo com mais um Cineplayers Cast novinho saindo do forno.

Rodrigo Cunha, Bernardo Brum, Heitor Romero e Victor Ramos juntaram-se para relembrar aqueles grandes clássicos que formaram seus primeiros anos como cinéfilos, os famosos filmes da Sessão da Tarde e do Cinema em Casa. Uma época onde ser obrigado a esperar o filme que deseja ver passar na televisão pode parecer ruim, mas tinha todo o seu charme e marcou toda uma geração que hoje já não existe mais.

Vamos juntos em mais um podcast?


SEM SPOILERS! PODEM OUVIR A VONTADE E BOA NOSTALGIA!!


Duração: 80 minutos

Edição: Edu Aurrai

Filmes citados no Cast de hoje:

Um Príncipe em Nova York 
Platoon
Os Goonies 
Jogador N° 1
Robocop - O Policial do Futuro 
Esqueceram de Mim
Edward Mãos de Tesoura 
O Brinquedo Assassino
Christine - O Carro Assassino 
Colheita Maldita
Enterrado Vivo 
Batman 
O Estranho Mundo de Jack 
Os Fantasmas se Divertem 
Os Aventureiros do Bairro Proibido 
Jumanji 
Mulher Nota 1000
Comando Para Matar 
Curtindo a Vida Adoidado 
Um Tira da Pesada 
Space Jam - O Jogo do Século 
Ace Ventura - Um Detetive Diferente 
Ace Ventura 2 - Um Maluco na África 
O Máscara 
Meu Primeiro Amor 
Ghost - Do Outro Lado da Vida 
A Lagoa Azul 
O Jardim Secreto 
A Princesinha 
A Princesa Prometida 
O Clube dos Cinco
Conta Comigo 
E.T. - O Extraterrestre 
Indiana Jones (tetralogia)
Jurassic Park - Parque dos Dinossauros 
De Volta Para o Futuro 
Aracnofobia 
Querida, Encolhi as Crianças 
Máquina Mortífera 
O Exterminador do Futuro
Duro de Matar 
Loucademia de Polícia
Corra que a Polícia Vem Aí 
Rambo - Programado Para Matar 
Rambo II: A Missão 
Dirty Dancing - Ritmo Quente
Grease - Nos Tempos da Brilhantina 
Footloose - Ritmo Louco 
Flashdance - Em Ritmo de Embalo
Lambada - A Dança Proibida 
K-9 - Um Policial Bom Pra Cachorro
Splash, Uma Sereia em Minha Vida 
Meus Vizinhos São um Terror 
Gremlins 
Piranha 
Viagem Insólita 
Pequenos Guerreiros 
Toy Story 
Quero Ser Grande 
Manequim 
A Chave Mágica 
O Milagre que Veio do Espaço 
Cocoon
Karatê Kid - A Hora da Verdade
Os Garotos Perdidos 
As Patricinhas de Beverly Hills 
Meninas Malvadas 
Um Morto Muito Louco 
Gatinhas e Gatões 
Uma Linda Mulher
Um Adolescente em Apuros 
Um Salto Para a Felicidade 
Stallone Cobra 
Pare! Senão Mamãe Atira 
Falcão - O Campeão dos Campeões 
Um Tira no Jardim de Infância 
Os Caça-Fantasmas 
Querida, Estiquei o Bebê 
S.O.S. - Tem Um Louco Solto no Espaço 
Pequeno Grande Time
Os Batutinhas 
Digam o que Quiserem 
Os Três Pequenos Ninjas 
Um Alguém Muito Especial 
Um Ninja da Pesada 
Sem Licença Para Dirigir 
Mortal Kombate - O Filme 
Street Fighter - A Última Batalha 
Top Gun - Ases Indomáveis 
Lua de Cristal 
Super Xuxa Contra o Baixo Astral 
Os Saltimbancos Trapalhões 
Os Trapalhões e a Árvore da Juventude 
Quem é Essa Garota?
