Saltar para o conteúdo
6,6
Cineplayers
12 votos
7,4
Usuários
479 votos
?
Sua nota
Direção
Tate Taylor
Roteiro:
Tate Taylor (roteiro), Kathryn Stockett (romance)
Gênero:
Drama
Origem:
Estados Unidos, Índia, Emirados Árabes
Estreia:
03/02/2012
Duração:
146 minutos
Prêmios:
69° Globo de Ouro - 2012, 84° Oscar - 2012

Mississipi, década de 1960. Skeeter acabou de terminar a faculdade e sonha em ser escritora. Ela põe a cidade de cabeça para baixo quando decide pesquisar e entrevistar mulheres negras que sempre cuidaram das "famílias do sul". Apesar da confusão causada, Skeeter consegue o apoio de Aibileen, governanta de um amigo, que conquista a confiança de outras mulheres que têm muito o que contar. No entanto, relações são forjadas e irmandades surgem em meio à necessidade que muitos têm a dizer antes da mudança dos tempos atingir a todos.

Elenco

Emma Stone
Eugenia 'Skeeter' Phelan
Viola Davis
Aibileen Clark
Bryce Dallas Howard
Hilly Holbrook
Octavia Spencer
Minny Jackson
Jessica Chastain
Celia Foote
Ahna O'Reilly
Elizabeth Leefolt
Mary Steenburgen
Elain Stein
Mike Vogel
Johnny Foote
Allison Janney
Charlotte Phelan
Sissy Spacek
Missus Walters
Chris Lowell
Stuart Whitworth
Anna Camp
Jolene French
Emma Henry
Mae Mobley
Cicely Tyson
Constantine Jefferson
Brian Kerwin
Robert Phelan
Wes Chatham
Carlton Phelan
Aunjanue Ellis
Yule Mae Davis
Ted Welch
William Holbrook
Nelsan Ellis
Henry, o garçon
Ashley Johnson
Mary Beth Caldwell

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Repleto de boas intenções e, dentro de suas limitações, competente na exploração de seus temas. Talvez por ter sido injustamente muito cobrado, não tenha atendido as expectativas de todos.

  • O tema é brilhante e a realização corresponde.

  • Não vejo problemas em temas batidos mas relevantes como a diferença de classes e preconceito racial serem tratados com o tempero de uma matinê, desde que as interpretações e o elenco sejam como os apresentados aqui.

  • Mississipi é o cenário adequado para um drama que faz uso de estereótipos para emocionar e divertir o público com ótimo elenco. Agradabilíssimo, o que deflagra um dos problemas do roteiro (há alguns buracos no script), a mascarar a gravidade do tema.

  • Me incomoda quando um filme descaradamente racista, mas revestido por essa capa light e bem-humorada, é comprado tão facilmente. Nem (algumas) boas atuações salvam 'Histórias Cruzadas' do desprezo.

  • Estou ciente de seus problemas e concordo com praticamente todos eles. Mas cinema também é coração, e como fui criado pela minha segunda mãe negra, senti muito mais do que estava na tela. Talvez estejam sendo um pouco duros demais com um bonito filme.

  • Construído sob medida para agradar plateias e a Academia, peca pela falta de ousadia, superficialidade e estereótipos, além de cenas forçadas apenas para emocionar. Ainda assim, traz um tema sempre interessante e é interpretado de forma impecável.

  • Bem intencionado. É estereotipado, muito estereotipado, mas redondo, agradável e relativamente sensato. Trata de um tema que dificilmente irá se esgotar.

Comentários (0)

Faça login para comentar.