FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
ÚLTIMAS OPINIÕES

Abaixo estão as últimas 25 avaliações de filmes realizadas pelos editores Cineplayers.

19/04/2018 | 11:44 h
O Terceiro Assassinato
(Sandome no satsujin, 2017)

7.5
• Francisco Carbone
19/04/2018 | 10:57 h
Detroit em Rebelião
(Detroit, 2017)

"Talvez o filme de Bigelow tente abraçar muito conteúdo e demore demais a chegar no seu acontecimento principal, que é o ataque aos jovens negros no prédio. Há muita contextualização do óbvio (racismo, violência policial) e o todo parece bastante disperso."

6.0
• Alexandre Koball
18/04/2018 | 20:54 h
Quase Memória
(Quase Memória, 2015)

8.0
• Bernardo D.I. Brum
18/04/2018 | 15:25 h
The Post: A Guerra Secreta
(Post, The, 2017)

""The Post" integra o gênero "cinema-legado" em que a obra de Spielberg se tornou. Só que, aqui, a realização apressada, os falsos momentos de suspense, e a direção pouco inspirada, diluem a urgência da denúncia. Com tanto talento envolvido, cabia mais."

6.5
• Régis Trigo
18/04/2018 | 11:25 h
Rampage: Destruição Total
(Rampage, 2018)

6.0
• Rodrigo Cunha
17/04/2018 | 21:02 h
O Reino de Deus
(God's Own Country, 2017)

9.0
• Felipe Leal
17/04/2018 | 21:01 h
Noite de Estreia
(Opening Night, 1977)

"Rowlands no papel mais instável, magnético, hilário, desesperado, pertinente, dúbio, xamânico, performático, melancólico, enfático e brilhante do Cinema. E, junto com O Desprezo de Godard, um filme perfeito. "

10.0
• Felipe Leal
17/04/2018 | 20:55 h
You Were Never Really Here
(You Were Never Really Here, 2017)

"Não bastassem as réplicas anódinas de Haneke, Nicolas W. Refn é modulado, aqui, numa trama que apenas se utiliza plenamente da ação castrada de sua amostragem total, mas tão estilizada quanto as do dinamarquês; artifício puro, "brutalidade" encapuzada."

4.5
• Felipe Leal
17/04/2018 | 09:50 h
RoboCop
(RoboCop, 2014)

"O estilo de Padilha casa com o gênero, mas, por culpa do estúdio ou não, a coisa ficou meio torta: perde-se muito tempo na introdução e no treinamento do robô, e na hora pegar no breu, o filme já acabou. Falta energia, vida, vibração... falta Verhoeven."

5.0
• Régis Trigo
17/04/2018 | 09:32 h
7 Dias em Entebbe
(Entebbe, 2018)

4.0
• Francisco Carbone
16/04/2018 | 18:44 h
O Insulto
(L'insulte, 2017)

"Há potência no filme de Doueiri, isso é fato, em especialmente na proposta reflexiva como mote para o exercício cinematográfico do filme, que nem sempre transita fluentemente entre gêneros e apela para algumas romantizações descabidas. "

7.0
• Rafael W. Oliveira
16/04/2018 | 18:42 h
Suburbicon: Bem-vindos ao Paraíso
(Suburbicon, 2017)

"É difícil entender o que Clooney busca aqui: a auto-ironia é mal balanceada, a trilha sonora é didática e invasiva, e a subtrama sobre racismo é das mais gratuitas. O roteiro dos Coen garantem alguns lapsos de sagacidade, mas é pouco."

5.0
• Rafael W. Oliveira
16/04/2018 | 18:40 h
Um Lugar Silencioso
(A Quiet Place, 2018)

"É evidente que o filme se beneficiaria de uns 15 minutos extras pra que o drama familiar soasse menos raso, mas é inegável o quanto Krasinski envolve e nos segura na cadeira apenas com a força das imagens e da ambientação à lá Sinais. Filme de bom gosto."

