Saltar para o conteúdo
6,6
Cineplayers
7 votos
7,1
Usuários
229 votos
?
Sua nota
Direção
James Wan
Roteiro:
James Wan (roteiro e argumento), Carey Hayes (roteiro e argumento), Chad Hayes (roteiro e argumento), David Leslie Johnson-McGoldrick (roteiro)
Gênero:
Terror, Suspense
Origem:
Estados Unidos
Estreia:
09/06/2016
Duração:
133 minutos

Filmes Relacionados

Sete anos após os eventos de Invocação do Mal (2013), Lorraine (Vera Farmiga) e Ed Warren (Patrick Wilson) desembarcam na Inglaterra para ajudar uma família atormentada por uma manifestação poltergeist na filha. A trama é baseada no caso Enfield Poltergeist, registrado no final da década de 1970.

Elenco

Vera Farmiga
Lorraine Warren
Patrick Wilson
Ed Warren
Frances O'Connor
Peggy Hodgson
Steve Coulter
Padre Gordon
Simon McBurney
Maurice Grosse
Sterling Jerins
Judy Warren
Madison Wolfe
Janet Hodgson
Lauren Esposito
Margaret Hodgson
Benjamin Haigh
Billy Hodgson
Patrick McAuley
Johnny Hodgson
Shannon Kook
Drew
Robin Atkin Downes
Bill (voz)
Abhi Sinha
Harry Whitmark
Jennifer Collins
Louise
Alexa Najera
Allison
Bob Adrian
Bill Wilkins
Javier Botet
Simon Delaney
Vic Nottingham
Maria Doyle Kennedy
Peggy Nottingham
Franka Potente
Anita Gregory

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Wan segue sua linha de filmes de terror praticamente idênticos, mas continua diferenciado no mercado trazendo uma experiência sensitiva bem lapidada e que brinca com a expectativa de quem assiste. Não tão tenso, ainda assim divertido.

  • Wan segue sabendo muito bem o que faz, mas aqui o roteiro, sem saber direito o que quer, acaba optando por saídas de gosto muito duvidoso. A primeira metade é no nível do antecessor - atmosfera belíssima e direção segura. No mais, ficou devendo.

  • Wan não consegue atingir o alto nível do primeiro filme, garantindo uma sequência tensa e divertida mas que não se sobressai, principalmente pelo roteiro preguiçoso, pelas cenas que não alcançam seu potencial, excesso de susto fácil e um clímax razoável.

  • Wan dirige bem, é verdade, mas essa continuação continua sendo pra um típico de público específico a qual infelizmente (ou felizmente) não pertenço.

  • Wan continua entregando a paçoca e fazendo filmes mais equilibrados (e mais uma vez o tom misterioso do primeiro filme é o que há melhor) que tentam consertar o vício dos antecedentes. "Mestre do susto" ("geração: dá medo?"), cinema midiático e bem eficaz

  • Wan continua dominando o suspense com subjeções, colocando o espectador no lugar dos personagens e apostando na criação lenta da atmosfera ao invés de sustos grátis. Vera Farmiga mostra mais uma vez que é uma atriz subestimada. Aquele quadro... memorável!

  • Vai muito bem em criar atmosfera e um par de cenas memoráveis. Vai mal quando pesa a mão na modernização do horror clássico e estraga outros momentos (fantasma dá poderes de teletransporte para a menininha). Mais porra louca que o original, no entanto.

  • Uma ótima continuação, o estilo de Wan na instalação do horror no ambiente está de volta, embora que numa dose repetitiva e não tão marcante como no original. Ponto positivo para a excelente relação de Wilson e Farmiga em cena, esbanjando carisma.

  • Tudo ficou melhor. A direção mais evoluída e os protagonistas mais confortáveis em seus papéis. A freira rouba o filme quando aparece, que vilã!

  • Terror mesmo. A trama, embora levemente abaixo do nível do primeiro filme, consegue render terríveis sustos e cumpre de forma magnifica sua função como thriller de terror moderno. Wan acerta novamente!

Comentários (0)

Faça login para comentar.