Saltar para o conteúdo

Avatar: O Caminho da Água

(Avatar: the Way of Water, 2022)
7,8
Média
64 votos
?
Sua nota
Direção
James Cameron
Roteiro:
James Cameron (personagens e roteiro), Josh Friedman (roteiro), Shane Salerno (roteiro)
Gênero:
Ação, Aventura, Fantasia, Ficção Científica
Origem:
Estados Unidos
Estreia:
15/12/2022
Duração:
192 minutos
Prêmios:
80º Globo de Ouro - 2023, 95º Oscar - 2023

Filmes Relacionados

Lupas (15)

  • A experiência imersiva é sensacional, mas o roteiro, a história, as sub-tramas sem sentido tiram muito da totalidade da experiência.

    Juliano Baltazar Pereira | Em 29 de Janeiro de 2023 | NOTA: 6.5
  • Amei o filme, e não me importo de ter passado mais de 3 horas em uma sala de cinema. O cenário me fez pensar se a nossa realidade é bonita, pois meu Deus, que filme linda. A história é cativante, assim como literalmente todos os diálogos do filme. A utilização de tecnologias está no nível avatar kkkkk perfeito.

    Gabriel Menezes | Em 23 de Janeiro de 2023 | NOTA: 10.0
  • Confesso que sai do cinema um pouco decepcionado com o clímax, que diferente do que imaginava, teve um impacto muito menor na narrativa como um todo. Porém, de maneira geral a construção dos personagens, e o efeito dos dilemas morais sob a perspectiva de pai para filho são pontos extremamente bem trabalhados. Um filme em tempos atuais que consiga conversar sobre preservação e atingir todos os públicos sem soar pretensioso é no mínimo uma obra pra se enaltecer.

    Gabriel Fagundes | Em 14 de Janeiro de 2023 | NOTA: 7.0
  • Uma explosão azul.

    César Costa | Em 10 de Janeiro de 2023 | NOTA: 8.5
  • O filme é enorme e se fosse maior eu iria adorar. Acho que o único "problema" é umas coisas bobas de montagem. Facilmente o melhor filme de 2022(assisti em dezembro).

    alexsandro o silva | Em 07 de Janeiro de 2023 | NOTA: 9.0
  • primeiro filme de 2023

    Phellipe Araujo | Em 02 de Janeiro de 2023 | NOTA: 6.5
  • Aborrecido no que tem de melhor e repetitivo no que tem de pior, uma decepção em vários sentidos - não no visual, evidentemente.

    Mateus da Silva Frota | Em 30 de Dezembro de 2022 | NOTA: 6.0
  • A história com mensagem ecológica de Avatar continua chata, mas aqui está muito melhor do que no primeiro filme em relação ao desenvolvimento dos personagens e resoluções finais. O esplendor visual aquático que James Cameron criou é certamente uma experiência única no Cinema e salva qualquer deslize ou momentos modorrentos.

    Bruno Ricardo de Souza Dias | Em 28 de Dezembro de 2022 | NOTA: 7.0
  • Parecido com seu antecessor narrativamente,mas um inegável upgrade do mesmo visualmente,O Caminho da Água é uma experiência visual única,que confirma o que todos já desconfiavam:James Cameron é o grande revolucionário tecnológico do cinema recente.Porém,o longa também confirma a critica que assombra a filmografia do cineasta:Se seus filmes tem primor técnico de sobra,o mesmo não pode ser dito sobre o storytelling dos mesmos,sempre deixando a desejar.No fim,o que temos é uma grande salada mista.

    Jonas Bittencourt S., Jr. | Em 26 de Dezembro de 2022 | NOTA: 7.0
  • James Cameron une nessa sequência duas de suas maiores paixões. Uma é propriamente o universo de Avatar, que certamente ele constrói com seu maior prazer. E outra é o seu amor pelos mares e oceanos. Essa combinação de prazeres gera uma sequência a altura do antecessor, com belíssimos momentos. Pandora está deslumbrante, as águas maravilhosas e os humanos, cada vez piores. Aguardo para ver o que Cameron ainda reserva para esse universo e para este confronto.

    Lucas Alves | Em 24 de Dezembro de 2022 | NOTA: 9.0
  • Espetáculo visual.

    Matheus Gomes | Em 22 de Dezembro de 2022 | NOTA: 9.0
  • Não há roteiro para mais de 3 horas de filme, mas, como esperado, o ponto forte são os visuais e seus aspectos técnicos. É de encher os olhos! Deve ser visto na maior e melhor tela possível. James Cameron acerta mais uma vez.

    Lucas Abreu | Em 19 de Dezembro de 2022 | NOTA: 8.0
  • Com relação ao esperado espetáculo áudio-visual não há qualquer ressalva (Pandora nunca pareceu tão deslumbrante, detalhada e real), contando ainda com cenas de ação grandiosas e bem orquestradas pelo cineasta. A narrativa, no entanto, é um pouco menos coesa e objetiva que a do filme anterior, talvez pelo apego e megalomania excessivos de Cameron com o projeto (compreensível considerando todo o trabalho e dedicação de todos os envolvidos por mais de uma década).

    Luiz F. Vila Nova | Em 18 de Dezembro de 2022 | NOTA: 8.0
  • Avatar 2 em resumo é mais do mesmo. Sem novidades Filme cansativo, parece que mais de uma hora de filme é só para mostrar os efeitos que não trás nada de novo.

    Raiden M | Em 17 de Dezembro de 2022 | NOTA: 5.0
  • Não deixa de ser decepcionante ver que o Cameron optou por repetir os mesmos erros do primeiro: fraco como roteiro, força as lágrimas com a trilha sonora, ações gratuitas. Assim como os erros, os acertos seguem a mesma lógica, mas ainda melhor, com cenas para se contemplar de queixo caído, visualmente muito belo. De fato temos a condução de uma história em contornos épicos, e soa até estranho perceber que não houve um acuro com certos personagens (a morte de um deles soa fria e desnecessária).

    Alan Nina | Em 16 de Dezembro de 2022 | NOTA: 7.0