Saltar para o conteúdo
8,3
Cineplayers
7 votos
8,2
Usuários
68 votos
?
Sua nota
Direção
Mario Bava
Roteiro:
Ernesto Gastaldi (roteiro e diálogos), Ugo Guerra (roteiro e diálogos), Luciano Martino (roteiro e diálogos)
Gênero:
Terror
Origem:
França, Itália
Duração:
91 minutos

No século XIX, um nobre sádico aterroriza os membros de sua família. Ele é encontrado morto, mas seu fantasma retorna para assombrar os residentes de seu castelo.

Elenco

Daliah Lavi
Nevenka Menliff
Christopher Lee
Kurt Menliff
Tony Kendall
Christian Menliff
Ida Galli
Katia
Harriet Medin
Giorgia
Gustavo De Nardo
Conde Menliff
Luciano Pigozzi
Losat
Jacques Herlin
Padre

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Uma mescla de paixão, ódio, sadismo, sadomasoquismo, insatisfações e medo que acaba por invocar situações malignas e aterrorizantes.

  • Seria esse o filme mais gótico do cinema?

  • Obra-prima do genial Mario Bava, do terror gótico e do cinema.

  • Obra-prima composta por sombras e cores estonteantes e cadenciada por um piano trágico-romântico que anuncia a todo momento a sinergia de amor e ódio, desejo e repulsa, horror e beleza. Meu Bava preferido.

  • O mais polêmico, metafórico e iconoclasta filme de Bava mantém (apenas) em parte as qualidades oníricas e imagéticas (a mise en scène e a atmosfera labiríntica e onírica do castelo) de outras obras, entrelaçando-se em um novelismo tremendo.

  • O conto de amor de Bava não podia ser menos sombrio, onde nem a morte escapa. Alguns dos mais poéticos momentos do diretor estão aqui.

  • O barulho do vento ininterrupto, o estilo visual com as cores, sombras, dando um contraste terrivelmente arrepiante, as passagens secretas no castelo, as notas góticas do piano, tudo aqui é construído para se tornar um clássico do horror e do suspense.

  • Muito bem estilizado, C.Lee canastrão e realmente bem caprichado no gótico. Apesar dessa trama pegada Scooby-Doo todo o lance q envolve o sadomasoquismo dá um charme especial. A trama não tem tanta profundidade, mas pra quem curte o gênero é obrigatório

  • Mesmo com um argumento novelesco, tem seus momentos inspirados. Não é fonte de sustos, mas o registro azulado inspira certa preocupação sobre os rumos da história, o suficiente para querer continuar acompanhando tudo.

  • Incesto,macabro e sobrenatural misturados num balde de luzes cromáticas que iluminam uma mansão ao som dos estalos do chicote que dizem muita coisa. Poucos são tão climáticos.

Comentários (0)

Faça login para comentar.