Saltar para o conteúdo
Terror Suspense

Annabelle 2 - A Criação do Mal

(Annabelle: Creation, 2017)
5,8
Usuários
90 votos
?
Sua nota
Direção
David F. Sandberg
Roteiro:
Gary Dauberman (escrito por)
Gênero:
Terror, Suspense
Origem:
Estados Unidos
Estreia:
17/08/2017
Duração:
109 minutos

Filmes Relacionados

Alguns anos após a morte trágica de sua filhinha, um criador de bonecas e sua esposa recebem uma freira e várias meninas de um orfanato em sua casa. Logo se tornarão alvo da sua própria criação, a possuída Annabelle.

Elenco

Miranda Otto
Javier Botet
Stephanie Sigman
Irmã Charlotte
Alicia Vela-Bailey
Malvada sra. Mullins
Anthony LaPaglia
Samuel Mullins
Adam Bartley
Oficial Fuller
Lulu Wilson
Talitha Bateman
Janice
Brian Howe
Pete Higgins
Kerry O'Malley
Sharon Higgins
Philippa Coulthard
Nancy
Brad Greenquist
Victor Palmeri
Samara Lee
Grace Fulton
Lotta Losten
Tayler Buck
Mark Bramhall
Padre Massey
Lou Lou Safran
Joseph Bishara
demônio

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Raro caso de sequência (ou prequel) superior ao original - mais atmosférico (várias boas cenas, de gelar a espinha). O todo é bem previsível, sobretudo o enredo da menina com dificuldades para andar, mas funciona para fãs de filmes de bonecos malditos.

  • A história é simples e os personagens rasos, o filme é um belo exercício de estilo de Sandberg, que se mostra mais maduro ao utilizar com talento os clichês do genêro, criando um clima tenso e bons momentos. Infinitamente superior ao primeiro filme.

  • Um avanço inegável em relação ao péssimo primeiro. Sandberg, após comandar o igualmente medíocre Lights Out, aqui parece compreender melhor o uso do espaço e da ambientação nas cenas de horror, ainda que siga adotando inúmeros clichês irritantes. Mediano.

  • Tem uns três grandes momentos de fazer grudar na cadeira, personagens razoáveis e uma atmosfera muito bem construída, mas o roteiro brinca muito com a inteligência do público, esbaldando incoerência. Ainda assim é infinitamente superior ao seu antecessor

  • Se ampara demais em sustos fáceis, CGI e trilha sonora intrusiva, como boa parte do terror estadunidense. Paralelamente, nos parcos momentos em que tenta sair desse lugar comum, utilizando, sobretudo, iluminação e elementos cênicos simples, até se dá bem.

  • Razoável

  • O terror psicológico é construído com silêncios. Em "Annabelle 2", o único elemento a ficar quieto é a boneca imóvel que dá título ao filme. De resto, o silêncio só serve se for rasgado por um barulho alto e súbito, a cada três minutos.

  • O estilo de direção Invocação do Mal™ já está dando claros sinais de desgaste aqui, com nada de novo num filme genérico e pouco inspirado mas que tem seus momentos; não sejam enganados pela crítica, o primeiro é bem melhor e sem medo de ser porralouca.

  • Não vi o primeiro e apesar de seus erros, David F. Sandberg sabe quais são os principais elementos de um filme de terror e entrega uma obra que eu não via a muito tempo: aterrorizante!

  • Nada demais,mas é melhor que o primeiro.

  • Melhor que o primeiro de fato é, o que não quer dizer muito. Investe na velha fórmula de sustos fáceis, mesmo que alguns de fato funcionem.

  • Mais um dos exemplares de terror americano baseado na manipulação do som. Ainda ta pra nascer o cara pra reinventar os signos que erigiram o gênero por lá. Ainda se encerra levantando um tema de mal na sociedade apenas tangente ao real desejo de impacto.

Comentários (0)

Faça login para comentar.