Saltar para o conteúdo
5,9
Cineplayers
11 votos
7,1
Usuários
399 votos
?
Sua nota
Direção
Juan Antonio Bayona
Roteiro:
Sergio G. Sánchez (roteiro), María Belón (história)
Gênero:
Drama
Origem:
Espanha, Estados Unidos
Estreia:
21/12/2012
Duração:
107 minutos
Prêmios:
70° Globo de Ouro - 2013, 85° Oscar - 2013

Henry e Maria viajam de férias para a Tailândia com seus três filhos.Enquanto estavam hospedados num hotel a beira-mar,um tsunami atinge o lugar e devasta a região. Separados pela força das ondas e lutando para sobreviver,é baseado na história real de uma família que presencia o gigantesco tsunami que aconteceu no país em 2004.

Elenco

Ewan McGregor
Henry
Naomi Watts
Maria
Geraldine Chaplin
Idosa
Tom Holland (II)
Lucas
Oaklee Pendergast
Simon
Marta Etura
Simone
Sönke Möhring
Karl
Samuel Joslin
Thomas
Philippe Durand
Shanque
Ploy Jindachote
Enfermeira
Gitte Witt
Paciente norueguesa
Kowit Wattanakul
Motorista da caminhonete
Bruce Blain
Turista americano
Danai Thiengdham
Turista na pick-up
Byron Gibson
Homem pasmado no aeroporto

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Tendencioso e covarde, surpreende que uma produção deste porte seja tão mal feita e pessimamente montada, sentimentalmente abusiva (nem mesmo John Williams é tão pedante na trilha sonora) e com um elenco deveras desconexo entre si. Bomba é pouco.

  • O título resume bem a situação pela qual a família passou - e lembro como se tivesse sido ontem as notícias sobre o terrível Tsunami. Inimaginável que alguém tenha saído vivo daquilo, mas era óbvio que viraria filme, da maneira mais dramática possível.

  • O diretor tenta fugir do sentimentalismo, mas é uma história real e muito intensa, que por si só já se encarrega dos momentos melodramáticos incessantes. O saldo é até positivo para um filme-catástrofe chororô, e o elenco arrasa.

  • Neste capítulo, as emoções estão à flor da pele.

  • Impossível não torcer para que o improvável aconteça e corra tudo bem para a família Bennett em meio ao caos de uma das maiores tragédias naturais da história. As cenas do tsunami são primorosas e angustiantes, porém o enredo é um tanto quanto previsível.

  • Analisando friamente, Bayona mostra mão pesada em alguns momentos, mas, sinceramente, pouco importa: seu filme me tocou e me fez chorar (sim, chorei) como há muito o cinema não fazia. Sem contar que as cenas do tsunami são nada menos que espetaculares.

  • A incrível sequência do tsunami sucumbe aos evidentes problemas de roteiro, como a má construção dos personagens, a criação de inadequados momentos de suspense, e o farto melodrama das cenas familiares. Naomi Watts e Ewan McGregor estão acima do filme.

Comentários (0)

Faça login para comentar.