Saltar para o conteúdo
8,0
Média
64 votos
?
Sua nota
Direção
Roteiro:
Luchino Visconti (roteiro e argumento), Suso Cecchi D'Amico (roteiro e argumento), Carlo Alianello (colaboração), Giorgio Bassani (colaboração), Giorgio Prosperi (colaboração), Paul Bowles (colaboração), Tennessee Williams (colaboração), Camillo Boito (romance)
Gênero:
, ,
Origem:
Estreia:
31/12/1969
Duração:
117 minutos

Lupas (10)

  • Um marco na filmografia do Visconti, assumindo sua origem aristocrática numa super produção de época caprichada (agora c/condições materiais) fazendo uma conexão da novela de Boito c/a ópera Il Trovatore de Verdi (tinha grande ligação c/óperas e tb dirigia), em estética principalmente, e c/uma maior contextualização histórica do Risorgimento (o q acabou acontecendo pouco p/influência da produtora, era pra ser + sobre a batalha perdida p/ Itália). Alida Valli belíssima no melodrama operístico.

    Josiel Oliveira | Em 23 de Abril de 2020 | NOTA: 8.0
  • Lindíssimo, principalmente no fascinante começo. Il Trovatore vai acontecendo, a guerra cada vez mais dando mostras que vai explodir, uma troca de palavras aproxima-lhes - colorido lindíssimo em salões e ruas. Dá uma diminuída após a vadiagem na fazenda

    Adriano Augusto dos Santos | Em 21 de Agosto de 2018 | NOTA: 8.5
  • Luchino Visconti realiza um épico de beleza plástica imponente. Uma obra de excelência, requinte e exuberância. Um Cinema/ópera de puro encanto; lar de paixões extremas, intensidade política e vingança da alma. É como definir o arrebatamento em imagens!

    Zacha Andreas Lima | Em 19 de Julho de 2018 | NOTA: 10.0
  • O cinema de Visconti se confunde com o cinema do Wyler na minha cabeça.Talvez não tenham tanto em comum mas como não gosto de ambos, todos seus filmes parecem possuir a mesma temática novelesca a qual não suporto.

    Eliezer Lugarini | Em 14 de Abril de 2017 | NOTA: 4.0
  • Visconti não só domina o tom operístico como também lança através de sua protagonista um comentário corrosivo a essa forma de condução narrativa: na vida real, não é nada agradável.

    Patrick Corrêa | Em 01 de Setembro de 2014 | NOTA: 7.5
  • 10/09/11

    Eduardo Scutari | Em 15 de Março de 2014 | NOTA: 7.5
  • Com "Sedução da Carne", o diretor italiano Luchino Vsconti entrou em sua fase operística, deixando o neorrealismo em segundo plano até sua retomada extemporânea em Rocco e Seus Irmãos (1960).

    Edward Jagger DeLarge | Em 23 de Fevereiro de 2013 | NOTA: 8.0
  • Técnica: 10 Lógica artística: 9.0 Lógica científica: 7.0 Nota: 8.66

    Ma Rodrigues Barbosa | Em 11 de Setembro de 2012 | NOTA: 8.5
  • Um inconsistente dramalhão histórico (apenas um pano de fundo "bengala") sobre uma carente condessa fogosa, estúpida, traidora e... Supervingativa! Para piorar, a dupla protagonista está excessivamente teatral, fazendo declamação a todo instante!

    Gilberto C. Mesquita | Em 31 de Julho de 2011 | NOTA: 2.5
  • Ópera + Visconti = Senso

    Yuri Ramos Ferreira | Em 17 de Abril de 2011 | NOTA: 8.0