Saltar para o conteúdo
Direção
Morten Tyldum
Roteiro:
Jon Spaihts
Gênero:
Romance, Drama, Ficção Científica
Origem:
Estados Unidos
Estreia:
05/01/2017
Duração:
116 minutos
Prêmios:
89° Oscar - 2017

A nave espacial Avalon, em sua viagem de 120 anos para o distante planeta colônia Homestead II e transportando 5259 pessoas, tem uma avaria em uma das câmaras do sono, após o choque com um meteoro. Como resultado, a cápsula de hibernação de Jim Preston abre prematuramente lhe despertando 90 anos antes de seu destino. Mas aguentar a solidão do espaço não é nada fácil, e para piorar esse não é o único problema que aflige a enorme nave espacial.

Elenco

Chris Pratt
Jim Preston
Jennifer Lawrence
Aurora Dunn
Michael Sheen
Arthur
Laurence Fishburne
Gus Mancuso
Andy Garcia
Capitão Norris
Julee Cerda
Instrutora
Emma Clarke
Avalon (voz)
Jesus Mendoza
Hector (voz)
Fred Melamed
Observatório (voz)
Chris Edgerly
InfoMat / DJ (voz)
Matt Corboy
Video Game (voz)
Jon Spaihts
Autodoc (voz)
Aurora Perrineau
Celeste, amiga de Aurora
Jean-Michel Richaud
Garçom-robô do restaurante (voz)
Matthew Wolf
Garçom-robô do restaurante (voz)
Alpha Takahashi
Garçonete-robô (voz)
Inder Kumar
Banqueiro, passageiro
Kimberly Battista
Fitzgerald, passageira
Nazanin Boniadi
Holograma

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Passageiros fica no limiar do superficial e do profundo. O desenho de produção é fantástico (um Wall-E com personagens reais, bem mais avançado) e as questões morais são pertinentes, ainda que nem sempre bem exploradas, e há esquematismos previsíveis.

  • Fora o equilíbrio em cena de Pratt, sobra apenas um arremedo de história que não estabelece nada, não desenvolve nada e leva suas cenas a um nível de pedantismo visual que só é rivalizado pelo histrionismo de Lawrence. Morten Tyldum não sabe dirigir.

  • Durante dois atos, é um filme interessante, com toques existenciais e dilemas morais, sobre solidão e conexão humana. Mas o último ato joga tudo por terra, entregando-se às exigências do cinema comercial ao virar um filme de ação repleto de clichês.

Comentários (0)

Faça login para comentar.