Saltar para o conteúdo
8,3
Média
92 votos
?
Sua nota
Direção
Roteiro:
Olivier Assayas
Gênero:
Origem:
Duração:
92 minutos

Lupas (17)

  • O final é sensacional..

    Gersiane Dias | Em 10 de Junho de 2017 | NOTA: 9.0
  • Um filme de buscas e caminhos tortuosos. Um grito de inconformismo, espírito livre; o estado das coisas que leva ao triste choque com a realidade. O mundo parece em êxtase ao som de Alice Cooper, Bob Dylan e Uriah Heep. Pena que fogueira tende a apagar...

    Zacha Andreas Lima | Em 11 de Abril de 2017 | NOTA: 8.5
  • A chama da Juventude.

    Lucas da Costa Simão | Em 27 de Julho de 2016 | NOTA: 9.5
  • Impossível não se apaixonar por esse filme. Puro sentimentos, pura emoção, meu coração sorriu do início ao fim

    Guilherme Santos | Em 28 de Maio de 2016 | NOTA: 9.0
  • Liberdade em forma de filme.

    Nilmar Souza | Em 09 de Dezembro de 2015 | NOTA: 9.0
  • Sempre que me perguntarem um filme sobre juventude citarei essa preciosidade do Assayas.

    Wellington Junior | Em 20 de Janeiro de 2015 | NOTA: 9.0
  • 10/01/15

    Eduardo Scutari | Em 10 de Janeiro de 2015 | NOTA: 8.5
  • A concepção imatura de liberdade. Um retrato frio e melancólico de jovens que sabem o que querem mas não como conseguir. E a fuga se torna a saída imediata mediante à pressões e desejo de liberdade. Acho que todos já foram um pouco Gilles e Christine.

    Anderson de Souza | Em 21 de Dezembro de 2014 | NOTA: 7.0
  • Godard para espíritos joviais à flor da pele.

    Douglas Rodrigues de Oliveira | Em 04 de Agosto de 2014 | NOTA: 8.5
  • Uma pureza

    Paulo Matheus | Em 25 de Novembro de 2013 | NOTA: 8.0
  • Resumindo: um bando de hippies juvenis pequeno-burgueses que, buscando fugir de suas responsabilidades sociais, preferem ficar o dia inteiro fumando maconha, ouvindo música e pulando como retardados mentais.

    Lucas Delon | Em 20 de Novembro de 2013 | NOTA: 1.0
  • It's getting dark, too dark to see.

    Thiago de Oliveira | Em 07 de Abril de 2013 | NOTA: 8.5
  • tive a sensação de já ter visto esse filme várias vezes anos atras, alguma forma de inconsciente coletivo de uma geração

    Gustavo Branco Germano | Em 24 de Dezembro de 2012 | NOTA: 8.0
  • É o filme sobre as incertezas da juventude do cinema pós-moderno. Presta seu tributo à Os Incompreendidos e Anos de Rebeldia mas traça suas próprias (in)conclusões em um dos finais mais doídos e significativos que eu já vi.

    Caio Santos | Em 29 de Julho de 2012 | NOTA: 8.0
  • Anos antes de Gus Van Sant fazer suas obras-primas sobre a adolescência, Assayas, criava este particular universo, o qual transita entre a paixão e o caos, de uma maneira que se não é perfeito, L'eau froide é um filme cheio de força e inquietude.

    Guilherme Valandro Vivian | Em 02 de Fevereiro de 2012 | NOTA: 7.0
  • Com uma trilha sonora contagiante, narra uma jornada dolorida e cheia de sentimento pelos meandros da inquietação e dos desejos e sentidos à flor da pele.

    Patrick Corrêa | Em 26 de Dezembro de 2011 | NOTA: 8.5
  • De amizade a amor. De niilismo a hedonismo. De repressão a liberdade. Não tem jeito: De todas as tentativas de se encontrar a precisa materialização para o meu sonho mais platônico de vida, foi logo em um filme francês desconhecido que ela apareceu.

    Vinícius de Castro | Em 11 de Maio de 2011 | NOTA: 9.0