Saltar para o conteúdo

Era Uma Vez em... Hollywood

(Once Upon a Time in... Hollywood, 2019)
8,0
Média
368 votos
?
Sua nota
Direção
Quentin Tarantino
Roteiro:
Quentin Tarantino
Gênero:
Ação, Drama, Suspense
Origem:
Estados Unidos, Reino Unido
Estreia:
15/08/2019
Duração:
161 minutos
Prêmios:
77º Globo de Ouro - 2020, 2020 BAFTA, 92º Oscar - 2020

Lupas (53)

  • Indulgente em toda sua glória, Tarantino volta para lembrar que vale apena fazer filmes de verdade de vez em quando...

    Jonas Furtado Bittencourt | Em 31 de Agosto de 2020 | NOTA: 8.0
  • Roteiro muito bem feito e com atuação convincente de Brad Pitt como dublê.

    Eduardo Gomes Beserra | Em 24 de Julho de 2020 | NOTA: 8.0
  • Tem muita coisa legal, mas não funcionou tanto para mim.

    Kayo Baptista Carlos | Em 03 de Julho de 2020 | NOTA: 6.0
  • Mais uma vez, Tarantino produz uma obra baseada em referências (pelo menos há ideias inteligentes que seguem uma linha coerente com a fantasia criada, como o desfecho). O problema continua sendo os diálogos cools inúteis (na verdade, seu ponto forte para os fãs, que são o público-alvo), inseridos gratuitamente nas cenas, alongando-as desnecessariamente (um corte de uns 20 min na edição final ajudaria bastante). Mas, são as atuações canastronas (DiCaprio e Pitt muito bem) que seguram o filme.

    Gilberto C. Mesquita | Em 27 de Maio de 2020 | NOTA: 5.5
  • 08/05/2020

    Antonio Celio Borges | Em 08 de Maio de 2020 | NOTA: 8.0
  • Dava pra cortar uma hora de filme tranquilo. O what if no final é bastante questionável, tira muito do peso da trama. Enfim o pior filme do superestimado Tarantino

    Angelão | Em 01 de Maio de 2020 | NOTA: 5.0
  • Mais um da safra de um Tarantino mais maduro. Se temos diálogos e situações bem mais sóbrios e uma elegante e competente reconstrução de época perdemos também um pouco do frescor anárquico de seus primeiros filmes, ainda assim é uma ótima opção de película

    Daniel Lucena | Em 28 de Abril de 2020 | NOTA: 8.0
  • O filme mal acabou e já estou com vontade de rever. Impossível não gargalhar e se emocionar com Rick e Cliff, que amigos!! e que sensibilidade do velho Taranta...

    Daniel Borges | Em 16 de Abril de 2020 | NOTA: 10.0
  • Now, 09-04-2020.

    Davi de Almeida Rezende | Em 09 de Abril de 2020 | NOTA: 8.0
  • O melhor Tarantino em muitos anos!

    Jucélio Buback | Em 05 de Abril de 2020 | NOTA: 9.0
  • Até o final o filme foge um pouco do estilo tradicional do Tarantino, ele mostra bem como era o cinema no final da década de 60, DiCaprio como sempre muito bem, atuação longe de ser a melhor de sua carreira más mesmo assim muito bem no filme, Pitt sim, esse surpreendeu, poucas cenas más sem duvida as melhores do filme, Margot bem discreta.

    Constantino Junior | Em 01 de Abril de 2020 | NOTA: 8.0
  • A inteligência e capacidade de Tarantino é inquestionável. Mas nós últimos filmes dele, desde de D'jango, que por sinal foi formidável. Após este não consegui mais gostar de seus longas, quanto costumava. Parece que sua fama tem feito ele diminuir nas cenas empolgantes, nas porraloquices e focado mais em diálogos, que sim amo seus diálogos. Mas a vontade de rever esses 2 últimos não tive não. Assisti e gostei, nada mais que isso. Fico triste, e espero que esse desejo em mim retorne com os próx.

    Robson Oliveira | Em 25 de Março de 2020 | NOTA: 7.5
  • Peca em excessos, como os dois últimos filmes do Tarantino. Se não fosse por isso, seria uma obra-prima beirando a perfeição.

    André Oliveira de Araujo Ferreira | Em 23 de Março de 2020 | NOTA: 8.5
  • Eu amo Los Angeles e por isso gostei do cenário meio como um personagem. Spoiler -> Eu fiquei bem deprê ao ver os personagens de Sharon e Amigos no final, pois era para eles estarem mortos, se fosse a vida real. O filme não é triste em momento nenhum, mas no final acaba sendo bastante melancólico. O filme poderia ser mais curto e ter mais objetividade, no final estava nem aí para o que acontecia com o personagem do Leonardo.

    João Davi Minuzzi | Em 11 de Março de 2020 | NOTA: 7.0
  • O sentimento de participar de um pedaço da história esquecido pelo tempo -mas ao mesmo tempo tão importante para ele- toma controle da tela e invade uma realidade cômica e intensa na mesma medida. O movimento hippie, a era de ouro do cinema Hollywoodiano, as máscaras da indústria e a famigerada narrativa Tarantinesca fazem desse filme um achado em meio as tantas histórias que não se arriscam. E vale lembrar que junto da "à prova de morte", é o filme mais conciso e maduro do diretor. Obra-prima.

    Gabriel Fagundes | Em 01 de Março de 2020 | NOTA: 8.0
  • Não é um filme... é um retrato animado de uma época, uma homenagem ao universo que o diretor tanto adora e referencia em seus longas. Diálogos excelentes, atuações espetaculares do elenco estelar, com destaque DiCaprio, fazendo um ator de sucesso que quer se manter no topo apesar da mudança dos tempos. Em cena, seus personagens são sempre seguros de si e confiantes, atrás das câmeras ele chora à toa e gagueja, genial. A falta de uma trama, porém, pode afastar o expectador mais casual.

    Gray Fox | Em 01 de Março de 2020 | NOTA: 8.0
  • Um filme de verdade com grandes astros, orçamento, e sucesso no cinema americano. Até que enfim.

    Jonas Bittencourt Jr. | Em 27 de Fevereiro de 2020 | NOTA: 8.0
  • A força e a fraqueza de Quentin Tarantino decorrem em grande medida de que, para ele, o mundo começa no cinema e termina no cinema. Digamos então, só, que, à falta do que dizer, Tarantino se dedica a reescrever histórias, à maneira do que fez em Bastardos Inglórios. A falsificação de fatos hoje é um fenômeno difundido, ajuda a eleger presidentes e tudo mais. Isso não isenta o cinema; ao contrário, aumenta sua responsabilidade, como matriz do universo das imagens em movimento.

    Edward Jagger DeLarge | Em 23 de Fevereiro de 2020 | NOTA: 10.0
  • Tarantino parece ter se apaixonado pelo conceito de poder falsear a história "para o bem". O bromance da dupla protagonista possibilita atuações geniais, trazendo os melhores momentos da carreira de DiCaprio e Pitt.

    João Vitor G. Barbosa | Em 11 de Fevereiro de 2020 | NOTA: 8.0
  • Eu nunca esperei tanto um filme acabar.

    Joao Noleto | Em 23 de Janeiro de 2020 | NOTA: 5.5