Dênis, o Pimentinha 
Velocidade Máxima 
O Pestinha 
Tudo Por Amor 
A Família Addams 
Três Solteirões e um Bebê 
Elvira, A Rainha das Trevas 
O Gênio do Videogame 
A Bela e a Fera 
MIB - Homens de Preto 
Um Herói de Brinquedo 
Free Willy 
História Sem Fim 
As Tartarugas Ninja 
Debi & Lóide - Dois Idiotas em Apuros 
Sempre Amigos 
Quase 18
Bravura Indômita (2010)
Uma Noite no Museu 
Super 8
O Buraco 
A Hora do Pesadelo 
Superbad - É Hoje



Por Rodrigo Cunha, em 27/07/2018
Comente no Cineplayers (22)
Por Araquem da Rocha , em 16/10/2018 | 14:56:36 h
O cast #14 nostalgia cinéfila foi o que mais mexeu comigo,por falar da paixão por cinema.E agora esse mais uma vez faz isso.Eu sou da época do Cunha também.Peguei a "fase de ouro" da sessão da tarde no fim dos anos 80.Foi uma época muito legal,diferente do politicamente correto da geração atual.
Na minha época era sessão da tarde,cinema em casa,revista Set,vhs......
Hoje não há mais esse "romantismo"(os tempos são outros,torrent facilitou tudo,o que é bom).
Um tempo pra guardar na memória!
Por Matheus Bezerra de Lima, em 29/07/2018 | 11:07:15 h
Sessão sa Tarde consagrou tantos clássicos que falar falar todos os filmes que marcaram a sessão da tarde é praticamente impossível. Na área da comédia, sempre lembro de Vovó... Zona e Operação Babá. A Whoopi Goldberg também é cheia de filmes icônicos da sessão da tarde.
Por Victor Ramos, em 29/07/2018 | 01:06:02 h
Pois é, Kadu, haha Certamente eu amaria. Como eu falei no cast, peguei o final do rabo dessa fase; nasci no fim da vida do velho oeste. Não peguei a época dos filmes de horror que passavam à tarde nas emissoras de tv, e as referências que ficaram para mim no turno da tarde foram mais as comédias pastelões e alguns poucos filmes de ação (por exemplo: filmes com o Jackie Chan - eu poderia até ter citado Police Story - A Guerra das Drogas). No mais, eu também tinha o costume de assistir a filmes que eram exibidos aos finais das noites, e daí veio o meu gosto inicial por filmes de horror (Anaconda deve ter sido a minha primeira experiência nisso) e por filmes de artes marciais (Steven Seagal, JCVD, o já mencionado Jackie Chan etc). Até algumas experiências com o Intercine eu tive (me lembro que durante os intervalos colocavam dois filmes para que as pessoas pudessem fazer a ligação e votar naquele que queriam que fosse exibido); nisso aí conheci A Volta do Guerreiro Americano, por exemplo.
