Saltar para o conteúdo
8,0
Cineplayers
8 votos
8,2
Usuários
219 votos
?
Sua nota
Direção
Michael Moore
Roteiro:
Michael Moore
Gênero:
Documentário
Origem:
Estados Unidos
Duração:
123 minutos
Prêmios:
80° Oscar - 2008

Filmes Relacionados

As palavras "sistema de saúde" e "comédia" não são facilmente encontradas na mesma frase, mas no mais recente filme de Michael Moore elas podem ser vistas lado a lado. Para mostrar como as coisas funcionam na terra do Tio Sam, Moore ouve as histórias de vários americanos comuns cujas vidas foram despedaçadas, ou arruinadas pelo sistema de saúde americano. O filme mostra que a crise não somente afeta os milhões de cidadãos que não têm seguro de saúde - mas também milhões de outros que pagam religiosamente suas prestações e que estão freqüentemente lutando com a burocracia e com suas regras oficiais obscuras.

Elenco

Michael Moore
Tony Benn
Reggie Cervantes
John Graham
William Maher
Linda Peeno
George W. Bush
Ele mesmo

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Verdade que M.Moore força a comparação, mas a reflexão sobre a mercantilização da saúde, a corrupção, e a passividade da população estão bem representadas. E porraa.. sensacional pegar os heróis do 11/9 e levá-los de barco pra se tratarem em Cuba, rachei!

  • Tem muita manipulação e justificativas duvidosas, mas o documentário consegue ser tão hipnotizante como raramente conseguem fazer. Muitas críticas e comparações são muito bem vindas.

  • Sensacional, arrasador, um americano 100¨% democrata-socialista. Acusado de panfletário,conversa de americanos (sic) enrustidos, que acham que eles são o exemplo, povo agressor, que não sabe cuidar de suas mazelas, que são tantas.

  • Por vezes histérico e super tendencioso, mas é um bom documentário.

  • Ótimo filme do polêmico Michael Moore. Com sua conhecida ironia conduz com muita inteligência o filme, levando o espectador a rir, chorar e refletir.

  • O tema é interessantíssimo e mostra um sistema de saúde norte-americano completamente sucateado. Michael Moore, no entanto, exagera no tom dramático e no sensacionalismo.

  • Nem todos os argumentos são emblemáticos ou necessários, mas há de se reconhecer o trabalho de Moore. O sistema de saúde é um sistema corrompido.

  • Muito além de ser apenas crítico e engraçado, é muito tocante. Bestificadamente genial.

  • Moore é pedante em vários momentos e sua narrativa continua simplória e repetitiva, vale à provocação mas não é exatamente um bom exemplo de documentário político.

  • Moore deixou suas típicas bobagens e forçações de barra de lado e trouxe um filme direto e bastante coerente em sua crítica. O seu melhor até o momento

Comentários (0)

Faça login para comentar.