Saltar para o conteúdo
6,6
Cineplayers
7 votos
6,8
Usuários
290 votos
?
Sua nota
Direção
Lars von Trier
Roteiro:
Lars von Trier
Gênero:
Drama, Erótico
Origem:
Alemanha, França, Reino Unido, Bélgica, Dinamarca
Estreia:
13/03/2014
Duração:
124 minutos

Filmes Relacionados

A continuação da história de vida de Joe investiga os aspectos mais sombrios de sua vida adulta, e o que a levou aos cuidados de Seligman. Últimos três capítulos de "Ninfomaníaca".

Elenco

Charlotte Gainsbourg
Joe
Stellan Skarsgård
Seligman
Shia LaBeouf
Jerôme
Willem Dafoe
L
Mia Goth
P
Udo Kier
O Garçom
Jean-Marc Barr
Sr. Devedor
Michael Pas
Jerôme velho
Stacy Martin
Joe jovem
Jamie Bell
K
Ananya Berg
Joe - 10 Anos
Christian Slater
Pai de Joe
Kookie
N
Papou
Irmão de N
Shanti Roney
Tobias,o Intérprete
Laura Christensen
A babá
Kate Ashfield
A terapeuta
Caroline Goodall
A psicóloga
Omar Shargawi
Capanga de Joe
Sophie Kennedy Clark
B

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • O encerramento desta besteira que Trier fez; um chamado soft porn, que na verdade filma muito melhor a dor do que o prazer. E o perfil da Ninfomaníaca? Sobrou muito pouco para este episódio 2. Tem clima, mas inacreditavelmente falta conteúdo.

  • Ninfomaníaca é estranhamente menos orgânico do que a obra de Trier - soa mais gratuito e episódico - e até menos ousado do que se poderia esperar. Ainda assim, o diretor expõe como poucos verdades que muitos não teriam coragem de colocar na tela.

  • As reflexões propostas por Von Trier, assim como seu ataque direto à hipocrisia, ficam mais claras no segundo volume, que se arrisca mais do que a "comportada" primeira parte. Ainda oscila entre erros e acertos, mas provoca e faz pensar.

  • Aqui fica claro: as intervenções de Seligman, mais orgânicas, serve à abordagem irônica de Von Trier da ninfomania. Afora o olhar sensível e controverso sobre a pedofilia, um filme bem aquém da discussão e do esclarecimento que se propunha a estimular.

  • Agora sim! A segunda parte da história de Von Trier finalmente diz a que veio com suas críticas ácidas e fortes à hipocrisia da socieade, os questionamentos sobre a sexualidade feminina e a coragem em exibir momentos que poucos o fariam. Ponto para Trier.

Comentários (0)

Faça login para comentar.