8.0
• Rafael W. Oliveira
16/04/2018 | 15:12 h
Jumanji: Bem-Vindo à Selva
(Jumanji: Welcome to the Jungle, 2017)

"Bem melhor que o "Jumanji" original, esse reboot manda bem demais: o roteiro não sabota sua boa premissa; a auto-ironia sem freios (Jack Black deita e rola), e todos os personagens são bem desenvolvidos. O final é blergh, mas é uma ótima Sessão da Tarde."

6.0
• Régis Trigo
16/04/2018 | 13:09 h
A Morte Te Dá Parabéns
(Happy Death Day, 2017)

"Este híbrido entre 'Feitiço do Tempo' e 'slasher movie' erra mais do que acerta (as surpresas do roteiro são bobas e se leva um pouco a sério demais), mas a premissa é bacana e, em certos momentos, até bem explorada. Não passa vergonha, o que já é algo."

5.5
• Silvio Pilau
16/04/2018 | 13:07 h
Jumanji: Bem-Vindo à Selva
(Jumanji: Welcome to the Jungle, 2017)

"Surpreendentemente, o filme é muito mais divertido do que o esperado. Há criatividade e momentos genuinamente engraçados, além de que o elenco funciona bem (Jack Black está ótimo). Apela demais pro CGI e tem cenas ruins, mas cumpre o seu propósito."

6.5
• Silvio Pilau
16/04/2018 | 13:03 h
Sabrina
(Sabrina, 1954)

"Há uma certa magia em 'Sabrina' que é rara de encontrar no cinema - especialmente no atual. Talvez tenha a ver com Hepburn, talvez com a elegância do roteiro, talvez com a conduções espirituosa de Wilder, mas é o tipo de filme que encanta e diverte."

7.5
• Silvio Pilau
16/04/2018 | 13:00 h
Um Lugar Silencioso
(A Quiet Place, 2018)

"O diretor é quase sempre fiel ao conceito do filme, mas suas concessões que colocam um tantinho de água no feijão: excesso de trilha sonora, de dramalhão deslocado e de desenvolvimento genérico de personagens comprometem uma experiência de imersão pesada."

7.0
• Bernardo D.I. Brum
16/04/2018 | 11:58 h
O Rei do Show
(The Greatest Showman, 2017)

"A trilha é bacaninha e há certa energia em algumas coreografias, mas essa variação de "Sing" em live-action afunda na narrativa apressada, em personagens sem função, e no excesso de conveniências do roteiro. Hollywood precisa reaprender a fazer musicais."

5.0
• Régis Trigo
16/04/2018 | 11:52 h
Especialista em Crise
(Our Brand Is Crisis, 2015)

"Após "Gravidade", esperava-se de Bullock um projeto mais relevante. Mas a ingenuidade do roteiro, o humor fora de hora, que retira a urgência da denúncia, e a mão insegura de Green (cineasta que não cumpriu o que dele se esperava), diluem o impacto geral."

5.5
• Régis Trigo
15/04/2018 | 16:37 h
Acampamento Sinistro
(Sleepaway Camp, 1983)

"A cena final icônica garante a presença deste slasher dentro do hall dos mais pertinentes. Imperdível para quem aprecia o estilo. "

7.0
• Marcelo Leme
15/04/2018 | 16:34 h
Um Lugar Silencioso
(A Quiet Place, 2018)

"Gosto da proposta de imersão e do quanto o filme consegue se conectar ao espectador dentro de sua proposta tão rara nos dias de hoje. John Krasinski, com duas ou três boas cenas, cria uma obra eficiente, ainda que com alguns momentos hiper cafonas. "

7.0
• Marcelo Leme
15/04/2018 | 16:30 h
Ana, Meu Amor
(Ana, Mon Amour, 2017)

7.5
• Marcelo Leme
15/04/2018 | 14:58 h
Nunca Diga Seu Nome
(The Bye Bye Man, 2016)

"Mais um filme que mostra uma maldição atrás de jovens universitários. Não tem nenhum elemento que o diferencie de tantos outros que apresentam esse mesmo argumento."

3.0
• Alexandre Koball
15/04/2018 | 11:17 h
A Múmia
(Mummy, The, 2017)

"Você pode até tentar, mas dificilmente conseguirá fazer um filme pior que este. "

0.0
• Heitor Romero
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2018)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE