Saltar para o conteúdo
Direção
Roteiro:
Hsiao-Hsien Hou (roteiro), T'ien-wen Chu (roteiro), Hai-Meng Hsieh (roteiro), Cheng Ah (roteiro), Xing Pei (conto)
Gênero:
,
Origem:
, , ,
Estreia:
05/05/2016
Duração:
120 minutos
Prêmios:
68° Festival de Cannes - 2015

Lupas (9)

  • Intrigas políticas, honra, vingança e memória. Há muito o que ser considerado no desenrolar da história. Mas o encanto é outro. A forma singular de pensar o tempo, a encenação rigorosa, fascinante, um estado puro de beleza e contemplação. É como adentrar um mundo novo, enigmático, uma força viva na simetria, na pintura das imagens. Foi preciso uma revisão para perceber o quanto "A Assassina" é um filme absurdamente maravilhoso e deslumbrante.

    Zacha Andreas Lima | Em 28 de Maio de 2020 | NOTA: 9.0
  • Hsiao-Hsien tem uma incrível direção em relação a criação de uma beleza estética exuberante poucas vezes já vista no cinema. Só faltou vir um filme junto, né?

    Bruno Ricardo de Souza Dias | Em 12 de Abril de 2020 | NOTA: 6.0
  • As imagens e planos são belos, mas vázios e pouco colaboram para a narrativa, confusa e desinteressante. Sonífero.

    Anderson de Souza | Em 04 de Agosto de 2018 | NOTA: 4.0
  • Os fortes que conseguirem superar o sono verão que não são só "belas imagens", há uma atmosfera povoada por fantasmas do passado e pela angustia da guerra iminente.

    Caio Santos | Em 27 de Fevereiro de 2018 | NOTA: 7.5
  • Em certo momento só me deixei levar pelo poder das imagens porque sinceramente da trama eu pouco captei. Ainda acredito que esta estética proposta por Hou fará muito sucesso comercial em breve. Me recordou muito Wong Kar-Wai em Cinzas do Passado.

    Eliezer Lugarini | Em 09 de Abril de 2017 | NOTA: 6.0
  • A contemplação combina exato com o mundo das artes marciais.No caso,o abstrato-mestre Hou e suas cenas de brilho. A qualidade de imagem é constante admiração.As montanhas cerradas da China interiorana,alcovas repletas de seda são um espetáculo soberano.

    Adriano Augusto dos Santos | Em 29 de Maio de 2016 | NOTA: 8.0
  • Tecnicamente impecável, visualmente maravilhoso e só.

    Gabriel Frati | Em 21 de Maio de 2016 | NOTA: 6.0
  • 06/11/15

    Eduardo Scutari | Em 06 de Novembro de 2015 | NOTA: 7.0
  • A primorosidade técnica é sua maior virtude, mas talvez seja, também, seu maior fator de "enfraquecimento". O figurino, o design de produção, a monstruosa fotografia são tão arrebatadores, que tiram a atenção em torno do enredo.

    Kennedy | Em 25 de Outubro de 2015 | NOTA: 5.0