Por Henrique André Santana, em 28/07/2018 | 17:50:27 h
Um dos filmes que mais ri vendo na Sessao da Tarde foi: Corra que a Policia Vem ai 33 e 1/3
Por Kadu Mendez, em 28/07/2018 | 17:39:06 h
Resumindo a minha ideia: censurar algo dizendo "o que funcionava nos anos 80 não funciona hoje por causa do politicamente incorreto destes filmes" é um tiro no pé.É achar de forma ilusória que estão defendendo algumas minorias enquanto estão na verdade impondo de forma estatal uma maneira de pensar, e não é assim que se educa, começa em casa a educação, e é isso o que falta no Brasil.Impor é fazer com que no futuro o ódio apareça como resposta a esta imposição de censurar algo tido erroneamente como preconceituoso ou com discurso de ódio. E não contextualizar, o que é sinal de burrice; é como censurar Monteiro Lobato, Griffith,Tin Tin,etc...E isso acontece no Brasil(país hipócrita da putaria), constantemente.Enquanto países que tem uma educação mais sofisticada como na Europa e alguma coisa nos EUA( que sofre ainda com muito puritanismo mas tem seus mavericks), produziram Monty Python, Jimmy Carr, All in the Family, South Park, Simpsons, "ad infinitum". E o Brasil? Censura "Trapalhões"
Por Kadu Mendez, em 28/07/2018 | 17:27:56 h
Um governo populista sempre vai abrir as pernas para as associações; vai defender o criminosos e colocar a culpa no sistema( que por mais que tenha culpa não inibe o fato do criminoso ter cometido o crime; e eu sei disso porque eu trabalhei 3 anos como agente socioeducativo);vai defender a religião que explode turistas porque a culpa foi do EUA que armou os religiosos,ou seja, esquece a culpa do terrorista que explodiu os turistas infiéis em nome de Alá(um criminoso do século VII que virou um messias).Esse foi o tipo de coisa que aconteceu no Brasil: a falsa sensação de defender pobres e oprimidos deixou eles ainda pobres e oprimidos, aumentou a censura, vai aumentar o ódio(como já se vê hoje em dia de forma preocupante)..e nada vai ser resolvido a não ser deixar o Brasil ainda atrasado em 2018 da mesma forma que era em 1998.
Por Kadu Mendez, em 28/07/2018 | 17:22:35 h
E quando eu digo reacionário é em alguns tópicos claro.Eu adoro ver que hoje em dia as pessoas combatem a homofobia e o testing couch machista. Mas dentro do humor é necessário uma distinção. Quando o governo como o petista por exemplo assume como defensor de minorias com um caráter mais populista e menos humanista, acontece o seguinte: os "ismos" e associações oportunistas(feminismo, LGBT,associações religiosas ou de mães católicas e evangélicas)pedem para censurar determinadas atitudes artísticas, principalmente no humor, e futuramente como a sociedade não é estática o ódio contra as minorias voltarão justamente pelo ódio que este oportunismo causa; é o jeito errado de lutar contra o ódio.E um governo populista toma o coração do povo e de "intelectuais" brasileiros como sempre tomou, e a censura é aprovada.O vitimismo causa ódio no futuro, um efeito reverso."Os Trapalhões" antigos é o melhor exemplo de censura.
Por Kadu Mendez, em 28/07/2018 | 17:14:35 h
A Bandeirantes também adorava filme de horror, mas passava de noite. Vou contar uma: quando criança eu fui assombrado, assombrado mesmo, até em sonhos, por uma cena de um filme de terror de uma mulher presa dentro de um trem-fantasma e um monstro se aproximando na sombra vagarosamente enquanto ela chorava paralisada de medo. A única cena que eu me lembrava, e puta que pariu, desta vez parecia que faltava algo porque eu ia matar um pesadelo infantil meu; depois de grande eu sabia que minha cinefilia ia acabar por se deparar com esse filme. O filme era "Pague para Entrar e Reze para Sair" do Hopper e quando eu vi a cena eu entrei em catarse...e decepção porque nem gostei tanto assim do filme.KKKK.É que nem 'Cyborg" do Pyun com o Van-Damme que tinha aquela cena da decapitação...vai me dizer que não é saudável ter essas cenas guardadas na mente pra saudavelmente te atormentar!?É que nem no século XIX quando Doctor Hyde e Drácula eram lidos por crianças.Século XXI tá reacionário demais.
Por Seja Lá Quem Tiver Sido, em 28/07/2018 | 17:04:03 h
Eu tive esse problema com Xtro, demorei muito tempo pra descobrir o nome do filme, o engraçado é que enquanto vc não lembra é como se uma parte de vc tivesse faltando, sei lá é estranho, quando eu descobri fiquei muito contente.
Por Kadu Mendez, em 28/07/2018 | 17:00:47 h
Eu demorei muito pra achar Freaklandia depois de velho, porque a única coisa que eu me lebrava era o homem nariz.Depois, acho que com a evolução do rpório sistema de pesquisa do Google, sei lá, eu achei o filme e descobri que tinha o Mr. T como a mulher-barbada.kkk. Clássico.
