Saltar para o conteúdo
8,6
Cineplayers
10 votos
8,3
Usuários
228 votos
?
Sua nota
Direção
Tony Kaye
Roteiro:
Carl Lund
Gênero:
Drama
Origem:
Estados Unidos
Duração:
97 minutos

Henry (Adrien Brody) é um professor que vaga de escola para escola. Um dia, porém, Henry chega à sua próxima missão. Após a sua entrada em uma escola particular, um mundo secreto de emoção é despertado dentro de si por três mulheres. Uma garota do primeiro período, uma professora, e uma prostituta de rua, a quem Henry concede abrigo.

Elenco

Adrien Brody
Henry Barthes
Marcia Gay Harden
Diretora Carol Dearden
James Caan
Sr. Charles Seaboldt
Christina Hendricks
Sarah Madison
Lucy Liu
Dra. Doris Parker
Blythe Danner
Perkins
Tim Blake Nelson
Sr. Wiatt
William Petersen
Sr. Sarge Kepler
Bryan Cranston
Sr. Dearden
Sami Gayle
Erica
Betty Kaye
Meredith
Louis Zorich
Grampa
Isiah Whitlock Jr.
Mr. Mathias
Chris Papavasiliou
Dr. Hart
Kwoade Cross
Andy
David Hausen
Pai nervoso
Roslyn Ruff
Mãe nervosa
Patricia Rae
Sra. Estrada
Tiffani Holland
Cindy
Lucian Maisel
David

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Um retrato real e assustador da juventude atual, onde papéis se invertem no sistema educacional, permitindo que absurdos aconteçam, comprementendo o futuro de uma geração. Excepcional interpretação de Adrien Brody.

  • Um retrato competente da situação atual de muitas escolas/jovens e de seus educadores. Ao final a mensagem engloba todo um panorama social. Melancólico, é difícil não se envolver com os personagens e seus dramas. Brody e seu olhar são a alma do filme. OP.

  • Um filme completamente oco. O fato é que Kaye força para arrancar lágrimas com seu tom depressivo e com a trilha repleta de pianos chorosos. Quando o filme partia para a falta de ambição da juventude ganhava força, mas nos sentimentos desabava.

  • O melhor legado debatível, porém jamais duvidável ou confiado a uma só geração, de "Entre os muros da escola". Pequeno grande filme!

  • Muitas são as reflexões extraídas desse sensacional trabalho de Kaye. Pessimista, o diretor aborda uma realidade dura, quase irreversível ao mesmo tempo em que é otimista ao mostrar que para uma geração melhor um voluntário pode fazer a diferença.

  • Minhas expectativas estavam tão altas que acabaram me acertando, foi um golpe forte ver tais atores em papeis tão vazios.

  • Minha sensação após o termino deste filme foi brilhantemente citada logo em seu início: '[...] nunca me senti tão profundo e ao mesmo tempo tão alheio de mim e tão presente no mundo' Albert Camus.

  • Honesta e sensível abordagem sobre o caos do sistema de ensino e a descartabilidade do ser humano no mundo coevo. Um inventário preciso que acerta em não apontar soluções fáceis e mágicas. Elenco afinadíssimo valorizando um texto preciosíssimo.

  • Grande atuação de Adrien Brody em um filme forte e que faz refletir.

  • Forte, real e tocante até nos exageros.

Comentários (0)

Faça login para comentar.