Saltar para o conteúdo
8,2
Cineplayers
5 votos
7,9
Usuários
37 votos
?
Sua nota
Direção
Ida Lupino
Roteiro:
Ida Lupino (roteiro), Collier Young (roteiro), Robert L. Joseph (adaptação), Daniel Mainwaring (roteiro - não creditado)
Gênero:
Suspense, Drama
Origem:
Estados Unidos
Duração:
71 minutos

Neste filme de Ida Lupino, dois homens numa excursão de pescaria dão carona a um desconhecido que os força, com uma arma na mão, a uma viagem ao México até o momento em que deverá descartá-los. Mais um clássico do cinema Noir.

Elenco

Edmond O'Brien
Roy Collins
Frank Lovejoy
Gilbert Bowen
William Talman
Emmett Myers
José Torvay
Capitão Alvarado
Jean Del Val
Inspetor Geral
Clark Howat
Agente do Governo
Nacho Galindo
Jose Abarrotes, dono da mercearia
Natividad Vacío
Jose
Martin Garralaga
Vendeiro
Wade Crosby
Joe, vendeiro
Sam Hayes
Locutor do rádio
Wendell Niles
Wendel Niles
Rodney Bell
William Johnson
Gordon Barnes
Hendrickson
Tony Roux
Frentista
Al Ferrara
frentista
Henry A. Escalante
guarda mexicano
Collier Young
camponês mexicano
Ed Hinton
chefe da polícia
George Navarro
vendedor

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Sufocante à cada minuto, graças a primorosa direção de Ida Lupino, que cria uma deliciosa e envolvente tensão. E ainda há espaço para o roteiro criar um eficaz estudo de personagem. No final das contas, a angústia está tanto nas vítimas quanto no crimino.

  • Segurança criminal em meio a um filme mais do que afrente de seu tempo.

  • Num ambiente enclausurado, Lupino amplia as bases do cinema noir, encontrando charme e sintonia no espaço mais surrado possível, o deserto mexicano. O sequestrador, de pálpebra paralisada, é aterrorizante, assim como todo o climão criado.

  • Interessante demais, curtinho e muito certeiro, não desperdiça o tempo e faz todas as cenas serem importantes. O vilão, sádico realista, é muito bom - além de ser marcante com seu olho caído.

  • Atmosfera que caminha entre a desolação e a angústia, tensão sempre crescente e um sabor de solidão a permear suas imagens. É o Noir em seus grandes momentos. Ida Lupino era uma grande atriz; E como diretora se revela de uma firmeza irrefragável.

  • A grande Ida Lupino entrega uma pequena obra-prima asfixiante e opressora, que não se assume um noir, como é dito por aí, e prefere aportar no suspense psicológico árido e perverso apoiado em três desempenhos brilhantes.

  • 03/02/15

Comentários (0)

Faça login para comentar.