Saltar para o conteúdo
7,1
Cineplayers
8 votos
7,3
Usuários
432 votos
?
Sua nota
Direção
Bennett Miller
Roteiro:
Michael Lewis (I) (livro de não-ficção), Stan Chervin (roteiro), Aaron Sorkin (roteiro), Steven Zaillian (roteiro)
Gênero:
Drama, Biografia, Esporte
Origem:
Estados Unidos
Estreia:
17/02/2012
Duração:
133 minutos
Prêmios:
69° Globo de Ouro - 2012, 84° Oscar - 2012

Filmes Relacionados

Com um orçamento apertado, Billy Beane, técnico do time de beisebol de Oakland, decide investir dinheiro em um sofisticado software de análise que escolhe os melhores jogadores.

Elenco

Brad Pitt
Billy Beane
Jonah Hill
Peter Brand
Robin Wright
Sharon
Philip Seymour Hoffman
Art Howe
Chris Pratt
Scott Hatteberg
Tammy Blanchard
Elizabeth Hatteberg
Sergio Garcia
Jorge Posada
Stephen Bishop
David Justice
Brent Jennings
Ron Washington
Jack McGee
John Poloni
Vyto Ruginis
Pittaro
Arliss Howard
John Henry
Reed Diamond
Mark Shapiro
Kerris Dorsey
Casey Beane
Glenn Morshower
Ron Hopkins
Takayo Fischer
Suzanne - secretária de Billy
Spike Jonze
Alán (não creditado)

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Voltado para americanos e bom entendedores do beisebol. Até que consegui fazer um paralelo com os bastidores do nosso esporte, o futebol, pois dá pra assimilar. No mais, uma ótima atuação de Pitt e, discreto porém importante atuação de Hill. Esquecível.

  • Um filme de qualidade(só fera na produção),mas como tudo mundo no Brasil,tô por fora de beisebol,e não consegui me envolver nem um pouco,causanto um distanciamento mesmo.Mas deu pra perceber que Pitt e Hiil estão bem.

  • Trata bem e até com uma certa ironia a mágica que existe em qualquer esporte. Como dito em um ponto, 'as estatísticas são para o ano todo, em uma tacada qualquer coisa pode acontecer'.

  • Trama esportiva geralmente é pesadelo para cinéfilo. Aqui, negociações confusas, flashes quebrados das partidas e a longa sequência do recorde confirmam isso. Mas, para quem gosta, um filme eficiente sobre a importância das estatísticas nos jogos.

  • Toda a variação de linguagens empregada deixa Moneyball como um "filme de esporte" de primeira categoria, a ser levado e estudado a sério, em parte por cortesia do bom roteiro de Aaron Sorkin, meu roteirista favorito.

  • Tema muito dificil, pois trata de um esporte que é o preferido, da maior parte da população norte-americana. Nada se apreende, neste filme, a não ser a abordagem necessário, porque todo mundo esportivo, está corrompido pelo dinheiro.

  • Tem bons momentos mas o roteiro segue por vezes artificial e convencional baseando metas em estatísticas e mudando totalmente o foco de fracassado p/ vitorioso numa simples reviravolta da narrativa. Ñ empolga.Ñ torcemos. E não tem uma mísera cena de jogo

  • Técnica: 8.5 Arte: 8.0 Ciência: 8.0 Nota: 8.16

  • Só faltava Hollywood fazer um filme endeusando um dirigente esportivo! Não é qualquer besteira que merece virar filme.

  • Se sai muito melhor quando foca na construção do time, quando o novo método é posto em prática. O realismo das situações, aliado as boas atuações, são o ponto forte da obra! Mas no final, não consegue fugir da sina de ser mais um enlatado americano!

Comentários (0)

Faça login para comentar.