Saltar para o conteúdo
7,9
Cineplayers
8 votos
8,0
Usuários
56 votos
?
Sua nota
Direção
João Dumans, Affonso Uchoa
Roteiro:
João Dumans, Affonso Uchoa
Gênero:
Drama
Origem:
Brasil
Estreia:
05/04/2018
Duração:
97 minutos

Um trabalhador em uma fábrica antiga situada em Ouro Preto, Minas Gerais, encontra o diário de um homem que trabalhou lá no passado e que sofreu um acidente.

Elenco

Aristides de Sousa
Cristiano
Murilo Caliari
André
Gláucia Vandeveld
Renata Cabral
Ana
Renan Rovida
Renan

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Uma história humana, singela, verdadeira. Um relato de um Brasil esquecido, amargurado, por que não dizer distante e perdido. Um filme sobre o tempo, que não volta, mas pode ser lembado. Toda vida é única, toda memória merece seu momento. Pura grandeza!

  • Tipico filme de festivais, forte contexto regional, atores "amadores" e alto tom de critica social. O estilo de narrativa pode incomodar um pouco e demora a engrenar, filme regular.

  • Singeleza e sinceridade se combinam para revelar uma dessas histórias de todos os dias com uma poesia extraordinária.

  • Poderoso, sereno, poético e preciso estudo de personagem intrínseco as condições de vida que o Brasil de 2018 oferece a sobrevivência do seu proletariado. Fetiche: Num mundo perfeito, 'Arábia' ganha um remake daqui a 20 anos por Adirley Queirós.

  • Pega elementos sociais presentes no cinema BR (São Paulo S.A. e O Homem Que Virou Suco) e casa com uma abordagem bem naturalista (Linklater e Dardene's), formando uma obra simples, única e sincera. Uma mistura equilibrada do coletivo com o indivídual.

  • Não escapa de alguns maneirismos irritantes do cinema nacional atual, mas é muito acima da média, em termos de consciência política, em termos de retrato, de regionalismo, de personagens. Uma história forte e sensível que passa bem sua mensagem.

  • Drama social de um ponto de vista intimista que em nenhum momento envereda para julgamentos ou vitimização dos personagens. Belas imagens, música muito bem utilizada. Filme completo e maduro.

  • Define de forma exemplar as dificuldades de crescimento do trabalhador "braçal" numa sociedade — dificuldade essa que fica cada vez mais explicita ao longo da película. Obra singular e tocante!

  • Conduzido perfeitamente através de diálogos belíssimos, é um importante retrato da classe trabalhadora brasileira. Além disso, tem também na fotografia e na trilha-sonora seus pontos altos. Um dos mais lindos e comoventes filmes dos últimos anos.

  • A fotografia é belíssima, a força emocional é inegável e é, de fato, um bonito tratado sobre a classe trabalhadora brasileira e as jornadas de uma vida. Por outro lado, é difícil se acostumar com o estilo de diálogos e atuações e o longa custa a engatar.

Comentários (0)

Faça login para comentar.