Saltar para o conteúdo
8,5
Cineplayers
13 votos
8,2
Usuários
592 votos
?
Sua nota
Direção
Richard Linklater
Roteiro:
Richard Linklater
Gênero:
Drama
Origem:
Estados Unidos
Estreia:
30/10/2014
Duração:
163 minutos
Prêmios:
72° Globo de Ouro - 2015, 87° Oscar - 2015

Filmado ao longo de 12 anos, a obra segue a vida do garoto Mason - desde o início de sua vida escolar, aos 5 anos, até a entrada na faculdade, aos 18 - enquanto convive com sua irmã e com seus pais divorciados.

Elenco

Ellar Coltrane
Mason Evans Jr.
Patricia Arquette
Olivia Evans
Ethan Hawke
Sr. Mason Evans
Nick Krause
Charlie
Jordan Howard
Tony
Maximillian McNamara
Dalton
Sam Dillon
Nick
Lorelei Linklater
Samantha Evans
Marco Perella
Professor Bill Welbrock
Jamie Howard
Mindy Welbrock
Andrew Villarreal
Randy Welbrock
Libby Villari
Avó Catherine
Zoe Graham
Sheena
Charlie Sexton
Jimmy
Richard Robichaux
Chefe de Mason Jr.
Jessi Mechler
Nicole
Brad Hawkins
Jim
Tom McTigue
Sr. Turlington,prof. de fotografia
Jenni Tooley
Annie
Richard Andrew Jones
Avô Cliff

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • É sobre a vida, sobre a família, sobre os pequenos momentos, sobre os aprendizados, sobre as expectativas, sobre as realizações, sobre a magnitude do tempo em cima de nossa existência. É o épico de Linklater sobre a auto-descoberta de todos nós.

  • É notória a habilidade do Linklater em agigantar essas histórias juvenis e pequenas através de um trabalho que não é pautado pela simplicidade, mas pela potência de cada um de seus objetos.

  • Depois de sua trilogia com o casal Jesse e Celine, Linklater se firmou como um doce observador e artesão do tempo, e agora é natural seu novo filme vir como uma progressão a esse tema. Boyhood é vida real tornada singela, pura e terna pela ficção. Lindo!

  • Cinema sobre sua essência, representação da vida, suas idas e vindas, erros e acertos. Um dos projetos mais ambiciosos dos últimos anos - e um dos mais eficientes também. Para ser lembrado, por qualquer prisma que se veja, daqui a vários e vários anos.

  • Ao tentar emular a vida ordinária no Cinema, Linklater acaba cedendo a convenções e clichês da sétima arte, o que parece ser uma contradição. Ainda assim, excetuando-se partes excessivamente amadoras, os textos são muito agradáveis.

  • A metodologia de filmagem de Linklater, pelo seu arrojo e ineditismo, tende a engolir o próprio filme. Por isso mesmo, a obra deve ser vista pelo que de fato é - um incrível épico sobre a vida em família. "Boyhood" é o "Nashville" da sua geração.

  • A infância. Os aprendizados. A escola. A família. Os amigos. As descobertas. O crescimento. As desilusões. As dores. As alegrias. Os erros. Os acertos. A independência. O simples. O importante. O tempo. A vida, pura e simples.

Comentários (0)

Faça login para comentar.