Saltar para o conteúdo

Deserto dos Tártaros, O

(Il deserto dei tartari, 1976)
8,3
Média
51 votos
?
Sua nota
Direção
Valerio Zurlini
Roteiro:
Dino Buzzati (romance), André G. Brunelin (roteiro e história), Jean-Louis Bertuccelli (história), Valerio Zurlini (diálogo)
Gênero:
Drama, Guerra, Suspense
Origem:
Alemanha Ocidental, França, Itália
Estreia:
31/12/1969
Duração:
140 minutos

Lupas (12)

  • Ao mesmo tempo que Zurlini cria uma crítica às guerras, também mostra a necessidade da vigília ao concluir a obra em um dos momentos mais angustiantes de sua filmografia inteira. Sua tristeza e desesperança transparecem com temas densos que ele traz aqui, já indicando o rápido avanço da melancolia que por fim também conduziria Zurlini para o suicídio.

    Edward Jagger DeLarge | Em 22 de Dezembro de 2019 | NOTA: 8.0
  • Um filme de Zurlini que não funcionou comigo dada sua intencional morosidade e intenção de filmar o vazio. Elenco de primeira,cenários magníficos e direção de primeira e ainda sim senti uma vontade imensa em dar fast-foward.

    Eliezer Lugarini | Em 14 de Outubro de 2019 | NOTA: 6.0
  • Um estado permanente de espera e melancolia. Caminhos que levam para o nada, inimigos que não existem, a passagem desoladora do tempo e a eminente chegada da morte. "O Deserto dos Tártaros" é como a existência. Há beleza, mas pode ser vazia e insalubre.

    Zacha Andreas Lima | Em 13 de Fevereiro de 2019 | NOTA: 8.5
  • Dotado, do início ao fim, de uma inquietante e hipnótica atmosfera de loucura iminente e perdição existencial. São 140 minutos passados nas pontas dos pés à beira de um precipício.

    Augusto Barbosa | Em 01 de Junho de 2018 | NOTA: 9.0
  • Com uma parte técnica adequada (destaque para a trilha sonora de Morricone) e um elenco eficiente, o filme é sensível, mas o roteiro vago (e sem muita explicação de algumas cenas de missão militar no forte) e a edição lenta o tornam um pouco sonolento.

    Gilberto C. Mesquita | Em 09 de Janeiro de 2016 | NOTA: 5.0
  • Isso foi filmado mesmo?

    Nilmar Souza | Em 29 de Maio de 2015 | NOTA: 9.0
  • Zurlini, o Poeta da Melancolia, vai à guerra. E o resultado não é menos que desconcertante.

    Patrick Corrêa | Em 10 de Junho de 2014 | NOTA: 8.5
  • 07/01/11

    Eduardo Scutari | Em 13 de Março de 2014 | NOTA: 9.0
  • Posições, petulância, obediência, enfim, tudo o que gera uma companhia forçada pelos deveres, é mostrado neste filme muito forte, baseado no livro homonimo de DINO BUZZATI.

    ADEMAR FERREIRA BESSA | Em 20 de Dezembro de 2013 | NOTA: 7.0
  • Sobre a impotência do homem frente ao mundo, falando tanto da opressão pelas instituições quanto de um sentimento interior de não-realização e melancolia. Mise-en-scène precisa de Zurlini, com o homem sendo esmagado e sumindo na amplitude do deserto.

    Polastri | Em 30 de Outubro de 2013 | NOTA: 8.5
  • O rigor militar cai bem neste posto morto no meio do deserto.A solidão e a ausência de movimento são opressoras e uma simples continência já é algo pra ser visto. Mas o pior é a espera (por algo que talvez nunca venha),à quem deseja estar em outro lugar.

    Adriano Augusto dos Santos | Em 13 de Março de 2013 | NOTA: 9.0
  • Arte: 10 Técnica: 10 Ciência: 9.5 Total: 9.83

    Ma Rodrigues Barbosa | Em 21 de Janeiro de 2013 | NOTA: 10.0