Por Kadu Mendez, em 28/07/2018 | 16:57:53 h
Obrigado você pelo conteúdo de qualidade e pela aproximação humilde que você sempre teve com nós leitores(até mesmo a paciência que tu já teve com alguns leitores malucos aí...conhece um?kkk).Amo vocês de verdade e desejo que vocês continuem até o podcast 700( tipo o Nerdcast do nicho do cinema).Assim o Cineplayers vai ter mais 10 anos de sucesso garantido. E quando chegarem ao podcast 200 por aí, coloquem como meta um videocast.Seria bacana!Abraço!
Por Seja Lá Quem Tiver Sido, em 28/07/2018 | 16:56:14 h
Cinema em Casa foi sempre meu preferido, po passava A Volta dos Mortos Vivos, Xtro, Christine, O Ataque dos Vermes Malditos, A Convenção das Bruxas, O Homem-Cobra, A Bolha Assassina, Freaklândia, Um Lobisomem Americano em Londres, Sob o Domínio dos Aliens, Meu Querido Demônio, Bonecos da Morte... Isso entre 97 e 2003, numa época que já tava mais pro final eu acho, imagina antes o que não passava de tarde.... Eu lembro que esse Xtro 3 tinha uma cena de um soldado numa floresta invadindo o esconderijo dos aliens que eu ficava apavorado com o visual dos aliens, Christine eu desde muleque gostava mas claro não fazia nem ideia de quem era John Carpenter, e anos depois virou um dos meu diretores favoritos Gostava da Sessão da Tarde mas eu só me lembro de A Hora do Espanto e Gremlins por lá, não tenho na lembrança eles passando tanto terror, por isso que eu gostava mais de Cinema em Casa.
Por Rodrigo Cunha, em 28/07/2018 | 16:44:17 h
Pô, Kadu, muito obrigado por compartilhar conosco essa sua visão / parte de sua vida.
Por Kadu Mendez, em 28/07/2018 | 16:16:39 h
Desculpa pelos erros ortográficos que a minha emoção nostálgica me fez fazer( que desculpa, eu nuca presto atenção nisso em comments); parabéns por mais um podcast; sou fã. Ah! E o Vitor Ramos ia ficar louco se tivesse pegado a época do "Fim de noite no SBT".
kkkk
Por Kadu Mendez, em 28/07/2018 | 16:09:24 h
...então por mais que o Brasil como desigualdade sempre foi uma merda..viva o politicamente incorreto e viva a era da Sessão da Tarde/Cinema em Casa...e principalmente "Fim de Noite no SBT".O mundo não evoluiu para melhor por que esse filmes deixaram de passar na tv aberta; no Brasil muita gente ainda não tem acesso tecnológico(por mais incrível que pareça, ter acesso a smartphone não é a mesma coisa),ou seja, os que estão sendo criados pelos filmes da tv realmente motherfuckers vão ter que esperar o Corujão(outra coisa que era comum o cara fazer na época que tinha 3 Corujões numa noite).Chegava uma sexta -feira 13 no ano, a galera de 12 anos se reunia para ver o filme que a Manchete ia passar do Jason.Bons tempos...lamento por quem não passou por isso.
Por Kadu Mendez, em 28/07/2018 | 16:03:55 h
...correto e incorreto são fundamentais e são levantas pela nossa nostalgia de seres saudáveis pra mostrar aonde o ponto de vista da censura realmente deve estar, no "É Proibido Proibir" as manifestações culturas.Até porque vcs falaram de Xuxa(esqueceram Angélica e Supla), mas eu me lembro de pornochanchada e vi muito pornochancahada quando pré-adolescente.Então quando a ditadura fodeu com o cinema e a Embrafilmes só produzia filmes com a Carla Camuratti fazendo baseado de pelos pubianos(porque não era bom fazer a população pensar muito, então isso ainda passava pelo crivo, alguns ainda tinham algum caráter político escondido através de uma alegoria pobre),tudo bem.A ditadura militar fez com só em 1995 tivesse um filme brasileiro visto por todos( dirigido pela mesma Camuratti, ótima atriz dos noas 80, faço justiça aqui).Mas olha como o Brasil é imbecil!Quando o PT em 2002 assumiu o poder o politicamente correto voltou, a censura voltou, e ninguém percebeu na anestesia...
