FILMES CRÍTICAS NOTÍCIAS PERFIS TRILHAS TOPS PREMIAÇÕES ARTIGOS COMENTÁRIOS FÓRUNS   SÉRIES PUBLICIDADE
CENTRAL DE USUÁRIOS   |    CADASTRE-SE   |   ENTRAR
   
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS
TOPS
PREMIAÇÕES
ARTIGOS
COMENTÁRIOS
FÓRUNS

SÉRIES
CADASTRE-SE   |   ENTRAR
TÓPICO

Regras:
Obs. 1: o formulário de postagem está disponível apenas para usuários cadastrados e logados no sistema.
Obs. 2: evite brigas! Discussões tolas poderão ser deletadas sem prévio aviso.
Obs. 3: é proibido (sujeito ao trancamento do tópico, banimento do usuário, exclusão do tópico ou até mesmo exclusão do usuário em casos mais graves): spam e divulgação de links para download de filmes piratas.

Scorsese sobre Mother!

páginas: 1 2 [Próxima]

(#539129)
Por Laís P. , em 11/10/2017 | 01:53:57 h
A opinião do Scorsese sobre "Mother!" é, no mínimo, lúcida e desafiadora. :)

http://www.hollywoodreporter.com/news/martin-scorsese-rotten-tomatoes-box-office-obsession-why-mother-was-misjudged-guest-column-1047286
(#539130)
Por Jules, em 11/10/2017 | 02:22:25 h
Bom ou ruim, é o trabalho de um artista.
(#539131)
Por Kadu Mendez, em 11/10/2017 | 07:11:58 h
Exato.É um trabalho de autor.Respeito muito Aronofsky.
Não vi "Mãe" ainda.
Dalpy é um crítico que eu tenho orgulho de ser gaúcho(adoro o Heitor também),mas não concordo com muita coisa dele(o que é saudável);assim como todos os críticos que não gostaram do filme.Mas Aronofsky não é alguém que sequestra a obra literária de alguém para adaptar a seu bel-prazer.
Bom vou ver "Mãe" e talvez faça uma revisão em sua cinematografia.
Mas uma coisa eu aprendi;a unanimidade diante de um filme NÃO é a coisa mais excitante na hora de se debater educadamente.Por isso que prezo quem esculacha e quem ama.E valorizo os argumentos críticos para o dois lados.
(#539132)
Por Chcot Daeiou, em 11/10/2017 | 09:15:34 h
Eu queria não ter gostado de Mother, mas achei um filme ok. Achei equivocado Martin Scorsese escolher este filme para levantar esta questão, porque não me parece ser uma obra-prima, embora o filme tenha um potencial cult (de rola).

Assim como acho equivocada todas as referências que encontram no filme, talvez Lars Von Trier, mas parece-me mais um Michael Bay cerebral. Embora Aronofsky tenha que comer muito feijão ainda para manipular o referencial que ele tenta alcançar. Sendo o único mérito dele, talvez, conseguir criar e manter um público cativo que retornará para ver sua próxima empreitada e pagar mais alguns níqueis no filme seguinte.

A referência bíblica, por exemplo, que tanto falam, se existe, acho por demais óbvia e forçada. Eu veria mais no filme uma influência oriental sobre Yin e Yang (por mais polêmica que uma explicação para as mulheres ocidentais emancipadas fosse).

Mas ainda assim não desgosto do filme, talvez por seus jogos sorrateiros, talvez por ter me causado um ódio profundo e chegar a ter engasgado de tanta raiva, o que foi constrangedor na sala de cinema.

Não me parece o trabalho de um Autor (política de autores),mas mais de uma grife que criou seus fãs.
(#539134)
Por Guilherme Spada, em 11/10/2017 | 14:39:16 h
Agora só porque o Scorsese gostou, as pessoas vao passar a respeitar o filme rsss
(#539135)
Por Josiel Oliveira, em 11/10/2017 | 14:53:50 h
O Aronofsky escorregou feio em Noé, mas no mais a sua filmografia é boa.
Acho essa ousadia dele uma virtude, gosto muito de Pi e A Fonte da Vida, que é ousado nessa linha mas é bacana.
É exagerado esse stigma que colocaram nele, talvez isso tenha acontecido pela fraca gerações de autores no cinema atualmente e pelo excesso de expectativa que se criou no início da sua carreira.
Mas fiquei curioso sim pra ver esse filme, e acho que o Aronofsky tem bastante relevância e ainda merece créditos.

obs.: o Kleber Mendonça Filho falou que é bom também rs
(#539136)
Por Josiel Oliveira, em 11/10/2017 | 14:58:18 h
Tem mais a dizer (ou pelo menos se esforça para isso, para provocar reflexão) do que o Gaspar Noé, citado no outro tópico.
(#539146)
Por Chcot Daeiou, em 11/10/2017 | 21:03:57 h
Gaspar Noé sim um verdadeiro embuste.
(#539147)
Por Jules, em 11/10/2017 | 22:00:51 h
Gaspar Noé, outro artista mais ou menos. Nicolas Winding Refn. Nolan. Assim vai...
A questão é coloca-los à parte de gente como James Gunn, Brett Ratner, Renny Harlin etc.
Diretores de aluguel, sem estilo, sem ambição.
(#539150)
Por Guilherme Machado, em 12/10/2017 | 00:51:25 h
Não gosto nem um pouco de Gaspar Noé (odeio, aliás), mas pelo menos o "estilo" dele é dele, o do Aronofsky ele pegou emprestado dos outros, e reproduziu mal feito ainda. Mãe! é um amontoado de clichês temáticos, não vejo nada de autoral ali.

páginas: 1 2 [Próxima]
Cineplayers não se responsabiliza pelas postagens deste fórum. Ajude-nos a manter a integridade do conteúdo, caso veja algum abuso ou comentário ofensivo, entre em contato conosco, denunciando (passe o link do material original).

 CINEPLAYERS CAST
CP Cast
• #003 Blade Runner / Blade Runner 2049
• #002 De Volta Para o Futuro
• #001 Os Goonies
• #000 O Piloto
 LEIA TAMBÉM
 FICHA DO FILME

 Mãe!
(Mother!, 2017)
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2017) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CENTRAL DE USUÁRIOS
FILMES
CRÍTICAS
NOTÍCIAS
PERFIS
TRILHAS SONORAS
HOME CINEMA
TOPS
COMENTÁRIOS
ARTIGOS
PREMIAÇÕES
JOGOS
FÓRUNS
PAPÉIS DE PAREDE
MAIS ASSISTIDOS
EQUIPE
NOSSA HISTÓRIA
CONTATO
PERGUNTAS FREQUENTES
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
ESPECIAL A NOVA HOLLYWOOD
ESPECIAL WES CRAVEN
CHAT
MAPA DO SITE
API CINEPLAYERS
ANUNCIE CONOSCO
         
CINEPLAYERS LTDA. (2003 - 2017)

           
 USUÁRIOS
 + ASSISTIDOS
 EQUIPE
 HISTÓRIA
CONTATO
FAQ
PROMOÇÕES
ESTATÍSTICAS
WES CRAVEN
MAPA DO SITE
API
ANUNCIE