Saltar para o conteúdo
7,6
Média
429 votos
?
Sua nota
Direção
Roteiro:
Gaspar Noé
Gênero:
Origem:
Duração:
99 minutos
Prêmios:
55° Festival de Cannes - 2002

Lupas (41)

  • Não perde e nem ganha pela montagem (é só lembrar de "Memento", para citar um ótimo exemplo), o filme perde por ser uma apelação para autopromoção. Onde já se viu uma cena daquela? Gaspar Noé tem noção fílmica, mas prefere se exibir e "causar impacto". Uma pena...

    Lucas Santos | Em 14 de Maio de 2020 | NOTA: 6.5
  • O único filme que eu realmente gostaria de desver, se fosse possível. A duração e os detalhes da cena do estupro é das coisas mais desnecessárias da história do cinema.

    Luiza Araújo de Oliveira | Em 06 de Fevereiro de 2019 | NOTA: 0.0
  • A verdade, é que só com esse filme, não tenho vontade de conhecer o cinema de Gaspar Noé.

    Araquem da Rocha | Em 03 de Fevereiro de 2019 | NOTA: 6.0
  • sem substancia, sem personagem, a estetica perde o ritmo depois da primeira meia hora... podia ser um curta

    Alexandre N. Magno | Em 15 de Agosto de 2018 | NOTA: 5.5
  • Escolha narrativa invertida moleque,texto tirado da mente de um adolescente despirocado, e uso de câmera bobo que até faz algum sentido, mas que só ficará perceptível para o espectador quando o diretor o descarta.Causa agonia de ver e só se serve pra isso

    Eliezer Lugarini | Em 07 de Março de 2018 | NOTA: 3.0
  • Chocante, repulsivo e extremamente trágico. A câmera de Noé assume contornos delirantes e gradualmente se controla, dependendo da quantidade de drogas ingeridas pelo personagem de Cassel. Várias pequenas informações coligam diálogos e personagens.

    Fabio Bach | Em 27 de Janeiro de 2018 | NOTA: 9.0
  • Único.

    Gian Couto | Em 03 de Julho de 2017 | NOTA: 9.5
  • Creio que a intenção de Noé era provar a inevitabilidade das coisas. A vulnerabilidade do ser humano. Não vejo o choque pelo choque, vejo o horror na sua forma primitiva! Talvez o âmago da questão é que o homem é um selvagem que pensa ser civilizado!

    Zacha Andreas Lima | Em 01 de Julho de 2017 | NOTA: 8.0
  • "Pulp Fiction" é o caralho. "Irreversível" sim é sobre tempo de violência.

    Vinicius Lins Magno Ferreira | Em 31 de Março de 2017 | NOTA: 10.0
  • Perde um pouco de força no final (ou começo), talvez, por ser exibido de trás pra frente. Tem duas ou três cenas realmente chocantes.

    Daniel Barreto | Em 14 de Outubro de 2016 | NOTA: 8.5
  • Marcante e ousadamente cruel,detalha como um homem pode se tornar insano quando um acontecimento brutal abala sua vida.A busca pela justiça pode ser de muita dor. Mas acho que ficaria melhor se fosse montado na ordem cronológica.Mas tem seu valor.

    Adriano Augusto dos Santos | Em 18 de Julho de 2016 | NOTA: 9.0
  • Esse filme é realmente muito bom! Dentro do seu propósito que é mostrar a violência cruamente e contar uma história nada bonita, considero o filme perfeito! Não é para quem tem estômago fraco! Uma alternativa diferente na mesmice do cinema atual.

    Marco Roberto de Oliveira | Em 10 de Setembro de 2015 | NOTA: 9.0
  • Usando de um realismo um tanto extremo e uma câmera inquieta, este filme é uma viagem desconfortável à violência suburbana e às consequências de encarar tal violência. A vida como ela é, tanto nos momentos ruins quanto nos bons.

    Gustavo de Souza Silva | Em 16 de Agosto de 2015 | NOTA: 8.0
  • Diálogos risíveis e excesso em tudo. Se o ponto era deixar claro que a violência só gera males, o diretor foi extremamente infeliz.

    Gabriel Fagundes | Em 29 de Junho de 2015 | NOTA: 1.0
  • Noé causa embrulho no estômago, nojo, repulsa e tudo isso no bom sentindo, sua câmera em constante movimento dá o tom certo para essa que é a sua obra-prima - a cena do estupro será eterna - a violência em sua mais linda perfeição.

    Cleber Eldridge | Em 21 de Junho de 2015 | NOTA: 9.5
  • Bobagem vazia que tenta passar um ar de cult, mas é apenas uma tentativa de chocar o expectar, que nem isso consegue, aliás. Vale só pela Monica pelada.

    Marcus Almeida | Em 29 de Abril de 2015 | NOTA: 3.0
  • Tirando o fato de causar náuseas gratuitas, o filme é muito bem dirigido e interpretado! As cenas são muito bem feitas e me surpreendem até hj! A mensagem é clara: Vingança não é a melhor escolha!

    João Ferreira | Em 27 de Janeiro de 2015 | NOTA: 8.0
  • A cena do estupro é realíssima, é como se você estivesse no corpo da Monica sem poder tomar qualquer atitude. Um trabalho audacioso e bem produzido.

    Davi Souza | Em 28 de Setembro de 2014 | NOTA: 7.5
  • Noé mostrando que o que a gente fizer é impossível voltar atras, o tom vermelho e as câmeras enlouquecidas fazem eu gostar mais ainda do longa

    Anderson Ricardo | Em 30 de Julho de 2014 | NOTA: 9.0
  • Chocante: sim, perturbador: sim, porém desagradável e nojento demais.

    Eduardo Mauricio | Em 24 de Maio de 2014 | NOTA: 3.5