Saltar para o conteúdo
7,3
Média
79 votos
?
Sua nota
Direção
Emerald Fennell
Roteiro:
Emerald Fennell
Gênero:
Comédia, Drama, Policial, Suspense
Origem:
Estados Unidos, Reino Unido
Duração:
113 minutos
Prêmios:
78º Globo de Ouro - 2021, 93º Oscar - 2021

Lupas (18)

  • As decisões narrativas de Emerald Fennell conduzem o filme a direções criativas, sendo impossível ter certeza do que realmente ocorrerá na próxima cena. Com isso, traça-se uma vingança que, em vez de seguir o sangue e a violência comuns nesse tipo de filme, poupa-o de conclusões genéricas e opta pelo desmascaramento do cidadão de bem, incorrendo ainda no espelhamento e no reconhecimento tardio do machismo velado pelos próprios personagens e, certamente, por muitos espectadores.

    Victor Tanaka | Em 04 de Abril de 2021 | NOTA: 8.0
  • Na lista do gênero que amamos, protagonistas mulheres fortes e vingativas, uma raridade o estilo estar prestigiados entre os premiados ao Oscar… Cheio de comentários misóginos, situações machistas, qual mulher nunca passou por isso, não tem como não sentir empatia, e se sentir vingada… E que desfecho, perfeito, surpreendente, inteligente… Dirigido por uma mulher, e debutando, fez um filme consciente, necessário e dolorido, na torcida pelo Oscar… Excelente…

    Rosana de Almeida Machado | Em 28 de Março de 2021 | NOTA: 9.0
  • Roteiro previsível, mas contando com uma Carey Mulligan que magnetiza com uma interpretação brilhante.

    João Vitor G. Barbosa | Em 24 de Março de 2021 | NOTA: 6.0
  • Durante a sessão confesso que até chegou a me dar certo arrepio mas analisando friamente o objetivo da personagem principal é nulo , gratuito eu diria na liçãozinha de moral que ela sugere para os baladeiros de plantão ou mesmo para as mulheres que ela confronta. Começa a funcionar melhor quando a "vingança" parte para o lado pessoal, mas tem conveniências demais na trama para deixar tudo crível. Enfim o ritmo é bom mas está longe de ser o tratado feminista que alguns andam clamando.

    Eliezer Lugarini | Em 24 de Março de 2021 | NOTA: 6.0
  • Seu humor negro peculiar e seu desenvolvimento feminista psicopata estiloso agrada. Seu desfecho que poderia ser mais tradicional e óbvio poderá desagradar a maioria, mas sua força está justamente nessa tentativa "cool" de vingança.

    Bruno Ricardo de Souza Dias | Em 23 de Março de 2021 | NOTA: 8.0
  • Filme ágil, bem interpretado, visualmente atraente, com premissa que, se incomoda, é porque assim devia sê-lo.

    Thiago Fernando Fasolo Bones | Em 22 de Março de 2021 | NOTA: 8.5
  • Comédia dramática bastante engenhosa, sendo divertida e socialmente delicada ao mesmo tempo. Mulligan encarna uma interpretação cheia de energia e acidez, esbanjando carisma. A direção de arte estilo cupcake cai bem ao filme, servindo à sua ironia no contraste entre humor e os aspectos mais sensíveis da história. O tom dinâmico da narrativa se funde com um roteiro espirituoso cheio de ótimos momentos. O desfecho é meio estranho, mas o filme por completo é delicioso.

    César Barzine | Em 20 de Março de 2021 | NOTA: 8.0
  • Extremamente relevante atualmente. Mas há uma sensação de que o filme poderia explodir, mas ele nunca explode. O relacionamento da protagonista com Ryan o torna um tanto clichê caindo p linha de filmes românticos descartáveis.

    Cassio Lopes | Em 13 de Março de 2021 | NOTA: 7.5
  • Tem seu brilho na protagonista, no carisma dela e na grande Carey Mulligan. A personagem não é perfeita e sua autodestruição e busca por vingança deveriam ser mais desenvolvidas, ou não tão glorificadas quando o próprio filme passa. Deixar a vingança, mas com uma percepção mais ferrada da autodestruição, que acaba por terra com um final tosco até dizer chega. Tirando esse carisma, a atuação principal e alguns outros detalhes, no todo é bem problemático, mal dirigido, mal atuado e bagunçado.

    Leonardo Ferreira Sampaio | Em 25 de Fevereiro de 2021 | NOTA: 3.5
  • Mensagem pertinente mas a repetição e produção ultrapassou o que se entende por superficial. O elenco de Malhação 2006 deixaria a trama mais cativante.

    Paola Del Nero | Em 20 de Fevereiro de 2021 | NOTA: 3.5
  • Os "machões" ficarão incomodados com o filme. Mas apesar de aparentemente derrapar no meio, o filme se impõe com sua mensagens claras e aparentemente "óbvias". Um clássico dos 2020's.

    Mário Cláudio Simões | Em 19 de Fevereiro de 2021 | NOTA: 7.5
  • Não é de se questionar a mensagem que o filme tenta passar... A questão é que o subterfúgio vira algo artificial e, além disso, repetitivo, tornando a experiência fastidiosa. Melhor nem comentar sobre o elenco.

    Lucas Santos | Em 16 de Fevereiro de 2021 | NOTA: 2.0
  • Nota

    Seja Lá Quem Tiver Sido | Em 13 de Fevereiro de 2021 | NOTA: 7.5
  • Com toques de suspense, drama e até humor ácido, dispara contra todo um sistema de descrédito feminino, por vezes, mantido até por mulheres. A melhor atuação de Mulligan em anos e um roteiro de deixar muito veterano no chinelo. São muitas as sequências memoráveis, entre elas, Cassandra saindo do carro vestida de enfermeira ao som de uma versão agudamente aterrorizante de Toxic.

    Patrick Corrêa | Em 02 de Fevereiro de 2021 | NOTA: 8.0
  • https://letterboxd.com/vinigarcia/film/promising-young-woman/

    Vinicius Garcia | Em 26 de Janeiro de 2021 | NOTA: 1.0
  • Tentando vingar o nojento e injusto juízo de valor que as mulheres recebem em diversas ocasiões quando se fala de sexo e seu consentimento, Fennell cria uma obra apelativa, deprimente e hilária. Por mostrar como todos os homens são potenciais agressores e estupradores, uma "heroína" impessoal e que quando conveniente pro filme comete erros infantis de planejamento, e outras vezes é tão perfeitamente estratégica como um vilão de quadrinhos. As atuações do elenco de apoio são geniais de tão ruins.

    Eduardo Percequillo Freire de Souza | Em 25 de Janeiro de 2021 | NOTA: 1.0
  • Acerta ao não cair no clichê de demonizar apenas um lado da Guerra dos Sexos. Cassandra Thomas já nasce um símbolo cultuado feminista, e de quebra temos também um longa que entretém e instiga.

    Herbert Engels | Em 22 de Janeiro de 2021 | NOTA: 7.5
  • Visto em 20.01.2021.

    Luiz F. Vila Nova | Em 20 de Janeiro de 2021 | NOTA: 7.5