Saltar para o conteúdo
7,1
Média
49 votos
?
Sua nota
Direção
Roteiro:
Gabriel Mascaro, Rachel Daisy Ellis, Lucas Paraizo, Esdras Bezerra de Andrade
Gênero:
Origem:
, , , ,
Estreia:
27/06/2019
Duração:
99 minutos

Lupas (7)

  • Uma rara ficção científica brasileira que com muita criatividade e sagacidade conjuntural constrói um Brasil fictício (num futuro próximo) onde Estado e Religião evangélica pentecostal praticamente se fundiram e dominaram a cultura (a ponto de substituir o Carnaval). Se falta força ou unidade narrativa, sobram boas sacadas soltas que podem abrir uma extensa discussão sobre variados temas, aí está a grande força do filme. Um filme que cresce muito em ricas releituras depois de muita ruminação.

    Josiel Oliveira | Em 06 de Abril de 2020 | NOTA: 8.0
  • Gabriel Mascaro perde o medo dos arcos dramáticos no que talvez não seja o seu melhor filme, mas o mais bem resolvido numa interessante dialética do cinema neste ano com Bacurau, entre a cidade e o campo.

    Chcot Daeiou | Em 05 de Dezembro de 2019 | NOTA: 7.5
  • Muita forma e pouca entrega. A fotografia é estupenda e a direção é boa, mas o roteiro entrega reflexões que não vão além do que é mostrado tela. Além disso, há um exagero em cenas de sexo, chegando a ser apelativo - e isso para um espectador que nunca se queixou disso em nenhum filme.

    Kennedy | Em 04 de Novembro de 2019 | NOTA: 7.0
  • Uma fábula moderna que ao mesmo tempo que fascina nos faz sentir medo do futuro.

    Wellington Junior | Em 17 de Agosto de 2019 | NOTA: 7.5
  • Uma provocação necessária em tempos em que a sociedade brasileira está cada vez mais se entregando a obscuridade e a burrice.

    Bruno Ricardo de Souza Dias | Em 20 de Julho de 2019 | NOTA: 7.5
  • A hipocrisia do discurso panfletário visto de dentro, através de quem almeja a fé pura. Com visão distópica pouco distante dos dias atuais, a direção de Mascaro hipnotiza com reinterpretações de símbolos e ícones, um tom esotérico orquestrado pela performance sobriamente louca de Dira Paes.

    Guilherme Algon | Em 07 de Julho de 2019 | NOTA: 8.0
  • Depois da derrapada de 'Boi Neon', Mascaro volta a acertar, unindo um tom de zuêra pulsante, mas contido, com um devidamente preocupado desenvolvimento dramático da personagem central - tudo isso inserido numa bem articulada distopia brasileira. Mas Júlio Machado não ajuda.

    Augusto Barbosa | Em 03 de Julho de 2019 | NOTA: 7.5