Saltar para o conteúdo
6,0
Cineplayers
2 votos
5,9
Usuários
18 votos
?
Sua nota
Direção
Angelina Jolie
Roteiro:
Angelina Jolie, Loung Ung
Gênero:
Histórico, Drama, Biografia
Origem:
Estados Unidos, Camboja
Duração:
136 minutos
Prêmios:
75° Globo de Ouro - 2018

Loung Ung, uma cambojana escritora e ativista pelos direitos humanos, reconta os horrores que sofreu quando criança sob o domínio do sanguinolento Khmer Vermelho.

Elenco

Sareum Srey Moch
Loung Ung
Phoeung Kompheak
Pa Ung
Sveng Socheata
Ma Ung
Mun Kimhak
Kim
Heng Dara
Meng
Khoun Sothea
Khouy
Sarun Nika
Geak
Run Malyna
Chaou
Oun Srey Neang
Keav
Tharoth Sam
líder do Khmer Vermelho
Mony Ros
Nout Sophal
Horm Chhora

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Jolie já havia mostrado seu talento, mas aqui revela-se uma artista madura e extremamente sensível. Com narrativa econômica, evitando excessos ou melodrama, entrega uma obra tocante, que capta o absurdo da guerra pelo olhar de uma criança. Grande filme.

  • Imatura, Jolie peca novamente pelo tendenciosismo narrativo e aposta ora em alegorias que resvalam no óbvio, ora em sequências visualmente de mau gosto (os momentos de delírio). Como diretora, Angelina é uma ótima ativista.

  • O peso do nome da diretora é absolutamente a única coisa que leva o longa para algum lugar, pois sua produção é pobre, piegas e clichê, com uma fotografia fraquíssima e a pior montagem do ano, que sabota a obra, desnecessariamente longa. Bomba das grandes

  • O famoso do nada para o lugar algum. Não perca duas horas do seu tempo.

  • Jolie pesa a mão em algumas cenas e em outras adiciona efeitos desnecessários. Mas é necessário elogiar algumas cenas que até mostram um potencial (como uma das últimas batalhas), além da bela fotografia e o elenco infantil.

  • Jolie ainda não disse a que veio como diretora. Observar os horrores da guerra pelos olhos da jovem menina é uma aventura tocante, mas impulsionada muito mais pela própria história do que pelas contribuições da diretora (algumas bem bregas - os delírios).

  • Existe licença poética para demonizar o Khmer vermelho e as ditaduras socialistas tal qual o Nazismo, bem como as ditaduras militares de direita. Quem pensa que o filme peca em ser tendencioso tem um sério problema de visão de mundo.

Comentários (0)

Faça login para comentar.