Por Kadu Mendez, em 28/07/2018 | 15:56:24 h
O politicamente incorreto, terminando minha tese aqui, fez as pessoas serem mais criteriosoas, inteligentes e experientes.A geração do politicamente correto, se não tiver um apoio familiar, vai crescer...bom...deixa pra lá.O politicamente incorreto não cria preconceitos ou ódio (tomem a Inglaterra como exemplo por favor!); e na Globo até hoje o Carnaval e a seminudez por trás desses carnavais está ótimo idolatrar, mas Robocop não passa mais. A gente vive num país onde atriz que preste tem que ter Playboy na carreira(alguém já viu Molly Ringwald,Kim Basinger, etc.. posando pra playboy? Pois é,aqui era o ápice da carreira da atriz.)O Brasil ainda guarda hipocrisia, e isso afeta e muito as questões de censura, etc. O Silvio Santos era um gênio por isso; ele manda um foda-se("eu não vi o filme, mas minha filha viu e ela disse que era bom!");quando ele passou OZ no SBT ele só deixava o logo da emissora vermelha.Podcast sobre sessão da tarde é standard, mas as discussões do politicamente..
Por Kadu Mendez, em 28/07/2018 | 15:47:51 h
...sem baixar. Ou procurar, sem database, nas prateleiras de VHS.Como a música, tu comprava o CD e emprestava e pegava emprestado ou esperava pra gravar no K7 as músicas da rádio.Hoje eu vejo aqui no fórum as pessoas falando mal de reis desta época: Tom Hanks, Trapalhões,Schwarzenegger,etc..Eu tenho orgulho de ter passado pela época analógica( eu tive um Atari!).E acho importante essa molecada saber que teve uma época assim, mágica e misteriosa, sem wikipedia, onde as informações dos filmes vinham através da tua imaginação ou a partir da Revista SET.E vou defender o Heitor aqui, havia muitos especiais de Chaplin na Globo nos anos 90, e mesmo que não seja alí que ele tenha visto, o vilme com o Downey Jr. abriu a curiosidade de muita criança como eu, principalmente quando tu tem uma família que te explica, mas o mais importante, uma familia que deixa tu ver tudo sem ser puritano. E esse filme da Goldie Hawn e Russel passava muito..
Por Kadu Mendez, em 28/07/2018 | 15:39:13 h
...moldaram meu caráter e fez com que eu chegasse aonde eu cheguei em matéria de cinema. O que eu quero dizer foi basicamente o que o Heitor falou no podcast, filmes não te transformam em psicopatas ou pervertidos( a não ser que tua psicologia já tenha a tendência psicótica, ma daí já não é normal).O politicamente correto é o que faz os filmes violentos serem cortados hoje em dia da tv aberta na tarde, é aí que eu quero chegar, são flutuações sociais; a compreensão errada que forças puritanas e familiares(associações e afins)fazem uma emissora fazer o que eles querem para não perder a audiência(eu se fosse as emissoras hoje em dia faria ao contrário em matéria de audiência).Olha os Trapalhões por exemplo, hoje em dia não passa mais...se eu quiser ver "Remo - desarmado e perigoso" eu tenho que garimpar, é foda! Quem passou pela era da sessão da tarde é um tipo de pessoa diferente e muito mais evoluído de quem não passou por aquela época. Porque era a única forma de se assistir algo...
