Saltar para o conteúdo
6,0
Cineplayers
3 votos
6,6
Usuários
154 votos
?
Sua nota
Direção
Phil Lord, Christopher Miller
Roteiro:
Michael Bacall (roteiro e argumento), Oren Uziel (roteiro), Rodney Rothman (roteiro), Jonah Hill (argumento), Stephen J. Cannell (série televisiva), Patrick Hasburgh (série televisiva)
Gênero:
Comédia, Ação, Policial
Origem:
Estados Unidos
Estreia:
04/09/2014
Duração:
112 minutos

Filmes Relacionados

Logo após fracassarem numa missão que tentava capturar o traficante Jöste Nillsen, conhecido como Ghost, Jenko e Schmidt recebem outra tarefa: terão de se infiltrar em uma universidade e descobrir quem está traficando drogas no lugar além de descobrir quem são os responsáveis pela morte de uma das estudantes da faculdade.

Elenco

Channing Tatum
Jenko
Jonah Hill
Schmidt
Ice Cube
Capitão Dickson
Amber Stevens
Maya
Peter Stormare
Jöste Nillsen - Ghost
Wyatt Russell
Zook
Jimmy Tatro
Rooster
Jillian Bell
Mercedes
Rob Riggle
Sr. Walters
Dave Franco
Eric Molson
Nick Offerman
Chefe Hardy
Steven Williams
Comissário Adam Fuller
Marc Evan Jackson
Dr. Murphy
Patton Oswalt
Professor da MC State
Kenneth Lucas
Kenny Yang
Keith Lucas
Keith Yang
Craig Roberts
Spencer
Caroline Aaron
Annie Schmidt
Queen Latifah
Sra. Dickson
Eddie J. Fernandez
Cicatriz

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Típica continuação que repete todas as fórmulas do anterior. Incrivelmente, ainda reserva momentos ímpares e hilários. A overdose mercadológica dos créditos finais é a cereja do bolo, mesmo dando certo pavor do que podemos presenciar daqui uns anos.

  • Tão hilário quanto a cara do Ice Cube na cena do jantar, e o chilique com o garçom. Barriga chega a doer.

  • Superou o primeiro, uma sequência que não para de se auto-satirizar e faz ótimo uso da metalinguagem, o humor continua afiado assim como a brincadeira com os esterótipos, e a dupla de atores está ainda melhor em seu bromance, a melhor comédia de 2014.

  • Segue exatamente a linha do primeiro mantendo a qualidade do humor e do carisma da dupla. Fórmula que não deu certo com o segundo "Se Beber Não Case"

  • Piadas ao gênero policial (que vão das cenas de ação toscas ao suposto relacionamento gay dos protagonistas) é o que não faltam, e por isso a maioria acerta o alvo, mas muitas passam longe. Bastante divertido, mas a simplicidade do anterior foi mais.

  • Parte da ironia metalinguística funciona muito bem em algumas cenas, mas também acaba soando como atestado de preguiça dos inúmeros roteiristas envolvidos (tanta gente para escrever exatamente a mesma história do primeiro?). Diverte, apesar de não marcar.

  • O roteiro é tão sem originalidade (e praticamente igual ao prequel), que até faz piada desta situação ("...então vamos procurar as etiquetas..." ou também nas cenas dos créditos finais). Há algumas poucas gags engraçadas, mas a maioria é apelativa.

  • Não acrescenta nada ao longa original, mas tem a seu favor a abordagem da amizade como uma relação de altos e baixos, mas que sobrevive ainda assim. A sátira à mania hollywoodiana de sequências também é ponto positivo.

  • Melhor que o primeiro exemplar. O maior triunfo do filme é não se levar a sério! A química entre Hill e Tatum é ótima, o tom auto- depreciativo é delicioso e as situações criadas arrancam gargalhadas genuínas! Ótimo entretenimento descompromissado!

  • Mantém o nível do primeiro filme, um bom divertimento mesmo que rudimentar. Até certo ponto agrada ao fazer piada de si mesmo, mas em algum momento acaba exagerando na dose.

Comentários (0)

Faça login para comentar.