Saltar para o conteúdo

Lobo de Wall Street, O

(Wolf of Wall Street, The, 2013)
8,1
Média
867 votos
?
Sua nota
Direção
Martin Scorsese
Roteiro:
Jordan Belfort (livro), Terence Winter (roteiro)
Gênero:
Biografia, Comédia, Policial
Origem:
Estados Unidos
Estreia:
24/01/2014
Duração:
180 minutos
Prêmios:
71° Globo de Ouro - 2014, 86° Oscar - 2014

Lupas (106)

  • É praticamente um milagre que tenham deixado Scorsese e sua turma fazerem esse filme...DiCaprio ganhou o Oscar pelo monótono O Regresso, mas é nesta ópera da porraloquice que o ator entrega a performance de sua carreira.

    Jonas Bittencourt | Em 03 de Agosto de 2021 | NOTA: 9.0
  • Às vezes cômico, às vezes deprimente, o filme de Scorsese é um retrato cruel do mundo do dinheiro e suas depravações. Sexo, drogas e corrupção são alguns dos resultados dessa busca pela fortuna. O filme é excessivamente longo e às vezes se perde em subtramas. Leonardo DiCaprio, no papel principal, oferece um personagem rico em sentimentos e sensações. Jonah Hill interpreta bem seu personagem tragicômico, mas nada que justifique uma indicação ao Oscar.

    Victor Mendonça | Em 05 de Julho de 2020 | NOTA: 5.0
  • A cena da overdose é muito bem feita, nessa dramaturgia vazia. E e só. A verdade é que Scorsese está cansado faz tempo...

    Lucas Santos | Em 04 de Julho de 2020 | NOTA: 5.0
  • FILMAÇO!

    Kayo Baptista Carlos | Em 03 de Julho de 2020 | NOTA: 10.0
  • Scorcese escancara a reificação e o fetichismo em uma comédia absolutamente incrível sobre o capitalismo.

    Guilherme Vergara Marçal de Freitas | Em 28 de Junho de 2020 | NOTA: 10.0
  • É praticamente um milagre que tenham deixado Scorsese e sua turma fazerem esse filme...DiCaprio ganhou o Oscar pelo monótono O Regresso, mas é nesta ópera da porraloquice que o ator entrega a performance de sua carreira.

    Jonatas B.S | Em 11 de Novembro de 2019 | NOTA: 9.0
  • Peca apenas pela falta de crítica social, o que e um grande pecado. Mais uma atuacao maravilhosa do Di Caprio.

    Josianne Diniz | Em 05 de Setembro de 2018 | NOTA: 7.5
  • Ninfomaníaco?

    César Costa | Em 11 de Julho de 2018 | NOTA: 5.0
  • 3 horas e 506 fucks depois, saí do cinema completamente renovado. Era obra-prima! Jonah Hill maravilhoso, DiCaprio numa atuação divina e o roteiro mais motherfuckingmente engraçado de todos os tempos. A comédia definitiva!

    Diego Henrique Silveira Damaso | Em 01 de Janeiro de 2018 | NOTA: 10.0
  • Um Scorsese LOUCAÇO!

    Araquem da Rocha | Em 15 de Dezembro de 2017 | NOTA: 7.0
  • 21/11/2017

    Antonio Celio Borges | Em 21 de Novembro de 2017 | NOTA: 8.5
  • Utiliza a narrativa de Casino e Goodfellas, com o humor cínico de King of Comedy, mas sem a mesma classe. É engraçado, lunático, deturbado e descarado. A sequência do colapso cerebral é uma das mais incríveis de toda carreira de Scorsese.

    Paulo Matheus | Em 03 de Setembro de 2017 | NOTA: 7.5
  • Ópera de desbunde e muito cansativo.

    Leandro Martins | Em 30 de Julho de 2017 | NOTA: 6.0
  • Scorsese num trabalho menos maduro e mais energético torna essa biografia em algo eufórico e muito divertido. E DiCaprio tem carisma e sabe como conquistar o público, acompanhar a sua farra/trabalho durante 3 horas é muito cativante e até mesmo inspirador

    César Barzine | Em 18 de Maio de 2017 | NOTA: 8.0
  • UCI, 15-02-2014, $9,50.

    Davi de Almeida Rezende | Em 25 de Abril de 2017 | NOTA: 9.0
  • Os predadores de Wall Street fazem os gângsters de 'Goodfellas' parecerem sujeitos bem simpáticos! É Scorsese sendo cômico, mas não se engane, Jordan Belfort é a representação perfeita de uma era onde o dinheiro compra tudo...até mesmo um anão!

    Zacha Andreas Lima | Em 27 de Março de 2017 | NOTA: 7.5
  • A experiência de Scorsese é permitir o escárnio de nós mesmos. Rimos e ridicularizamos para nos darmos conta de que a "cultura" ilustrada é a predominante do pós-queda do Muro de Berlim e neoliberalismo. A longo prazo, creio que veremos como obra-prima.

    João Vitor G. Barbosa | Em 07 de Janeiro de 2017 | NOTA: 9.0
  • Um dos filmes mais insanos e politicamente incorretos dos últimos anos. Scorsese entrega uma direção enérgica e afiada, comandando um elenco em plena forma, com destaque para DiCaprio (em uma de suas melhores performances), Jonah Hill e McConaughey.

    Luiz F. Vila Nova | Em 07 de Janeiro de 2017 | NOTA: 8.5
  • Essa fúria de Lobo esconde os enorme problemas do plano-narrativo e o gosto de gratuidade e dramaturgia pobres que Ilha do Medo e Gangues, por exemplo, não esconderam. Ótimo nos pequenos momentos, vergonhoso em outros (a orgia no avião).

    Douglas Rodrigues de Oliveira | Em 28 de Outubro de 2016 | NOTA: 7.0
  • Sell me this pen.

    Don Yudòn | Em 12 de Julho de 2016 | NOTA: 10.0