Saltar para o conteúdo
7,5
Cineplayers
1 voto
5,2
Usuários
26 votos
?
Sua nota
Direção
Dario Argento
Roteiro:
Dario Argento (roteiro), Enrique Cerezo (roteiro), Stefano Piani (roteiro), Bram Stoker (livro), Antonio Tentori (roteiro)
Gênero:
Suspense, Terror, Romance
Origem:
Espanha, França, Itália
Duração:
106 minutos

Filmes Relacionados

A história se passa em 1893 na Transilvânia. Jonathan Harker deixa sua vida na Inglaterra para visitar trabalhar no Castelo do Conde e, seduzido por uma mulher, é transformado em vampiro. Quando sua esposa Mina chega à cidade, começa a ser perseguida física e psicologicamente por Drácula. A moça, à procura de seu marido, chama o Dr. Van Helsing para tentar desvendar os acontecimentos estranhos que acontecem na pequena cidade. Versão em 3D de Dario Argento para o clássico romance de Bram Stoker.

Elenco

Rutger Hauer
Abraham Van Helsing
Thomas Kretschmann
Dracula
Asia Argento
Lucy
Marta Gastini
Mina Murray / Harker
Unax Ugalde
Johnathan Harker
Miriam Giovanelli
Tanja
Gabriele Lavia
Quincey Morris
Maria Cristina Heller
Jarmila
Giuseppe Lo Console
Zoran
Giovanni Franzoni
R. M. Renfield
Augusto Zucchi
Andrej
Riccardo Cicogna
Janek
Franco Ravera
padre
Francesco Rossini
Ten. Delbruck
Christian Burruano
Milos
Eugenio Allegri
Oste
Nicola Baldoni
Fabbro
Alma Noce
Marika
Simona Romagnoli
esposa de Oste
Luca Fonte
soldado

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Uma surtada ali, outra aqui, mas é um Argento mais quieto.

  • Pfff Argento brincando com CGI e tentando nos fazer engolir qualquer porcaria que ele faz.

  • Longe de ser Tão ruim (Embora o filme seja bem indefensável), é ao menos capaz de manter a atenção. Nada mais que Argento com suas falhas, aumentadas pelo mal uso de CGI.

  • Argento faz seu Drácula funcionar usando o essencial: mulheres bonitas, um drácula sedutor, muito sangue, nudez, sexo. Somado a isso, um senso estético apurado, com enquadramentos bem colocados e um uso super divertido do 3D. Querer mais o que?

  • A figura icônica de Dracula pesa um pouco sobre o filme. Não atrapalha, apenas cria certas comparações descabidas. Mas é um trabalho de respeito, criativo, atmosférico, meio insano, um legítimo Argento! Pode não ser o melhor momento do italiano, mas vale!

  • A ambientação sinistra é muito bem aplicada e os personagens são bastante fiéis ao clássico de Bram Stoker. Apenas algumas cenas como o lobo atacando Jonathan e aquele gafanhoto gigante (meu Deus o que é isso Dario), trazem um pouco de vergonha ao filme.

Comentários (0)

Faça login para comentar.