Por Kadu Mendez, em 28/07/2018 | 15:30:57 h
... e esta época foi quando minha avó teve a primeira antena de tv da NET(não havia cabeamento em algumas regiões da metrópole gaúcha na época) em 1999 por aí...e isso me ajudou concomitantemente com meu gosto pelos filmes da Sessão da Tarde, Cinema em Casa, etc...Acontece que na época existia o canal USA(hoje Universal se eu não me engano) que passava o seriado do Hitchcock remake, mas ainda mantendo a abertura com o próprio Hitch, e eu perguntei pra minha mãe "Quem é esse velho gordo?", e no mesmo canal passava os filmes que o diretor fez para a Universal("Psicose","Os Passaros") e eu me lembro de ter atrasado um compromisso familiar chorando para poder ver o final de "Um Corpo que Cai".Praticamente esse foi o que moldou o meu caráter em matéria de cinema, ou seja, unir o pop com o cult.Depois teve o Telecine Classic na época e meu fascínio por clássicos só se aprimorou. Mas quem foi culpado disso além da minha criação: os filmes da televisão, com violência e sexo, me moldaram...
Por Kadu Mendez, em 28/07/2018 | 15:22:52 h
"Fim de noite no SBT" Brum. Passava Bava, o filme do elevador assassino, filmes de fantasia do Sinbad/Hércules/Jasão; Rede Manchete tinha o Bang -Bang à Italiana(aliás se eu não me engano era na Manchete que passava Star Wars). A gente chama de Sessão da Tarde na verdade uma era da nossa vida em que a opção era a TV(independente de emissora ou turno do dia).
Eu aprendi a ler muito jovem, com 4 anos mais ou menos, e isso ajuda quando tu é criança a apreender com mais facilidade coisas que outras crianças não têm interesse.E eu sou meio caleidoscópico(música,cinema,literatura,quadrinhos e blá blá blá).Então minha memória vem da Copa de 1994, de ter ideo ao cinema de rua assistir "Jurassic Park" e "Flinstones- O Filme"; meu primeiro filme no cinema foi "Tartarugas Ninjas 2" por causa da minha mãe( que mostrou Goonies para os meus irmãos que nasceram depois de 2000).Eu queria compartilhar uma época da minha vida para ver se teve alguém que teve esta oportunidade também...
Por Josiel Oliveira, em 27/07/2018 | 18:49:37 h
Macacos me mordam!! Vou ouvir já
Comente no Facebook
Outras Notícias
• Trailers - Nicole Kidman surge irreconhecível no trailer de Destroyer
• Mercado - Michael B. Jordan fará um assassino em The Silver Bear
• Mercado - Orange is the New Black chegará ao fim na 7ª temporada
• Mercado - Netflix cancela Punho de Ferro
• Trailers - Claire Denis leva Robert Pattinson para o espaço no trailer de High Life
• Mercado - Capcom anuncia live-action de Mega Man
• Divulgação - Cineplayers Cast 52 - Musicais no Século XXI
• Celebridades - Louis C.K. comenta caso de assédio em retorno aos palcos
• Celebridades - Chris Evans sai em defesa de Daniel Craig após piada de jornalista
• Mercado - The Flash com Ezra Miller tem estreia adiada para 2021
• Mercado - Bilheterias Brasil | Venom segue no topo no Dia das Crianças
• Mercado - Bilheterias EUA | Venom e Nasce Uma Estrela mantêm liderança
• Mercado - História do Wu-Tang Clan vai virar série pelo Hulu
• Mercado - Criadores de Sherlock farão série do Drácula
• Mercado - Ryan Coogler irá retornar para Pantera Negra 2
• Trailers - Aladdin | Live-action ganha o seu primeiro trailer
• Divulgação - Com foco no cinema independente, distribuidora Under The Milky Way chega ao Brasil
• Trailers - Shyamalan liberta a Besta em novo trailer de Vidro
• Trailers - Veja trailer do terror brasileiro A Mata Negra
• Trailers - Nova versão de Cemitério Maldito divulga pôster e trailer
Todas as informações aqui contidas são propriedades de seus respectivos produtores. Sugestões? Reclamações? Elogios? Faça valer sua opinião, escreva-nos!
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE