Saltar para o conteúdo

Lobisomem Americano em Londres, Um

(American Werewolf in London, An, 1981)
7,6
Média
229 votos
?
Sua nota
Direção
Roteiro:
John Landis
Gênero:
,
Origem:
,
Duração:
97 minutos
Prêmios:
54° Oscar - 1982

Lupas (29)

  • Um clássico do terror .

    Marcelo Moraes de Albuquerque | Em 01 de Junho de 2013 | NOTA: 9.5
  • Me tirou várias risadas. Para 1981 a maquiagem e os efeitos da transformação estavam razoavelmente bons (tanto que venceu o oscar de 82). Acho que faltou alguma coisa para melhorar o final do filme. Trilha sonora com Blue Moon do The Marcels (1961) :D

    Edward Norton | Em 01 de Janeiro de 2013 | NOTA: 6.0
  • NADA funciona nesse filme: os atores são péssimos, a história é ridícula, as cenas de ação são toscas, o romance é piegas e absurdo, sem esquecer ainda do sentimentalismo medíocre na cena final.

    Lucas Delon | Em 23 de Dezembro de 2012 | NOTA: 2.0
  • Uma experiência com todos os produtos necessários para um terror casual.

    Luis Guilherme Oliveira Dantas | Em 14 de Abril de 2012 | NOTA: 7.0
  • Merecido Oscar de melhor maquiagem

    Calvin Simon | Em 04 de Novembro de 2011 | NOTA: 7.5
  • Com momentos inspiradíssimos (as ótimas cenas de ação, fazem valer o filme) e muito charme, John Landis mostra que, para realizar algo legal, não precisa recorrer sempre a efeitos especiais caros: Basta ter uma boa dose de criatividade.

    Vinícius de Castro | Em 27 de Agosto de 2011 | NOTA: 7.0
  • Visceral e realista. Tem um ritmo bastante regular, que prende a atenção. Cena(s): 1.Genial: ataque no metrô; Ótimas.2: Início e final alucinantes; 3.Menção honrosa: tranformação em lobo. (E)feitos visuais - e maquiagem - arrebatadores. Bendita maldição!

    Guilherme Valandro Vivian | Em 21 de Março de 2011 | NOTA: 7.0
  • Eis o filme que tem a melhor transformação de lobisomem no cinema.

    Rahe de Barros Toledo | Em 20 de Janeiro de 2011 | NOTA: 7.0
  • A maravilhosa cena da metamorfose de lobisomem na lua cheia, ao som de Blue Moon, de Sam Cooke, já vale o filme todo. Ilustra perfeitamenteo espírito lúdico, maroto e apaixonante dos filmes oitentistas que tanto assistiamos na tv.

    Rodrigo Nuso | Em 31 de Dezembro de 1969 | NOTA: 7.5